NOTIMP - NOTICIÁRIO DA IMPRENSA

Capa Notimp Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil e até do mundo. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.


JORNAL FOLHA DE SÃO PAULO


A Tropa no Haiti


Elio Gaspari

O Brasil manteve uma presença militar no Haiti durante 13 anos. Passaram por lá 37 mil soldados e oficiais. Além das dificuldades crônicas da terra, encararam um terremoto, um furacão, um surto de cólera e três eleições presidenciais. Isso e mais o suicídio de um general brasileiro que comandava a tropa.

Terminada a missão, vê-se que deu certo, muito certo.

Um dos principais motivos do êxito da presença dos militares brasileiros no Haiti foi o desestímulo à presença de vivandeiras da política nacional em torno da iniciativa. Afinal, Port-au-Prince não está no roteiro de Paris.

Os militares fizeram seu serviço sem que colassem na missão propósitos salvacionistas e, sobretudo, sem o aparecimento de autoridades prometendo o que ninguém pode entregar e entregando estatísticas impróprias. Basta olhar para o que se faz sistematicamente no Rio.

 

Carga militar dará início à autonomia


Redação

Para o pai do avião russo sem piloto, Nikolai Doljenkov, o próximo passo da automação de aeronaves ocorrerá no transporte de cargas militares.

"Os drones são o futuro. Primeiro serão os cargueiros militares. Depois, o transporte de carga civil e, quem sabe, lá na frente, a aviação de passageiros", afirmou, em conversa com a Folha, em Moscou, em junho.

Aos 61 anos, Doljenkov é considerado o maior especialista em aviação autônoma da Rússia. Em 1982, a partir da experiência com os pioneiros modelos israelenses durante guerra no Líbano, os soviéticos perceberam que precisavam investir no campo.

Procuraram no Instituto de Aviação de Moscou o melhor teórico do assunto e acharam um rapaz de 26 anos com uma tese de mestrado sobre drones —a União Soviética só operava o equivalente a foguetes guiados com câmeras de reconhecimento. Ao longo de oito anos, ele desenvolveu o drone Ptchela (abelha, em russo), que voa até hoje.

Virou chefe de design da afamada fábrica Iakovlev. "Você pedia e o dinheiro vinha no dia seguinte. Só fomos ter preocupações capitalistas em 1994, quando a empresa foi vendida."

No pós-comunismo, desenvolveu então o treinador Iak-130, um sucesso de vendas que só decolou porque foi bancado pelos mesmos italianos que ajudaram a fazer o AMX da Embraer. Hoje, Doljenkov trabalha com drones militares e civis no escritório de design russo Kronstadt.

 

Risco de a Coreia do Norte poder hackear GPS causa preocupação


Igor Gielow Sp

A possibilidade de a Coreia do Norte ter interferido em sistemas de navegação e levado às colisões que tiraram do teatro de operações da região dois destróieres norte-americanos joga luz à vulnerabilidade do GPS.

Sigla inglesa para Sistema de Posicionamento Global, o GPS está em tudo, do celular à guiagem de navios de guerra. O nome se refere ao sistema criado pelos EUA em 1978, com 31 satélites, mas há similares geridos por vários países, como Rússia (Glonass, 24 satélites), Galileo (União Europeia, 15 satélites) e China (BeiDou, 21 satélites).

Essa universalidade não veio com medidas de segurança correspondentes. É relativamente fácil para um hacker atacar um GPS guiando navios de guerra ou as embarcações comerciais que acabaram batendo neles.

Isso ocorre de duas formas. O bloqueio ou interferência do sinal corta a comunicação, mas é facilmente detectável pela vítima. Já o chamado "spoofing", ou mascaramento, mimetiza a frequência captada pelo receptor. Em outras palavras, o alvo acredita estar seguindo coordenadas certas, mas está sendo levado para outro ponto.

O problema é particularmente grave no mar, não só em situações de conflito, mas pelo fato de que 90% do comércio mundial é feito em navios, e eles não têm sistemas alternativos de navegação, ao contrário das aeronaves.

