NOTIMP - NOTICIÁRIO DA IMPRENSA

Capa Notimp Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil e até do mundo. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.


PORTAL G1


Onça-pintada resgatada das queimadas no Pantanal em MT está com as quatro patas queimadas e estado de saúde é delicado

Segundo os bombeiros, ela apresentava grave desidratação com possíveis alterações renais.

Redação | Publicada em 18/08/2020 14:46

A onça-pintada que foi resgatada nessa segunda-feira (17) ameaçada pelo fogo no Pantanal mato-grossense sofreu queimaduras em todas as patas e estado de saúde dela é considerado delicado.

O animal a onça apresenta queimaduras de terceiro grau nas patas e há suspeita de que tenha inalado fumaça do incêndio, A onça chegou em estado grave de desidratação e está internada no Hospital Veterinário (Hovet) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), em Cuiabá.

A onça invadiu várias casas de moradores do Pantanal depois que teve seu habitat destruído pelas queimadas na região durante o fim de semana, em Poconé, a 104 km de Cuiabá.

O animal foi resgatado de helicóptero durante uma operação integrada do Corpo de Bombeiros, Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Força Aérea Brasileira (FAB), ICMBio e moradores pantaneiros.

O coronel Paulo Barro contou ao G1 que as equipes foram até o Pantanal no sábado (15) para montar um centro de triagem na região para atender os animais vítimas dos incêndios florestais. No entanto, no domingo (16), a equipe foi informada sobre a onça-pintada que estava circulando a região.

“Tomamos alguns procedimentos, mas não foram suficientes. Nessa segunda-feira, as veterinárias acharam melhor traze-la para Cuiabá”, explicou.

A onça foi sedada e levada em um avião da FAB até o hospital veterinário de Cuiabá.

Os pantaneiros disseram aos bombeiros que o animal estava entrando nas casas e quintais de uma área afetada pelo incêndio. Toda noite ela entrava na casa de alguém e, para não expor os moradores, as equipes de resgate decidiram tirá-la da região.

Agora o animal receberá os cuidados necessários e deve ser solta na natureza em um local mais seguro.

Entre janeiro e essa segunda-feira (17), 820 mil hectares do Pantanal de Mato Grosso haviam sido destruídos pelo fogo.

AGÊNCIA BRASIL


Conjunto de radares reforçará ações contra tráfico aéreo na fronteira

Equipamentos vão ajudar na interceptação de voos clandestinos

Andreia Verdélio | Publicada em 18/08/2020 13:20

O presidente Jair Bolsonaro participou hoje (18) da inauguração da Estação Radar de Corumbá, cidade localizada na fronteira do Brasil com a Bolívia, no Mato Grosso do Sul. O novo instrumento reforçará o sistema de radares e monitoramento da Força Aérea Brasileira (FAB) e ampliará a vigilância na fronteira, em especial para repressão ao tráfico com ações de interceptação de aeronaves.

“De maio para cá, não só Polícia Federal, bem como a Polícia Rodoviária Federal, vem batendo recordes de apreensão de drogas e armamento pelo Brasil. Isso que estamos inaugurando aqui, que é um projeto de algum tempo, vai colaborar e muito no combate a esse tipo de crime em nosso país”, disse Bolsonaro.

A nova estação possui dois radares para controlar o espaço aéreo, com foco na cobertura em baixas altitudes e identificação de aeronaves não-autorizadas. De acordo com a FAB, outros dois instrumentos serão implantados nas cidades de Porto Murtinho e Ponta Porã, ambas em Mato Grosso do Sul, o que garantirá a vigilância em toda a fronteira do estado com os países vizinhos. O projeto é uma ação conjunta dos ministérios da Defesa e da Justiça e Segurança Pública.

Em comunicado, o governo do Mato Grosso do Sul afirmou que o reforço no sistema de radares da Aeronáutica “será fundamental no combate ao tráfico internacional de cocaína boliviana na região de fronteira para o Brasil a partir de Corumbá”.

