NOTIMP - NOTICIÁRIO DA IMPRENSA

Capa Notimp Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil e até do mundo. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.


AGÊNCIA BRASIL


Secretário de Defesa dos EUA vem ao Brasil ampliar cooperação técnica

É a primeira visita de James Mattis à América do Sul

Por Agência Brasil | Publicado em 10/08/2018 - 05h59

Pela primeira vez, o secretário de Defesa dos Estados Unidos, James Mattis, 67 anos, visita a América do Sul. Na próxima segunda-feira (13), ele terá reuniões, em Brasília, com os ministros Joaquim Silva e Luna, da Defesa, e Aloysio Nunes Ferreira, das Relações Exteriores. Em discussão, alternativas para avançar na cooperação nas áreas técnica, científica, político-militar e indústria de defesa.

Em tempos de paz, as parcerias entre os dois países são para troca de conhecimento, treinamento de militares e aperfeiçoamento de técnicas e informações, segundo especialistas que acompanham o assunto.

Na visita ao Brasil, Mattis deverá participar de reuniões dos grupos de Diálogo Político-Militar e da Indústria de Defesa. O esforço é para ampliar os mecanismos de cooperação bilateral para elevar o comércio na área.

O Brasil e os Estados Unidos não mantêm acordos de aliança militar. Quando há esse tipo de acordo, os dois países negociam ações militares, com planejamento de exercícios de guerra defensivos e ofensivos.

Histórico

Com amplo mercado de consumo na área de defesa e armamentos, os Estados Unidos estão entre os principais importadores do Brasil, assim como os brasileiros compram dos norte-americanos.

No momento, os norte-americanos negociam a compra de 300 aeronaves Embraer EMB-314, conhecidas como Super Tucano – um monomotor para treinamento avançado. Também há um comércio intenso de armas de fogo de pequeno porte.

A partir dos anos 2000, o Brasil e os Estados Unidos intensificaram o intercâmbio de experiências por meio de grupos de diálogo, que possibilitaram incrementar o comércio e o desenvolvimento de projetos comuns.

Perfil

General da reserva do Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos, Mattis foi nomeado para a Defesa em 2016. Como militar da ativa, foi chefe do Comando Central das Forças Armadas, coordenando ações no Oriente Médio, na África e Ásia.

 

RADIO AGENCIA NACIONAL.


Forças Armadas realizam primeira grande operação em cidade no interior do Rio de Janeiro


ícaro Matos | Publicado em 09/08 - 14h19

As forças de segurança realizam operação integrada nesta quinta-feira (09), em Campos dos Goytacazes, no norte do estado do Rio de Janeiro.

Os agentes atuam nos conjuntos habitacionais populares Codin, Eldorado, Novo Eldorado, Parque Aeroporto, Parque Prazeres, Parque Santa Clara e Parque Santa Rosa, todas no distrito de Guarus no leste do município.

De acordo com o Comando Conjunto, cerca de 650 homens participam da ação, sendo 387 das Forças Armadas, 150 da Polícia Militar, 85 da Polícia Civil e 23 da Polícia Rodoviária Federal. Também são empregados equipamentos pesados de engenharia, blindados e aeronaves.

Segundo o Comando Conjunto, as Forças Armadas estão responsáveis pelo cerco, desobstrução de vias e estabilização das comunidades, enquanto a Polícia Militar verifica denúncias de atividades criminosas.

A Polícia Rodoviária Federal controla o tráfego nas rodovias que dão acesso à região para bloquear possíveis tentativas de fuga de criminosos, enquanto a Polícia Civil é responsável pelo cumprimento dos mandados judiciais de prisão e de busca e apreensão.

Entre estes mandados de busca e apreensão, 126 serão cumpridos em casas populares de sete diferentes conjuntos habitacionais de Campos.

De acordo com o Ministério Público do Rio de Janeiro, as habitações foram invadidas por traficantes de drogas da região, que expulsaram os moradores com o objetivo de transformar as residências em depósitos de armas e de drogas e ponto de venda de entorpecentes.

Ainda segundo o Ministério Público, as casas foram invadidas mediante violência ou grave ameaça e, em alguns casos, os moradores que resistiram as ações dos criminosos foram executados.

Também participam da ação, equipes da concessionária local de energia elétrica, que aproveitam a presença das forças de segurança para trabalhar no combate aos chamados "gatos" de energia nos conjuntos habitacionais.

Algumas vias da região podem sofrer interdições, e o espaço aéreo pode ser restringido temporariamente para aeronaves civis, mas isso não chega a afetar o funcionamento dos aeroportos.

Esta é a primeira ação no âmbitos da Intervenção Federal na Segurança Pública do Rio realizada em comunidades do interior do Estado.

A operação começou no fim da madrugada e até o momento não foram divulgadas informações oficiais sobre confrontos, feridos, prisões ou apreensões.

 

JORNAL DA BAND - TV


Pilotos de drones poderão ser multados

O departamento de controle do espaço aéreo iniciou a aplicação de punições para pilotos que desrespeitarem as regras de acesso ao espaço brasileiro, utilizando aeronaves pilotadas remotamente, como os drones. As operações não autorizadas são passíveis de multas.

Publicado em 09/08/18

Imagem

Matéria veiculada na edição de 09 de agosto de 2018 do Jornal da Band, da TV Bandeirantes, disponível em:

https://noticias.band.uol.com.br/jornaldaband/videos/ultimos-videos/16489049/pilotos-de-drones-poderao-ser-multados.html

 

OUTRAS MÍDIAS


PODER AÉREO - Vídeo: Saab Colaboração Real, 12º episódio


Publicado em 09/08

Imagem

Vídeo disponível em https://youtu.be/eNrcLCHG04E

A Saab Aeronáutica Montagens (SAM), localizada em São Bernardo do Campo (SP), será responsável pela produção de aeroestruturas para os caças Gripen aqui no Brasil! Quer saber mais? Confira o 12º episódio da nossa websérie Colaboração Real!

A fábrica de aeroestruturas da Saab em São Bernardo do Campo – a Saab Aeronáutica Montagens (SAM), terá um papel fundamental no Programa Gripen brasileiro.

Ela vai produzir o cone de cauda, os freios aerodinâmicos, o caixão das asas, a fuselagem traseira e a fuselagem dianteira para a versão monoposto (um assento) e a versão biposto (dois assentos).

A aquisição dos 36 aviões caças pela Força Aérea Brasileira representa um enorme salto tecnológico para a indústria brasileira, por meio de um extenso programa de transferência de tecnologia, que vai permitir que aviões supersônicos sejam desenvolvidos, produzidos e mantidos também aqui no Brasil.