Uma saída para isso está sendo estudada na Coreia do Sul, que ressuscitou com roupagem cibernética o rádio de comunicação naval da Segunda Guerra Mundial.

Seu sinal é quase 1,5 milhão de vezes mais potente do que o do GPS, mas depende de instalações enormes.

As técnicas de "spoofing" vêm sendo treinadas há anos pela Rússia e pela China, cientes da necessidade de desviar o vasto arsenal de bombas e mísseis ocidentais que utilizam o GPS como seu sistema de guiagem primário.

Em junho, segundo a publicação "New Scientist", a Administração Marítima americana registrou cerca de 20 incidentes de navios com problemas de orientação por GPS no mar Negro, perto da Crimeia anexada pela Rússia.

No ano passado, Seul acusou o Norte de usar o expediente contra uma frota pesqueira -Pyongyang negou. Washington afirma que não detectou problemas no GPS de seus navios abalroados.

 

JORNAL CORREIO BRAZILIENSE


Evento da FAB atrai 70 mil pessoas: trânsito congestionado no aeroporto

Organizadores solicitaram mais reforço para Polícia Militar e Detran para dar fluidez ao trânsito. Teve quem descesse do carro para não perder o voo

Pedro Grigori

Imagem
Evento causou grande congestionamento próximo ao Aeroporto

Brasilienses que seguem para a Base Aérea, onde acontece a edição do Portas Abertas 2017, organizada pela Força Aérea Brasileira (FAB), levou 40 mil pessoas ao Setor Militar, segundo os organizadores. A movimentação causou engarrafamento nas vias de acesso ao Aeroporto Internacional de Brasília, e teve até quem descesse do carro e seguisse o percurso a pé para não perder o voo.

De acordo com os organizadores, foi pedido o reforço das autoridades para ajudar a dar fluidez no trânsito. “No momento, ainda enfrentamos problemas de acesso, mas já tomamos as devidas providências. Estimamos um público de 40 mil pessoas, o mesmo do ano passado, mas esse número já foi superado”, disse a Tenente da FAB Kiara.

A apresentação da Esquadrilha da Fumaça foi a principal atração, começando por volta das 16h30 e tendo duração de 30 minutos. O show das sete aeronaves A-29 Super-Tucano deixou o público bastante surpreso. Foram 40 manobras da equipe. "Faz três anos que tento assistir à apresentação, mas nunca tinha conseguido por culpa do trânsito forte na entrada. Neste ano me programei e cheguei às 14h para não enfrentar engarrafamentos. Valeu muito a pena", contou Evandro de Carvalho, 55 anos.

O empresário levou a esposa e a filha de quatro anos, Julia de Carvalho para o evento. "Foi muito lindo", disse a garota ainda impressionada. "Ela viu a exposição dos aviões e adorou, mas o mais surpreendente foi a apresentação da Esquadrilha da Fumaça", conta.

Os visitantes tiveram acesso a atrações como exposição de aeronaves, equipamentos militares e carros antigos, além de paraquedismo e a apresentação da banda Clave de FAB.

 Imagem

Durante o dia, o público teve a oportunidade de conhecer aeronaves militares usadas na defesa aérea, como o caça F-5M; o avião-radar E-99 usado para a vigilância do espaço aéreo brasileiro, especialmente nas regiões de fronteira; os aviões de transporte C-130 Hércules, C-105 Amazonas e C-95 Bandeirante. Também estarão em exposição os aviões VC-2 Embraer 190, VC-99 Legacy e F-2000 Mirage - avião usado pela FAB até 2013 para a defesa aérea.

Uma programação especial para as crianças também foi pensada pelos organizadores. Tem brinquedos infláveis e um espaço denominado o "aeroporto das crianças", onde os pequenos podem entrar em miniaturas de aviões militares da FAB.

 Imagem

O evento tem entrada gratuita, mas, a cada quilo de alimento doado, o visitante receberá um número para concorrer a brindes.

 Imagem

 

PORTAL G-1


Piloto fica ferido após queda de ultraleve em Getúlio Vargas

Piloto do ultraleve sofreu fratura em uma das pernas e passou por cirurgia. Ele estava sozinho na aeronave experimental.