“Somente neste ano, segundo a FAB, foram interceptadas mais de 3,5 toneladas de cocaína em voos clandestinos da Bolívia para o Brasil, por meio das unidades de caça, na maioria das vezes interceptações do Esquadrão Flecha, da Ala 5 (antiga Base Aérea de Campo Grande)”, diz, acrescentando que, de janeiro a agosto deste ano, a polícia sul-mato-grossense também tirou de circulação mais de 424 toneladas de drogas, um aumento de 88% em relação ao mesmo período do ano passado.

EBC - EMPRESA BRASILEIRA DE COMUNICAÇÃO


Bolsonaro inaugura Estação Radar Corumbá da Força Aérea Brasileira


Brasil Em Dia | Publicada em 18/08/2020 09:45

O presidente Jair Bolsonaro inaugura, na cidade de Corumbá, no Mato Grosso do Sul, uma Estação Radar da Força Aérea Brasileira, que vai reforçar a vigilância nas fronteiras do país. Uma das principais preocupações do Governo Federal é o tráfico internacional de drogas e o novo radar fica localizado em uma posição estratégica para reforçar o monitoramento das fronteiras do país.

Inauguração da Estação Radar de Corumbá


Redação | Publicada em 18/08/2020 12:15

 

#AoVivo Acompanhe a cerimônia de Inauguração da Estação Radar de Corumbá (MS), no aeroporto da cidade do Mato Grosso do Sul. A estação será utilizada para monitoramento das fronteiras. O evento conta com a participação do presidente da República Jair Bolsonaro. Conheça a programação da sua TV Brasil: http://tvbrasil.ebc.com.br/

DEFESA AÉREA & NAVAL


EXOP Tápio: FAB inicia segunda etapa na ALA 5


Guilherme Wiltgen | Publicada em 18/08/2020 13:21

A segunda etapa do Exercício Operacional Tápio (EXOP Tápio), começou nesta segunda-feira (17), na Ala 5, em  Campo Grande (MS) e se estende até o dia 04 de setembro.

O EXOP é dividido em duas fases: a primeira foi realizada de 10 a 14 de agosto, no Campo de Provas Brigadeiro Velloso (CPBV), localizado em Novo Progresso, no sul do Pará.

A segunda etapa teve início com uma apresentação inicial para os militares participantes com orientações operacionais e informações sobre as medidas preventivas de saúde. Com o intuito de evitar aglomerações, o efetivo total foi dividido em grupos, que assistiram à palestra por meio de videoconferência.

Os treinamentos realizados na Tápio têm como objetivo adestrar as Unidades Aéreas e de Infantaria do Comando de Preparo (COMPREP) no cumprimento de Ações de Força Aérea em cenário de Guerra Irregular, Assimétrica, Regional e Limitada.

O Exercício é fundamental para garantir a continuidade da capacitação operacional dos militares da Instituição e a pronta-resposta para emprego em diversas missões que são executadas pela Força.

A manutenção da qualificação e capacitação operacional garantem que os militares estejam preparados para atuarem em missões como as de combate aos focos de incêndio no Pantanal, a Operação Verde Brasil 2 e a Operação COVID-19 (de apoio no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus), que estão em curso no momento, além da atuação em casos de resgate, transporte aéreo logístico, entre outras.

Segundo o Diretor do Exercício, Brigadeiro do Ar Luiz Cláudio Macedo Santos, todas as medidas estão sendo tomadas para que o Exercício seja realizado. “A manutenção da nossa capacidade operacional é o grande objetivo do Exercício Operacional Tápio. Além disso, foi elaborado um Plano de Biossegurança para prevenção e combate à pandemia do novo coronavírus”, explicou.

Medidas de Prevenção à COVID-19

Foi criada uma Comissão de Vigilância em Saúde do Exercício Operacional Tápio 2020 e a data do Exercício foi alterada para que os meios e procedimentos de prevenção fossem aprimorados.

