NOTIMP - NOTICIÁRIO DA IMPRENSA

Capa Notimp Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil e até do mundo. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.


PORTAL G1


Com emprego garantido, venezuelanos são levados de Roraima para Bahia em novo processo de interiorização

Cinco imigrantes serão levados para Salvador e outros 25 para a cidade de Alagoinhas, onde serão empregados em uma indústria de bebidas.

G1 Rr — Boa Vista | Publicada em 25/10/2018 11:35 | Atualizado em 25/10/2018 11:35

Mais 30 venezuelanos foram levados de Boa Vista para os municípios de Salvador e Alagoinhas, na Bahia, na manhã desta quinta-feira (25). Esta é a 14º etapa do processo de interiorização que ocorre em uma nova modalidade, a qual sinaliza a possibilidade de empregos aos imigrantes.

A aeronave C-99 da Força Aérea Brasileira decolou às 8h (horário local) do Aeroporto Internacional Atlas Brasil Cantanhede. Dos imigrantes, 25 serão levados para Alagoinhas com emprego garantido. Eles vão trabalhar em uma indústria de bebidas. Os outros cinco venezuelanos serão levados para a capital do estado, Salvador.

De acordo com o porta voz da Operação Acolhida, Major Eduardo Milanez, a nova modalidade do processo foi idealizada pelas Forças Armadas e viabilizada pela Associação Voluntários para o Serviço Internacional (AVSI), responsável pela negociação com a empresa e o apoio social aos imigrantes.

“Para esse tipo de ação nós contamos com a participação do empresariado de fora, para que assim, as unidades de emprego cheguem até a Operação Acolhida, oferecendo as vagas de emprego para que a gente viabilize esse tipo de interiorização”, disse.

Jesus Aldemir é um dos beneficiados com a ação. Emocionado, ele disse que está muito feliz em ter conseguido um emprego no Brasil, pois agora poderá ajudar os familiares que ficaram na Venezuela.

“Vim aqui para lutar e ajudar eles [os familiares]. Quero viver aqui com minha esposa e filho. Estou muito feliz, muito agradecido com todos os brasileiros pela oportunidade”, comentou.

Com esta etapa chega a 2.782 o número de imigrantes interiorizados desde o início do processo, em abril.

Interiorização

A interiorização, criada para lidar com o intenso fluxo de venezuelanos que cruzam a fronteira de Pacaraima, ao Norte de Roraima, busca ajudar os solicitantes de refúgio e de residência a encontrar melhores condições de vida em outros estados brasileiros. Todos os envolvidos aceitam, voluntariamente, participar do programa e são vacinados, submetidos a exames de saúde e regularizados no Brasil - inclusive com CPF e carteira de trabalho.

A iniciativa conta com apoio da Agência da ONU para Refugiados (Acnur), da Agência da ONU para as Migrações (OIM), do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Para aderir à interiorização, o Acnur identifica os venezuelanos interessados em participar e cruza informações com as vagas disponíveis nos destinos. A agência assegura que os indivíduos estejam devidamente documentados e providencia melhorias de infraestrutura nos locais de acolhida.

A OIM atua na orientação e informação prévia ao embarque, garantindo que as pessoas possam tomar uma decisão informada e consentida, sempre de forma voluntária, além de realizar o acompanhamento durante todo o transporte.

PORTAL AIRWAY


“O Voo do Impossível”: livro conta a história do Embraer Bandeirante

Publicação mostra como o Bandeirante ajudou na fundação da Embraer e impulsionou a indústria aeronáutica no Brasil

Thiago Vinholes | Publicada em 25/10/2018 15:17

O Bandeirante, avião que deu origem a Embraer, é o tema do livro “O Voo do Impossível”, escrito pelo jornalista Cláudio Lucchesi, pela editora Rota Cultural, que também publica a Revista Asas, parceira do Airway. O pré-lançamento da publicação foi anunciado no dia 22 de outubro, quando foi celebrado os 50 anos do primeiro voo da aeronave.

Com 320 páginas, o livro mostra como o Bandeirante conecta a história do Brasil com o destino aeronáutico do país, desde as primeiras tentativas de Santos Dumont, e conta como a aeronave impulsionou a criação de uma empresa do porte da Embraer, fundada em 1969.

O livro de Lucchesi volta nos anos pós Segunda Guerra Mundial quando grandes países como o Brasil, Estados Unidos, Canadá e Austrália precisavam de aeronaves seguras para lidar com um novo cenário de urbanização acelerada, que aumentou a necessidade de ligação entre as cidades.

O Bandeirante “tornou-se o primeiro avião brasileiro certificado fora do país. O primeiro avião brasileiro operado por companhias aéreas estrangeiras, incluindo dezenas nos Estados Unidos e Europa. Também o primeiro avião brasileiro utilizado por forças armadas de outros países”, revela autor em “O Voo do Impossível”.

Para produzir o livro, Lucchesi reuniu dezenas de horas de entrevistas não apenas com o próprio Ozires Silva, grande responsável pelo projeto do Bandeirante e fundação da Embraer, mas com diversos membros da equipe de projeto e de outras áreas da fabricante na época. A publicação ainda tem ilustrações exclusivas feitas pelo artista curitibano Anderson Subtil.