G1 Rs

Uma aeronave de pequeno porte caiu, no sábado (2) em uma estrada vicinal que dá acesso ao município de Getúlio Vargas, no Norte do Rio Grande do Sul, conforme informações do Corpo de Bombeiros.

A aeronave era pilotada por um homem de 43 anos, que foi socorrido por populares antes da chegada das equipes de emergência.

O piloto estava sozinho na aeronave, que era um ultraleve experimental, e foi levado para o Hospital de Caridade, em Erechim. Ele passou por cirurgia por conta de uma fratura nas pernas. O estado de saúde dele é considerado estável.

 

Avião que levava deputado federal e deputado de MT faz pouso de emergência

Segundo os deputados, aeronave teve pane e um dos motores parou de funcionar completamente. Piloto conseguiu pousar em segurança e ninguém se feriu.

G1 Mt

Um avião bimotor que levava o deputado federal Ságuas Moraes Sousa (PT), de 54 anos, e o deputado estadual Valdir Barranco (PT), de 42, fez um pouso de emergência nesse sábado (2) na pista de uma fazenda em Juara, a 690 km de Cuiabá. Um dos motores da aeronave parou de funcionar e o piloto optou por pousar na propriedade. Ninguém se feriu.

Estavam no avião os dois deputados, o piloto e três assessores de Valdir Barranco. O grupo participava de compromissos na região e pousaria no aeroporto de Juara. O avião havia decolado de Aripuanã, a 976 km da capital. A pane surgiu a poucos minutos do local onde pousariam.

“Deu uma pane e parou um dos motores do avião. Foi perdendo a altitude e perdendo a força. O piloto localizou uma fazenda e conseguiu pousar. Assim que começamos a pousar saiu uma fumaça branca e estouros”, disse Ságuas ao G1.

Barranco e Ságuas tinham participado de reuniões com prefeito e secretários na sexta-feira (1º), em Aripuanã. A agenda seguiria nos municípios de Juína e Novo Horizonte do Norte, a 737 km e 663 km da capital.

“Por Deus, sempre por ele, o piloto é muito bom. Manteve a tranquilidade e voou por mais dez minutos com ela [aeronave] perdendo altitude. Avistou a pista de uma fazenda e nos avisou que teria que fazer um pouso de emergência. Pouso perfeito”, comentou Barranco por telefone.

O proprietário da fazenda socorreu o grupo e prestou ajuda. Segundo os deputados, a aeronave é contratada pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT).

 

Balão cai e fecha Rodovia dos Bandeirantes na altura de Campinas

De acordo com a Autoban, estrutura despencou na altura do km 88 no sentido interior e causou lentidão. Não houve acidentes e ninguém se feriu.

G1 Campinas E Região

Um balão caiu e fechou a Rodovia dos Bandeirantes (SP-348), em Campinas (SP), durante a manhã deste domingo (SP). De acordo com a Autoban, concessionária que administra o trecho, a estrutura despencou na altura do km 88, no sentido interior, próximo ao Aeroporto Internacional de Viracopos, e ficou na pista por dois minutos.

Ainda segundo a empresa, parte da estrutura metálica foi retirada e o balão voltou a subir depois de ser removido da rodovia. A queda e a interdição causaram lentidão do trânsito, mas não houve registro de acidentes e ninguém ficou ferido.

Imagens enviadas por telespectadores à EPTV, afiliada da TV Globo, mostram o balão esticado por todas as faixas da rodovia. Uma parte da bandeira pegou fogo, que precisou ser apagado por funcionários da concessionária.

Os telespectadores ainda relataram que o balão saiu de Valinhos (SP) e cruzou vários bairros de Campinas até cair na Rodovia dos Bandeirantes.

Moradores de Pedreira, Jaguariúna e Paulínia também registraram imagens de queda de balões em bairros dos municípios. Também não houve feridos.

 

JORNAL DE BRASÍLIA


EUA prometem resposta “esmagadora” se Coreia do Norte insistir com ameaças


O chefe do Pentágono, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos, James Mattis, prometeu neste domingo (3) que haverá uma “grande resposta militar” por parte de seu país para “qualquer ameaça” da Coreia do Norte aos territórios do país, entre eles Guam, e seus aliados. A informação é da agência EFE.