PORTAL DEFESANET


Comandante da Aeronáutica participa do 44º Bródio dos Jaguares

O evento aconteceu na Ala 2, em Anápolis (GO), no dia 15 de agosto

Agência Força Aérea | Publicada em 18/08/2020 10:30

O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez participou, no dia 15 de agosto, do 44º Bródio dos Jaguares, realizado na Ala 2, em Anápolis (GO). O evento acontece anualmente e reúne os Jaguares, código dos pilotos do 1º Grupo de Defesa Aérea (1º GDA), além de Jaguares Honorários, que são militares ou civis que tenham contribuído com seu trabalho para que a missão da Unidade fosse cumprida com êxito. Neste ano, a cerimônia seguiu todos os cuidados recomendados para enfrentamento ao novo Coronavírus, além de ter sido transmitida 

Participaram do evento o Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Augusto Amaral Oliveira; o Comandante-Geral de Apoio da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior; o Comandante de Preparo, Tenente-Brigadeiro do Ar Luiz Fernando de Aguiar; o Diretor-Geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo, Tenente-Brigadeiro do Ar Heraldo Luiz Rodrigues; o Comandante Interino da Ala 2, Coronel Aviador Gustavo Pestana Garcez; além de Comandantes das Organizações Militares que compõem a Guarnição de Aeronáutica de Anápolis.

Para o Tenente-Brigadeiro Bermudez, é uma honra participar deste momento, por representar grande parte da história da Força Aérea Brasileira (FAB). “Estar em Anápolis, estar na Ala 2, é sempre motivo de imensa satisfação por podermos desfrutar desta atmosfera operacional, a verdadeira essência de nossa Instituição. Desde sempre, esta Base desatacou-se por seu elevado valor estratégico na defesa de nossos céus. Como Jaguar 117, e integrante deste seleto grupo, honra-me ter voado naquele que durante mais de 30 anos foi o escudo e a espada de nossa Defesa Aérea, o saudoso F-103 Mirage. E, como Comandante da Aeronáutica, sinto-me privilegiado por participar do 44º Bródio dos Jaguares, ocasião em que, envoltos pelo ambiente de amizade e união, congregam-se os Jaguares de hoje e os de ontem”, destaca.

O Comandante Interino da Ala 2, Coronel Aviador Pestana, salientou a importância do evento. “O Bródio não é só uma reunião de pilotos. Ele marca um salto operacional que a Força Aérea deu na década de 70, quando houve a implantação do robusto Sistema de Defesa Aérea. Temos uma tradição muito forte neste lugar, que vem desde os Dijon Boys que trouxeram toda a doutrina especial de Defesa Aérea. Hoje, com a mesma cultura organizacional de vanguarda, estamos implementando a aeronave Gripen na Força Aérea Brasileira”, disse.

Já o Comandante do Primeiro Grupo de Defesa (1º GDA) – Esquadrão Jaguar, Tenente-Coronel Aviador Leandro Vinicius Coelho, comentou sobre o encontro. “O Bródio dos Jaguares é o encontro anual dos pilotos de caça que serviram e servem com muita honra. Hoje realizamos o evento respeitando todos os protocolos de combate à COVID-19, fizemos a primeira transmissão ao vivo de forma a levar o evento a todos os ex-integrantes”, salienta.

Homenagens

Nesta 44ª edição do Bródio dos Jaguares, o Capitão Aviador Luca Centurione Scotto foi homenageado por ser o piloto que mais se destacou nas atividades operacionais do 1º GDA. Por isso, recebeu o Troféu George Guynemer – jovem piloto de caça francês que se destacou pelas habilidades, tornando-se um ás da aviação, com 54 vitórias em combate durante a 1º Guerra Mundial. O Cap Centurione seguirá para a Suécia, no próximo ano, para realizar a formação operacional como Piloto de Gripen, o novo supersônico da FAB.

Para homenagear o trabalho dos mecânicos de aviação, sem os quais os pilotos jamais cumpririam as missões atribuídas aos Esquadrões Aéreos, o 1º GDA entregou ao Sargento Especialista em Eletricidade e Instrumentos Vilmar Alves Magalhães, do efetivo do Grupo Logístico da Ala 2, o Troféu Virgílio Prediliano de Andrade. Conforme a história, ele foi um dos mecânicos que liderou com destreza uma turma de mecânicos de diferentes especialidades na campanha realizada pelo 1º Grupo de Aviação de Caça em solo italiano.