PORTAL DEFENSA.COM (Espanha)


El General Guido Manini Ríos recibe una alta condecoración brasileña


Javier Bonilla | Publicada em 26/10/2018 06:22

El comandante en jefe del Ejército Nacional Uruguayo, general Guido Manini Ríos, fue condecorado por  el gobierno y la Fuerza Aérea  de Brasil  con la “Medalla al Mérito Aeronáutico”.  El galardón fue concedido en una ceremonia el martes 23 en la tarde a través del embajador de Brasil en Uruguay y el agregado militar aeronáutico de la Fuerza Aérea Brasileña.

También se hizo entrega de la medalla “Al Mérito Santos-Dumont” al Cnel. (Av.) Hugo Parentini por sus destacados servicios a la FAB. Seguidamente la medalla “Al Mérito Aeronáutico” en la categoría de Comendador, al Brig. Gral. (Av.) José Visconti, jefe del Comando Aéreo de Personal.

El máximo jefe de la FAB Tte. Brig. Ar Nivaldo Luiz Rossato, también le otorgó mediante la orden del Comando de la Aeronáutica, la Medalla “Bartolomeu de Gusmao” al Cbo. 2 Rodolfo Rodríguez, perteneciente a la Banda de Músicos de la Fuerza Aérea Uruguaya.

OUTRAS MÍDIAS


AEROFLAP - Aeroporto Internacional de Cruzeiro do Sul completa 48 anos


Pedro Viana | Publicada em 25/10/2018 16:35

Neste domingo (28/10), o aeroporto de Cruzeiro do Sul (AC) completa 48 anos de inauguração.  Com arquitetura inspirada na cultura indígena, o terminal está localizado a 15 km do centro da cidade e recebeu mais de 95 mil de passageiros em 2017, alta de 19% em relação ao ano anterior.

A cidade acreana tem no transporte aéreo sua principal ligação entre as cidades do oeste do estado e a capital Rio Branco. O aeroporto atende a aviação comercial, aviação geral (táxi aéreo), turística e é base de apoio aos municípios vizinhos para deslocamentos em questões de atendimento médico e operações militares, além de ter papel fundamental na economia local, baseada no extrativismo e no agronegócio.

Até setembro deste ano, foram registrados 3.840 pousos e decolagens no terminal – um aumento de 3,39% no fluxo de aeronaves se comparado a 2017. Com capacidade para 1,6 milhão de passageiros ao ano, o aeroporto funciona de 6h às 2h, com um intervalo de fechamento de apenas quatro horas.

No total, entre pousos e decolagens, o terminal atende, em média, 100 voos semanais da aviação regular,  aviação geral e táxi aéreo, esta última concentrando a maioria dos movimentos registrados. Atualmente, a empresa Gol Linhas Aéreas opera sete frequências semanais, com saída de Cruzeiro do Sul com destino a Brasília, fazendo escala em Rio Branco, e conexões para outros destinos.

O terminal foi inaugurado em 28 de outubro de 1970 e aberto ao tráfego público em 1976. Inicialmente administrado pelo município, foi integrado à Rede INFRAERO em 31 de março de 1980.

Em virtude da localização em área de fronteira, a Força Aérea Brasileira (FAB) utiliza o terminal como base para algumas operações de defesa do país, em conjunto com outros países, como Bolívia e Peru.

DEFESATV - Alto-Comando da Força Aérea Brasileira recebe a Bolacha Dimensão 22


Cecomsaer | Publicada em 25/10/2018 17:37

Foi realizada nesta quinta-feira (25), em Brasília (DF), a entrega das Bolachas alusivas à campanha Dimensão 22 ao Alto-Comando da Força Aérea Brasileira (FAB). “A Bolacha inserida em nossos uniformes demonstra o tamanho da responsabilidade que a Força Aérea tem em controlar, defender e integrar os 22 milhões de km² do nosso país. Além dos uniformes, as aeronaves da FAB foram adesivadas com a marca da Dimensão 22”, disse o Comandante da Força Aérea Brasileira, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, durante a entrega do símbolo.

A Bolacha deverá ser utilizada, em caráter permanente por todo o efetivo da FAB no 8º uniforme (macacão de voo) e no 10º uniforme (gandola camuflada). No macacão de voo, a Bolacha colorida deverá ser fixada verticalmente centralizada à vista direita e horizontalmente centralizada à tarjeta de identificação. Já na gandola camuflada, a Bolacha verde deverá ser fixada vertical e horizontalmente centralizada à parte visível do bolso direito.De acordo com o Subdiretor de Abastecimento da Diretoria de Administração da Aeronáutica (DIRAD), Brigadeiro Intendente Alexandre Santana Nogueira, a distribuição das Bolachas já começou.