“Qualquer ameaça aos Estados Unidos, seus territórios, entre eles Guam, e os nossos aliados receberá uma grande resposta militar”, advertiu Mattis, que fez um breve pronunciamento à imprensa na Casa Branca após participar de uma reunião com o presidente Donald Trump para avaliar o último teste nuclear norte-coreano.

Além disso, Mattis detalhou que essa resposta militar será “eficaz” e “esmagadora”. Ele esclareceu que o governo Trump não busca a “aniquilação” da Coreia do Norte, mas tem “muitas opções” para poder fazê-lo.

O secretário de Defesa dos EUA enfatizou que todos os integrantes do Conselho de Segurança da ONU, que se reunirá esta segunda-feira (4) para avaliar o novo teste nuclear norte-coreano, estão unidos “de maneira unânime” diante da crescente “ameaça” que representa Pyongyang, e comprometidos com a desnuclearização da Península Coreana.

As declarações de Mattis aconteceram depois que Trump alertou hoje que está avaliando suspender o comércio com qualquer país que faça negócios com a Coreia do Norte e insinuou que não descarta um ataque ao país asiático após o novo teste do regime de Kim Jong-un, no qual detonou sua bomba atômica mais potente até agora.

O presidente deixava uma igreja próxima da Casa Branca, onde assistiu a um culto por causa do Dia de Oração pelas vítimas do furacão Harvey, quando um jornalista lhe perguntou se ele tinha planos de atacar a Coreia do Norte. “Já veremos”, respondeu Trump de forma evasiva.

Há menos de um mês, no início de agosto, Trump já havia advertido à Coreia do Norte que poderia responder às suas ameaças com “fogo e fúria jamais vistos no mundo”, após a publicação de informações de que Pyongyang tinha fabricado uma ogiva nuclear miniaturizada que poderia ser instalada em um dos seus mísseis balísticos.

O regime norte-coreano, por sua vez, revelou que preparava um plano para disparar dois mísseis de médio alcance que impactaria em águas territoriais de Guam, um território americano no Pacífico Ocidental e sede de uma base naval estratégica.o Pacífico Ocidental e sede de uma base naval estratégica.

 

PORTAL SPUTNIK BRASIL


Presidente da Embraer espera "diálogo muito frutífero" na cúpula dos BRICS em Xiamen


Antônio Milena Abr

Nas margens da cúpula dos BRICS em Xiamen, os correspondentes da Sputnik tiveram a oportunidade de falar com o presidente da Embraer Aviação Comercial, Paulo César de Souza e Silva, sobre as perspectivas do evento.

Para o empresário, o chamado formato "BRICS+" que pressupõe a ampliação do diálogo sem adesão de novos países-membros, representa uma oportunidade única de melhorar a cooperação.

"Cada vez que temos países adicionais com capacidades mais ou menos iguais, com um nível semelhante das suas economias, isto nos dá novas oportunidades. O mundo está se tornando cada vez mais globalizado hoje em dia, por isso é importante para os países cooperarem em termos do comércio bilateral, que é a base de tudo", frisou.

O dirigente da gigante brasileira assinalou que está esperando uma "discussão muito frutífera" durante o evento.

"Em nosso caso, os brasileiros, estamos satisfeitos por trabalhar para estabelecer um grupo de aviação nos próximos anos, é algo que, a meu ver, é importante para todos os cinco países, inclusive para a Rússia. Vocês têm a aviação a um nível que proporciona oportunidades inéditas para o desenvolvimento. […] Acho que é um movimento muito bom", concluiu.

 

OUTRAS MÍDIAS


NEWS ONLINE (PORTUGAL)


Portugal "to buy six Embraer military cargo planes"

TPN/LUSA

Brazil"s president, Michel Temer, has announced that his Portuguese counterpart, Marcelo Rebelo de Sousa, had confirmed to him the purchase of six aircraft from Embraer, at a meeting between the two men in Lisbon.

"During my visit to Lisbon, the Portuguese President confirmed the purchase of six @embraer planes," wrote Temer on his personal Twitter feed. "More investments in Brazil."