Foram entregues, também, a Taça e o Diploma ao mais novo Jaguar, o Capitão Aviador Gabriel Souza Dixini. O piloto, que é Líder de Esquadrilha da Aviação de Caça e Piloto Operacional de Defesa Aérea, recebeu o código vitalício de Jaguar 273. O Oficial também seguirá para a Suécia onde fará sua formação operacional como Piloto de Gripen.

Ainda durante a noite, aconteceu a Declaração dos Novos Jaguares Honorários. Esta é uma homenagem prestada pelo 1º GDA àqueles que contribuíram para o desempenho das atividades do Esquadrão. Para tanto, o título foi entregue ao Tenente-Brigadeiro do Ar Amaral, que recebeu o código Jaguar Honorário 168.

“Nesta fase da minha carreira, onde trabalhei com diversos projetos que hoje vão dar frutos em Anápolis, como o Gripen, sinto-me honrado pelo alto grau de conceito que esta organização goza da minha parte e da carreira que desenvolvi”, destaca o Oficial-General.

Foi outorgado, ainda, o título de Jaguar Honorário ao Coronel Aviador Pestana e ao Sargento Especialista em Administração Marney de Souza Ferreira.

PORTAL DO GOVERNO DO BRASIL


Nova estação de radar no Mato Grosso do Sul reforçará segurança no espaço aéreo

O Presidente Jair Bolsonaro inaugurou estação em Corumbá que amplia a vigilância e o combate ao tráfego aéreo ilícito

Redação | Publicada em 18/08/2020 13:36

Uma nova estação radar da Força Aérea Brasileira (FAB) iniciou as atividades nesta terça-feira (18) para reforçar a segurança do espaço aéreo na fronteira do Brasil com o Paraguai e a Bolívia. O equipamento, instalado em Corumbá, no Mato Grosso do Sul, foi inaugurado pelo Presidente Jair Bolsonaro. 

O equipamento amplia a vigilância aérea brasileira e o combate ao tráfego aéreo ilícito, com foco no Centro-Oeste brasileiro. A estação vai facilitar o monitoramento de aeronaves voando em baixas altitudes na região de fronteira e ampliar a capacidade de identificação de voos não autorizados. Assim, colabora para ações de policiamento do espaço aéreo e de combate ao narcotráfico. 

Durante a cerimônia de inauguração, o Presidente Jair Bolsonaro ativou a estação radar por meio de vídeos interativos de acionamento do sistema. Ele também se comunicou com o piloto do Super Tucano A-29 e deu o comando para o início da ação que simulou a interceptação de uma aeronave ilícita. 

O Comandante da Aeronáutica, Antonio Carlos Moretti Bermudez, destacou a importância do funcionamento do sistema para a segurança da fronteira brasileira. 

“O dia de hoje marca a importância dada pelo governo brasileiro a defesa da soberania e de suas riquezas. Nossa fronteira sudoeste é o símbolo da natureza indômita, onde estão localizados o bioma Pantanal, um extraordinário patrimônio hídrico, a terceira maior reserva de minério de ferro e a segunda de manganês do Brasil. Riquezas que despertam interesses e cobiças”, disse o comandante da Aeronáutica. 

 Monitoramento do espaço aéreo 

A estação instalada em Corumbá é composta por radares primário e secundário. O primário faz parte de uma nova geração de radares de longo alcance com capacidade para detectar aeronaves cooperativas e não-cooperativas. Também identifica alvos com precisão, além de ter funções de proteção eletrônica que resguardam os radares contra interferências eletromagnéticas, sejam elas intencionais ou não. O radar secundário obtém informações como identificação, altitude e velocidade de aeronaves. 

Com os equipamentos é possível, por exemplo, detectar aeronaves em altas velocidades com grande capacidade de manobras, como os aviões de caças, e obter informações com elevado grau de assertividade permitindo melhores ações de interceptação pelos caças da FAB. 

Depois de Corumbá, as localidades de Porto Murtinho (MS) e Ponta Porã (MS) deverão as próximas a contarem com o equipamento. 

