NOTIMP - NOTICIÁRIO DA IMPRENSA

Capa Notimp Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil e até do mundo. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.


PORTAL DEFESANET


FAB realiza Campanha de Doação de Sangue

Militares, dependentes e civis das Organizações Militares de todo o País poderão participar da ação, que é coordenada pela Diretoria de Saúde da Aeronáutica (DIRSA)

Tenente-coronel Santana | Publicada em 09/09/2020 11:00

A FAB (Força Aérea Brasileira) mantém, permanentemente, a Campanha de Doação de Sangue com o lema "Você era a gota que faltava. Doe sangue. Doe Vida!". 

Em reverência à Semana da Pátria, a partir desta quarta-feira (9), a Diretoria de Saúde da Aeronáutica (DIRSA), sob orientação do Comando-Geral do Pessoal (COMGEP), inicia mais uma fase com o objetivo de estimular militares, civis e dependentes para a doação de sangue.

O Diretor da DIRSA, Major-Brigadeiro Médico José Luiz Ribeiro Miguel, salienta a importância da Campanha. “As Organizações de Saúde da FAB estimulam, todos os anos, a doação de sangue por parte do seu efetivo de civis e militares. Nesta semana da Pátria, reforçamos o sentimento de solidariedade e a importância da doação de sangue neste período de pandemia. É o momento de reverenciarmos a Independência do Brasil e despertarmos o patriotismo e a união de todos os brasileiros", enaltece o Oficial-General.

Para marcar a campanha, integrantes do Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA), mais conhecido como Esquadrilha da Fumaça, que encantam com suas manobras a bordo do A-29 Super Tucano pelos céus do Brasil e do mundo, e que já participaram de diversas ações de incentivo à doação de sangue, sobrevoaram, nesta terça-feira (8), os céus de Brasília (DF), onde escreveram a frase “Doe Sangue. Doe Vida”.

A doação de sangue é um gesto simples, porém, com significado especial por contribuir com a manutenção dos estoques dos hemocentros, fundamentais para a saúde pública. Por isso, o Comando da Aeronáutica continua empenhado em colaborar com ações de solidariedade dessa natureza.

FAB solidária

Diante do atual cenário de combate ao novo Coronavírus, e em razão das necessidades constantes de abastecimento dos hemocentros de todo o Brasil, a Força Aérea incentiva o efetivo para que faça sua parte como doadores. Desde 2017, a FAB promove a campanha “Você era a gota que faltava. Doe Sangue. Doe Vida!”.

Aeronáutica reabre Exames de Admissão com 150 vagas para nível superior

As provas escritas ocorrem no próximo dia 27 de setembro de 2020

Tenente Leonardo E Capitão Oliveira Lima | Publicada em 09/09/2020 09:09

A Força Aérea Brasileira (FAB) reabriu, no dia 18 de agosto, os Exames de Admissão que contemplam 28 profissões de nível superior, nos Cursos de Adaptação de Médicos da Aeronáutica (CAMAR), de Dentistas da Aeronáutica (CADAR), de Farmacêuticos da Aeronáutica (CAFAR) e nos Estágios de Adaptação de Oficiais Engenheiros da Aeronáutica (EAOEAR), de Oficiais de Apoio da Aeronáutica (EAOAP), e de Instrução e Adaptação de Capelães da Aeronáutica (EIAC) para o ano de 2021. As provas escritas estão marcadas para o próximo dia 27 de setembro.

Ao todo, foram abertas 150 vagas para os cursos que serão ministrados no Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR). As inscrições para os processos seletivos ocorreram no período de 10 a 27 de fevereiro de 2020 e, após essa etapa, os Exames foram suspensos em virtude da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do Coronavírus (COVID-19).

Os processos seletivos são compostos de provas escritas (língua portuguesa, conhecimentos especializados e redação), inspeção de saúde, exame de aptidão psicológica, teste de avaliação do condicionamento físico, prova prático-oral (somente para médicos, dentistas e farmacêuticos), procedimento de heteroidentificação complementar e validação documental.

Seleção

Se aprovado em todas as etapas, o candidato fará o curso/estágio no Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR), em Lagoa Santa (MG), durante aproximadamente 17 semanas. Após a conclusão com aproveitamento, o aluno será nomeado Segundo-Tenente, no caso dos Capelães, e Primeiro-Tenente, nos demais quadros.

Para mais informações, consulte o edital na página www.fab.mil.br/ciaar.

PORTAL AEROFLAP


Com cerca de 1200 horas de voo, EXOP Tápio 2020 se encerra na ALA 5


Pedro Viana | Publicada em 09/09/2020 23:24

Com cerca de 1.200 horas voadas, a Força Aérea Brasileira (FAB) finalizou, na sexta-feira (04/09), a segunda fase do Exercício Operacional Tápio 2020, realizado na Ala 5 – Base Aérea de Campo Grande.

O treinamento, focado nas missões de guerra não convencional, reuniu cerca de 40 aeronaves de mais de 20 Esquadrões, além das Unidades de Infantaria da FAB, militares da Marinha e do Exército, comprovando a alta capacidade de interoperabilidade entre as forças.

Um total de 16 ações de Força Aérea foram treinadas durante os 19 dias de Exercício. Entre elas, os lançamentos de carga e paraquedista, a partir das aeronaves de transporte da FAB. Foram 790 saltos operacionais e cerca de 60 missões de lançamento de carga.

