NOTIMP - NOTICIÁRIO DA IMPRENSA

Capa Notimp Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil e até do mundo. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.


PORTAL METROPOLES (DF)


Subcomissão que monitora acordo com EUA irá a Alcântara

A ideia é garantir o bom uso do Centro de Lançamentos maranhense e a retomada das negociações com as comunidades quilombolas

Da Redação | Publicada em 17/09/2019 18:37

A Subcomissão Permanente que vai acompanhar e debater as tratativas do Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (AST) deve promover, entre suas primeiras ações, uma visita à Alcântara (MA). A decisão foi um pedido feito pelos deputados federais que integram o colegiado, durante a apresentação do plano de trabalho, nesta terça-feira (17/09/2019).

Prestes a ser votado pelo Plenário da Câmara dos Deputados, após um pedido de urgência ser aprovado, o AST deverá ser monitorado pelos parlamentares da Comissão de Ciência, Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI) da Casa. Entre as missões do grupo está a de garantir o bom uso do Centro de Lançamentos maranhense e a retomada das negociações com as comunidades quilombolas, que reivindicam a resolução de passivos desde a instalação da Base, em 1983.

Presidida pelo vice-líder do PCdoB, deputado federal Márcio Jerry, sob a relatoria da deputada Luiza Erundina (PSol-SP), nomes do PP, PT, PSB, PSD, Republicanos (ex-PRB) e DEM integram a comitiva. Maranhense, Jerry têm defendido que o acordo firmado com o governo americano seja usado para estabelecer a convergência entre o desenvolvimento e a solução de danos causados à população local.

Além da visita, que ainda deverá ter sua data definida, também serão realizados seminários e outras visitas técnicas à região, a fim de compreender mais profundamente do que se trata o acordo e quais os impactos sobre a sociedade

OUTRAS MÍDIAS


Aeroflap - China apresenta publicamente novo drone capaz de atingir velocidades supersônicas


André Magalhães | Publicada em 17/09/2019

A China apresentou neste fim de semana seu novo drone que é capaz de atingir velocidades supersônicas. O novo veículo-aéreo-não-tripulado foi apresentado em público durante ensaio para um desfile militar.

De acordo com o jornal South China Morning Post (SCMP), o drone é um DR-8. Por ter sido mostrado em público muitas imagens foram postadas nas redes sociais. Além disso algumas discussões sobre a semelhança do drone chinês com o norte-americano D-21 também foram vistas nas redes sociais.

De acordo com um comentarista, Zhou Chenming relacionados a assuntos de defesa, que foi entrevistado pelo SCMP, o drone chinês DR-8 é capaz de alcançar velocidades superiores ao norte-americano D-21, e pode chegar a Mach 3.3.

Pouco se sabe mais sobre essa nova arma chinesa. Mas é uma prova que a China está ativa no desenvolvimento de novas armas, o que inclui as forças terrestres, marítimas e aéreas. No meio aéreo dentro da aviação de caça o que mais se destaca é o caça de 5º geração J-21, que muito se assemelha ao norte-americano F-22 Raptor.

Atualmente, o J-21, junto com os norte-americanos F-22 e F-35 e o russo SU-57, são os únicos caças de 5ª geração no mundo.