In a video published on the same social network, Temer reiterated the information: "In Portugal we had the confirmation of the purchase of six Embraer planes, five planes plus one. A KC390 cargo plane, a very modern plane."

The Brazilian president stopped over in Portugal on Wednesday on his way to China for an official visit and the summit of BRICS countries (Brazil, Russia, India, China and South Africa), which is to take place in Beijing between 3 and 5 September.

His announcement follows one from Portugal"s government on 27 July on the start of negotiations with Embraer on the planned purchase of five KC-390 military planes that can also be used to fight forest fires. A cabinet resolution published in the state journal that same day referred to “up to five KC-390 aircraft, with an option for one more”, and also the logistical backup and a flight simulator to be installed and operated in Portugal.

Portugal was involved in the project to develop and produce the KC-390 - a commitment reinforced in 2011 by its then minister of defence and Embraer, in an agreement under which Portugal indicated its interest in purchasing the plane.

This year has been the worst in Portugal in over a decade for forest fires, with dozens of aircraft - some of them lent by other European countries - helping combat blazes across the country"s interior.
 

 

NOTÍCIAS DO DIA (SC)


Comemorações da Semana da Pátria começam nesta segunda-feira, em Florianópolis

Revezamento do Fogo Simbólico e chegada no IEE é o ponto alto do primeiro dia da programação, que se encerra com o desfile cívico na quinta-feira

As comemorações alusivas ao 195º aniversário da Proclamação da Independência do Brasil começam nesta segunda-feira (4), em Florianópolis. O evento de abertura da Semana da Pátria é organizado pelo Governo do Estado, prefeitura, comandos das guarnições militares da Marinha, Exército, Aeronáutica, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Liga de Defesa Nacional.

A programação tem início às 14h, no Ginásio de Esportes Rosendo Lima, no IEE ( Instituto Estadual de Educação). O destaque da solenidade é a chegada do Fogo Simbólico, que, neste ano, sairá da Base Aérea de Florianópolis, às 13h. Durante o trajeto, 16 militares das Forças Armadas (Marinha, Exército e Força Aérea Brasileira) e das Forças Auxiliares (Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar) farão o revezamento na condução da tocha.

Além da chegada do Fogo Simbólico, a solenidade também será marcada pelas apresentações culturais organizadas pelo IIE. Neste ano, serão realizadas quatro apresentações de diferentes grupos formados por alunos do Instituto.

Desfile cívico militar

Em Florianópolis, o desfile cívico militar referente ao Dia da Independência, na quinta-feira (7), será realizado a partir das 8h45, na Passarela Nego Quirido. O desfile se inicia com os grupos escolares e com as entidades civis participantes. Neste ano, farão parte do desfile escolar da Capital a EEB Maria do Carmo Vieira e a EEB Ivo Silveira (ambas de Palhoça), a EEB Laércio Caldeira de Andrade (de São José) e a EEB Ildefonso Linhares (de Florianópolis), além do Instituto Estadual de Educação e do Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires. Serão aproximadamente 1,5 mil alunos.

Após o desfile dos grupos escolares e das entidades civis, acontecerá o desfile das Forças de Segurança (Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Defesa Civil) e das Forças Armadas (Marinha, Exército e Força Aérea Brasileira).

O desfile motorizado encerra o evento, com viaturas militares e das Forças de Segurança, além de veículos antigos do Veteran Car Club. Também serão promovidos desfiles cívicos em outras cidades catarinenses, com representantes locais dos órgãos de segurança e estudantes.

Mudança no trânsito

O desfile na Capital vai provocar algumas alterações no trânsito. Vias serão fechadas e haverá mudanças na circulação de veículos em alguns pontos da cidade.

Serviço
O quê: Solenidade de abertura da Semana da Pátria
Quando: Segunda-feira, 4, às 14h
Onde: Ginásio de Esportes Rozendo Lima, no IEE (Av. Hercílio Luz, 418, Centro)

O quê: Desfile Cívico Militar da Independência
Quando: Quinta-feira, 7, às 8h45
Onde: Passarela Nego Quirido