Destaque para as missões aéreas compostas, do inglês Composite Air Operation (COMAO), quando aeronaves distintas partem em um curto espaço de tempo para realizar missões com um objetivo comum.

Durante o Exercício Operacional Tápio, foram realizados oito COMAO, que contaram com a participação das aeronaves das aviações de Caça, Asas Rotativas, Transporte, Reconhecimento e Busca e Salvamento.

Os Grupos de Defesa Antiaérea da FAB também participaram do Exercício, realizando 125 disparos simulados do míssil IGLA-S e as Unidades de Asas Rotativas, além da aeronave SC-105, cumpriram diversas missões de Resgate em Combate (CSAR). 

Segundo o Comandante de Preparo, Tenente-Brigadeiro do Ar Luiz Fernando de Aguiar, a avaliação do Exercício é positiva pela possibilidade de reunir diferentes Aviações e Unidades operacionais para cumprir objetivos comuns ou complementares.

“Estamos muito satisfeitos porque todos os objetivos traçados foram atingidos na plenitude”, destacou.

Um dos diferenciais desta edição do Exercício Operacional Tápio foram as medidas adotadas para combate e prevenção à COVID-19. De acordo com o Diretor do Exercício e Comandante da Ala 5, Brigadeiro do Ar Luiz Cláudio Macedo Santos, todas as ações tomadas foram efetivas.

“Dentre as peculiaridades do Plano de Biossegurança, nós realizamos as testagens antecipadamente, bem como as testagens intermediárias e fizemos o acompanhamento e monitoramento dos militares que apresentassem algum tipo de suspeita. Houve uma eficácia de 100% nos nossos protocolos de biossegurança”, ressaltou.

Força Aérea Brasileira realiza missão de Busca e Salvamento no Pará


Pedro Viana | Publicada em 09/09/2020 23:19

Duas aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) realizaram missão de Busca e Salvamento na região amazônica, na madrugada desta terça-feira (08/09).

Um SC-105 Amazonas, operado pelo Segundo Esquadrão do Décimo Grupo de Aviação (2º/10º GAV) – Esquadrão Pelicano, foi empregado para fazer as buscas na área do município de Itaituba (PA), onde localizou piloto e passageiros de uma aeronave considerada desaparecida.

Um helicóptero H-60 Black Hawk, do Sétimo Esquadrão do Oitavo Grupo de Aviação (7°/8° GAV) – Esquadrão Harpia, completou o resgate.

O Centro de Coordenação de Salvamento Aeronáutico Amazônico (SALVAERO), unidade da FAB responsável por coordenar buscas aéreas na região, foi notificado, na segunda-feira (07), sobre o desaparecimento da aeronave e acionou os Esquadrões para a missão. Os resgatados foram entregues em boas condições às famílias em Itaituba. 

Mais em Home

O Comandante do Esquadrão Pelicano, Tenente-Coronel Aviador Leonardo Machado Guimarães, explicou que a tripulação utilizou 100% da capacidade tecnológica para conseguir realizar as buscas.

Os militares usaram óculos de visão noturna (NVG, sigla em inglês para Night Vision Goggles) e o sistema eletro-óptico infravermelho da aeronave com câmera FLIR (Forward Looking Infra-Red).

“Cumprir esse desafio com o uso desses recursos é mais um grande marco para nossa história. Para nós, é uma honra continuar salvando vidas”, acrescentou.

O Comandante do Esquadrão Harpia, Tenente-Coronel Aviador Leonardo Ell Pereira, disse que esse acionamento representa a alta capacidade de pronta-reposta da FAB.

“Mesmo em condições adversas, as tripulações conseguiram concluir a missão com êxito, utilizando o sistema NVG. Demonstramos, mais uma vez, que estamos sempre prontos para salvar vidas”, acrescentou.

OUTRAS MÍDIAS


PORTAL ESBRASIL - 10 bolsas integrais para as turmas ITA e IME


Da Redação | Publicada em 09/09/2020 22:41

De acordo com o juiz federal e professor Wiliam Douglas, a intenção é dar oportunidades para meninos e meninas pobres terem acesso a uma escola de ponta. ”Precisamos abrir caminhos para que os mais pobres possam subir na vida” afirma o professor.

O evento de lançamento da parceria será nesta quarta-feira (9), às 19h, com a palestra on-line “ITA/IME – O caminho para o futuro”, que terá a participação do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas (ex-aluno do IME), o reitor do ITA, dr. Anderson Ribeiro Correia; o juiz federal professor Willian Douglas, e o CEO Pensar em Educação, professor Vilton Soares.

De acordo com a Educafro os aprovados para a bolsa terão direito a acomodação, alimentação, material didático, apoio pedagógico e bolsa integral em um dos mais fortes colégios do Brasil. O aluno fará ou terminará o ensino médio em Teresina/ Piauí, morando em alojamento para estudantes.

Sobre a Educafro

O objetivo geral da EDUCAFRO é reunir pessoas voluntárias, solidárias e beneficiárias desta causa, que lutam pela inclusão de negros, em especial, e pobres em geral, nas universidades públicas, prioritariamente, ou em uma universidade particular com bolsa de estudos, com a finalidade de possibilitar empoderamento e mobilidade social para população pobre e afro-brasileira