“Até o dia 26 de outubro, todos os Grupamentos de Apoio receberão as Bolachas do macacão de voo em quantidade necessária para distribuir uma a cada aeronavegante. Já as destinadas ao 10° uniforme foram distribuídas, prioritariamente, para todas as Unidades do Rio de Janeiro, que possuem militares atuando, diariamente, em ações de Garantia da Lei e da Ordem. A distribuição para as demais Unidades de todo o Brasil se estenderá até a primeira quinzena do mês de dezembro”, especificou. Após a distribuição inicial, as Bolachas estarão disponíveis nos Postos Regionais de Venda de Fardamento de todo o Brasil.

Controlar, Defender e Integrar

A colocação da bolacha no uniforme integra a campanha Dimensão 22, que reúne diversos produtos, entre eles, os selos nas aeronaves, a página especial, o vídeo institucional e o selo postal comemorativo, que sintetizam a responsabilidade de atuação da FAB, de Controlar, Defender e Integrar. A Força Aérea é responsável por controlar o tráfego aéreo nos 22 milhões de km², além de cumprir missões de busca e salvamento para localizar e salvar pessoas em perigo na terra ou no mar. Para isso, conta com Centros Integrados de Defesa Aérea e Controle do Espaço Aéreo, diversas Torres de Controle de Aeródromo, vários Destacamentos de Controle do Espaço Aéreo e profissionais atuando no controle de tráfego 24 horas por dia, 365 dias por ano.

O Defender refere-se à garantia da soberania do espaço aéreo, que inclui toda a extensão do território nacional e a zona econômica exclusiva. A FAB defende essa área com Unidades Operacionais em regiões estratégicas por meio das aviações de Caça, Transporte, Patrulha Marítima, Reconhecimento Aéreo e Alerta Aéreo Antecipado, além das ações terrestres de Contraterrorismo, Garantia da Lei e da Ordem e Defesa Antiaérea. Já o Integrar faz referência às diversas missões da FAB em todo o território nacional. São ações de transporte de órgãos, evacuação aeromédica, transporte aéreo logístico, transporte de urnas eleitorais, construção e recuperação de aeroportos e ações cívico-sociais nas áreas de saúde, educação, esporte, cultura e lazer, entre outras, que levam direitos fundamentais à população carente em regiões de difícil acesso do País.

Clique aqui e leia a orientação técnica sobre como utilizar a Bolacha alusiva à Camapanha Dimensão 22.

Veja o álbum do Flickr e confira as fotos da Campanha Dimensão 22.

PORTAL AERONÁUTICA PARAGUAY - Llegó avión laboratorio para calibrar equipos de aeropuertos


Redacción Aeronáutica Paraguay | Publicada em 22/10/2018 18:51

La Dirección Nacional de Aeronautica Civil (DINAC) informó sobre la llegada al aeropuerto Silvio Pettirossi de un avión laboratorio Embraer Legacy 500 enviado desde el Brasil para inspecciones de equipos de navegación aérea del país.

Junto con la aeronave arribó además un equipo de profesionales de la Misión Técnica Aeronáutica del Brasil.

Édgar Melgarejo, titular de la Dirección Nacional de Aeronáutica Civil (DINAC), indicó que el aparato hará los trabajos de calibración de los instrumentos operacionales de los aeropuertos del país, incluyendo los de Asunción, Ciudad del Este y Concepción.

Siempre según la misma fuente, los trabajos de actualización tecnológica permitirán un control más eficaz del espacio aéreo nacional, así como una mejora en los índices de seguridad en la navegación aérea local.

Mediante el acuerdo de cooperación con el Brasil, Paraguay se ahorrará anualmente unos 600 mil dólares estadounidenses, valor que normalmente se abonaba por este paquete anual de ajustes de equipos, dijo Melgarejo.

 

AEROFLAP - Embraer lança vídeo mostrando a restauração de um Bandeirante


Publicada em 25/10/2018 22:15

Nas próximas horas a Embraer vai fazer uma cerimônia especial, rebuscando o voo do primeiro Bandeirante, avião que deu motivo para a criação da Empresa Brasileira de Aeronáutica, ainda na época do Governo Militar.

Os 50 anos do primeiro voo do Bandeirante é tão significativo que fizemos até mesmo uma matéria especial para contar a história dessa aeronave. Clique Aqui para conferir.

O vídeo acima mostra um Embraer Bandeirante sendo restaurado, e também recebendo a pintura das cores da FAB, similar ao primeiro Bandeirante que voou, apesar desse avião não ter janelas redondas e fuselagem curta.

Você pode acompanhar a cerimônia exclusivamente através das nossas redes sociais.

PORTAL SRZD - Força Aérea Brasileira divulga vídeo sobre eleições em locais remotos


Redação Srzd | Publicada em 25/10/2018 16:59

A Força Aérea Brasileira (FAB) divulgou, nesta quinta-feira (25), uma reportagem sobre o transporte de urnas eletrônicas para regiões de difícil acesso no Brasil. Publicado em suas redes sociais, o vídeo mostra a complexa operação que ajuda a garantir o direito do voto a diversos cidadãos.

A contribuição da Força Aérea atende a um pedido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os oficiais da FAB ajudaram a transportar urnas, mesários e agentes de seguranças até as zonas eleitorais situadas em regiões remotas. No vídeo, os exemplos mencionados são os municípios do Acre localizados no extremo norte do país.