NOTIMP - NOTICIÁRIO DA IMPRENSA

Capa Notimp Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil e até do mundo. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.


PORTAL UOL


AERO MAGAZINE - Novo caça brasileiro: Saab inicia produção do Gripen de dois lugares

Primeiro corte de metal destinado ao Gripen F foi realizado na Suécia

Edmundo Ubiratan | Publicada em 28/03/2020 02:57

O primeiro Gripen biposto (dois lugares) iniciou seu processo de construção com o corte do primeiro segmento de metal. O modelo designado como Gripen F está sendo desenvolvido para a FAB, que será o primeiro cliente do modelo, e compartilha o mesmo design básico do Gripen E.

A primeira peça foi fabricada recentemente nas instalações da Saab, em Linköping, Suécia, e será usada na seção de dutos de ar, localizada logo atrás do cockpit da aeronave. O Gripen F utiliza a mesma estrutura do modelo monoposto, contando com uma fuselagem alongada, capaz de acomodar mais com um assento, displays e controles para um segundo piloto. O Gripen F tem tanto um modo de treinamento quanto e um modo onde os dois pilotos dividem o trabalho com duas diferentes configurações do display. Esta segunda versão pode ser empregada em guerra eletrônica e missões de controle avançado.

“Esse é um marco importante para o projeto Gripen, pois demonstra que a fase de desenvolvimento está acontecendo adequadamente. Isso sinaliza o início da produção da aeronave de dois lugares, o Gripen F, muito aguardado pela Força Aérea Brasileira”, diz o coronel Renato Leite da FAB e chefe do Grupo de Acompanhamento e Controle da Saab (GAC-Saab).

O Programa Gripen F é o modelo com maior participação da indústria brasileira, envolvendo a Embraer, AEL Sistemas, Akaer e Atech. Atualmente, cerca de 400 engenheiros estão trabalhando no desenvolvimento do Gripen F, principalmente no Centro de Projetos e Desenvolvimento do Gripen, localizado nas instalações da Embraer em Gavião Peixoto, interior de São Paulo. Todavia, a fabricação ocorrerá na Suécia e no Brasil.

“Este foi um trabalho de equipe onde tivemos muitas pessoas dedicadas, tanto na Suécia como no Brasil, construindo o caminho para este importante marco da nova versão do Gripen”, diz Jonas Hjelm, head da Saab Aeronautics.

O Brasil encomendou 28 unidades do Gripen E, que serão entregues no Brasil a partir de 2021, e oito Gripen F, com entregas previstas para ocorrer partir de 2023. A Saab também participa com o Gripen F da concorrência do governo da Finlândia para o programa HX de substituição de caças que está em andamento.

PORTAL DEFENSA.COM (Espanha)


Las Fuerzas Aéreas de Brasil y Uruguay continúan transportando pasajeros varados en el exterior por la crisis del Coronavirus -noticia defensa.com - Noticias Defensa defensa.com Brasil


Javier Bonilla, Corresponsal Del Grupo Edefa En Br | Publicada em 28/03/2020 06:49

Ayer aterrizaron en Brasil dos aviones de la FAB, C-130 Hercules, con ciudadanos brasileños que se encontraban en Cuzco, Perú. En el ala 6, en Porto Velho, los aviones hicieron un aterrizaje técnico y se dirigieron a la Base de la Fuerza Aérea de São Paulo (BASP), en Guarulhos. La acción de la Fuerza Aérea Brasileña (FAB) es parte de la Operación COVID-19, lanzada por el Ministerio de Defensa, que, en esta etapa, tenía como objetivo rescatar a los brasileños que no pudieron regresar al país. La misión también contó con la mediación del Ministerio de Relaciones Exteriores.

Con la misión coordinada por el Comando de Operaciones Aeroespaciales (COMAE) en el Centro de Operaciones Conjuntas del Ministerio de Defensa, el avión, operado por el Primer Escuadrón del Primer Grupo de Transporte - Escuadrón Gordo (1er / 1er GT), despegó el martes (24) de Río de Janeiro y Belém a Porto Velho, donde fueron adaptados para recibir pasajeros que se encontraban en Perú. El miércoles por la mañana, los aviones volaron a Cuzco.

Antes de embarcarse en Perú, los brasileños y  extranjeros acompañantes se sometieron a una evaluación médica, de acuerdo con los protocolos internacionales. A bordo y para evitar una posible contaminación, la tripulación, el personal médico y los pasajeros fueron separados en diferentes sectores dentro de los aviones.

El equipo médico que formó parte de la misión en Cuzco también participó anteriormente en la Operación Regreso a la Patria de Brasil, cuando dos aviones FAB E-190 VC-2 fueron a Wuhan, China, para transportar a 34 brasileños y familiares extranjeros.

Simultáneamente, otro Hércules C-130 de la Fuerza Aérea Uruguaya (el FAU 591) volaba a Ecuador (Quito) y SAnta Cruz, en Bolivia a buscar uruguayos atrapados por la crisis, mientras que otras aeronaves militares uruguayas estaban alertas para trasegar pasajeros de esta nacionalidad desde Ezeiza (Buenos Aires), con un Emb-120 y un C-212 afectados a esa tarea.

MINISTÉRIO DA DEFESA


Militares das Forças Armadas realizam descontaminação de espaços públicos


Ten Raquel Alves | Publicada em 27/03/2020 11:53

Dando continuidade às atividades no combate ao Coronavírus em todo país, militares das Forças Armadas atuam na descontaminação de locais públicos no Rio de Janeiro (RJ). As ações fazem parte da Operação Covid-19, que ativou 10 comandos conjuntos distribuídos por todo o Brasil, sob coordenação do Ministério da Defesa.

As duas estações de embarque das barcas (Praça XV), que transportam pessoas do Rio de Janeiro para Niterói e Paquetá, passaram por descontaminação realizada por cinquenta militares da Marinha do Brasil, na quinta-feira (26) passada. Munidos de Equipamentos de Proteção Individual (EPI), eles aspergiram uma solução de álcool 70 e alvejante à base de cloro no interior das barcas, em suas rampas de acesso e nas áreas onde ficam localizadas as máquinas de recarga de cartões, caixas eletrônicos e outros serviços.

“Esse trabalho visa reduzir a contaminação e o risco de alastramento da Covid-19”, explicou o Oficial de Operações do Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais de Defesa NBQR, Capitão de Fragata Alessandro Braga Gonçalves, responsável pela ação. 

Já o Exército Brasileiro realizou a descontaminação na Central do Brasil e na Estação de Metrô Estácio. Quarenta militares aplicaram BX 24 e BX 29, elementos químicos amplamente utilizados para descontaminação e destoxificação de agentes químicos e biológicos. A próxima ação está prevista para acontecer na madrugada desta sexta-feira, apenas na Central do Brasil, pois alguns locais ainda não foram descontaminados. Os militares do Exército também fazem uso de EPI nas ações.

Até o momento, estão sendo empregados cerca de 145 viaturas, 29 embarcações e mais de cinco mil militares da Marinha, Exército e Aeronáutica, que trabalham em ações de conscientização da população, apoio a órgãos governamentais e de fronteiras, limpeza e descontaminação de locais públicos, postos de triagem, campanhas de vacinação, montagens de barracas para atendimento, dentre outras.