Produção nacional 

Os radares foram fabricados no Brasil pela Omnisys, empresa da Base Industrial de Defesa do Brasil. O contrato de fornecimento prevê a absorção do conhecimento técnico pelo Comando da Aeronáutica (Comaer), possibilitando a manutenção preventiva e corretiva, minimizando os custos de logística e mantendo um alto nível de disponibilidade dos equipamentos. 

“Seu projeto representa a competência da engenharia brasileira e nos dá a certeza que a integração dos campos científico e tecnológico, o fomento e estímulo a pesquisa e ao desenvolvimento são capazes de prover a nação brasileira a soberania imprescindível ao franco crescimento”, disse o Comandante da Aeronáutica, Antonio Carlos Moretti Bermudez.

OUTRAS MÍDIAS


JOVEM SUL NEWS - Atletas da FAB retomam treinamento para os Jogos Olímpicos de Tóquio


Ten Letícia Faria | Publicada em 18/08/2020 18:26

A fase de treino acontece em Portugal e é promovida pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

Militares da Força Aérea Brasileira (FAB) participam da fase de treinamentos, em Portugal, para preparação aos Jogos Olímpicos de Tóquio (2021). Batizado de Missão Europa, o treinamento promovido pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) está previsto para ocorrer entre os meses de julho e dezembro de 2020, em diversos locais de Portugal, como em Rio Maior, Cascais, Coimbra e Sangalhos, dividindo entre períodos, as participações de cada modalidade.

A Missão Europa tem como principal objetivo dar suporte à retomada de treinamentos dos atletas classificados ou com potencial de classificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio, garantindo a segurança total da delegação e cumprindo os protocolos sanitários exigidos e validados pelos serviços médicos, como a realização prévia dos exames de PCR e Sorologia.

Neste momento, ao todo, 19 Sargentos da Ginástica Artística, da Maratona Aquática, da Natação e do Triatlo já treinam em solo português e se entusiasmam pela oportunidade de retomarem o ritmo interrompido durante a pandemia. O Sargento Arthur Zanetti, que compõe a equipe de Ginástica Artística, juntamente com o Sargento Luís Porto e o Sargento Caio Souza, destacou o sentimento de voltar a treinar. “É uma felicidade e alívio poder voltar para o ginásio. Aqui, sinto que estou indo para as Olimpíadas, tudo bem organizado. É uma motivação para todo mundo”, vibra.

Confira a relação provisória da equipe de atletas militares olímpicos que participam da Missão Europa:

Atletismo: Sargento Jorge Vides; Sargento Alexander Russo; Sargento Darlan Romani; Sargento Fernanda Raquel; Sargento Augusto Dutra; Sargento Caio Bonfim; Sargento Lorraine Barbosa; e Sargento Dérick de Souza.

Maratona Aquática e Natação: Sargento Viviane Jangblut; Sargento Fernando Ponte; Sargento Pedro Spajari; e Sargento Gabriel Santos.

Taekwondo: Sargento Caroline Santos

Triatlo: Sargento Kauê Willy; Sargento Danilo Pimentel; e Sargento Vittória Lopes.

Fotos: Marcello Bravo/COB
Fonte: CDA, por Tenente Natália
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Letícia Faria – Revisão: Major Monteiro

O OTIMISTA - ITA prepara curso de pós-graduação em plataforma EAD


Redação | Publicada em 18/08/2020 11:00

O Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), instituição vinculada a Aeronáutica oferta vagas para curso de pós-graduação em segurança de voo e aeronavegabilidade continuada, o chamado PE-Safety.

O curso é voltado exclusivamente para profissionais da aviação. As inscrições podem ser feitas até o dia 17 de setembro no site da entidade.

O curso de PE-Safety integra competência de engenharia aeronáutica, engenharia de helicópteros e aeronaves de asas rotativas, segurança operacional de voo, gerenciamento de crises e planejamento de contingências, análise de ambientes de negócios da aviação, certificação aeronáutica, aeroportos e segurança e medicina aeroespacial.