JOGOS MUNDIAIS MILITARES

Atletas da FAB conquistam 19 medalhas na primeira semana

Brasileiros estão na terceira posição do ranking
Publicado: 25/10/2019 14:58
Imprimir
Fonte: CDA, por Tenente Mateus Santos
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Elias - Revisão: Major Alle

Com 19 medalhas (cinco de ouro, nove de prata e cinco de bronze) e quatro recordes mundiais, os atletas da Força Aérea Brasileira (FAB) encerram a semana de competições nos 7º Jogos Mundiais Militares (7JMM), que estão sendo realizados na China, e ajudam o Brasil a ficar em terceiro lugar no quadro geral.

No atletismo, os atletas da FAB conquistaram o maior número de medalhas. No total, foram três medalhas de ouro, três de prata e uma de bronze, além de três recordes mundiais militares. O Sargento Darlan Romani manteve sua hegemonia na prova de arremesso de peso, conquistando o ouro e sagrando-se bicampeão mundial militar na prova e batendo o seu próprio recorde. “Hoje é dia de alegria para mim, sou Bicampeão Mundial Militar com a marca de 22,36m, novo recorde mundial militar”, destacou.

As equipes de revezamento 4x100m masculino e feminino do Time Militar Brasil conquistaram o ouro e bateram recorde. A equipe masculina, que conta com o Sargento Deryck Souza, bateu o recorde com o tempo de 36.68s; já a equipe feminina, com a Sargento Lorraine Martins, fez o tempo de 43.29s. Os Sargentos Augusto Dutra, Fernanda Borges, Laila Ferrer e Eliane Martins, conquistaram, respectivamente, as medalhas de prata no salto com vara, lançamento de disco, lançamento de dardo e bronze no salto em distância.

O Life Saving garantiu mais duas medalhas para o Brasil. Um ouro na prova de revezamento 4x50m medley com as Sargentos Isabel Fagundes e Priscila Souza, que bateram o recorde da prova com o tempo de 1.40.47s. “Foi muito legal, Wuhan estará para sempre no meu coração, a gente aprendeu tudo vendo os outros fazerem, dividimos tudo e nos divertimos muito, acreditamos que seria possível e foi”, ressaltou a Sargento Priscila Souza. E o Sargento Guilherme Rosolen conquistou a medalha de bronze na mesma prova.

Ainda nas piscinas, o Sargento Pedro Spajari, que já conquistou um ouro e uma prata na natação, conseguiu mais uma medalha, dessa vez, na prova de 100m livre. A Sargento Jhennifer Conceição ficou com o bronze na prova de 100m peito.

Já os Sargentos Marcus Vinícius D’Almeida e Juan Urrejola garantiram o primeiro ouro para o país na modalidade de tiro com arco ao vencerem a dupla italiana Mauro Nespolil e Fabio Tomasulo, na final da prova de arco recurvo misto (atletas com e sem deficiência).

A ginástica artística da FAB conquistou, ainda, mais quatro medalhas para o Brasil, duas de prata e duas de bronze. Na disputa por equipes, a seleção verde e amarela, composta pelos Sargentos Arthur Zanetti, Caio Souza, Luís Porto, Lucas Bitencourt e Francisco Barreto Júnior, ficou com a prata por equipes. No individual por aparelhos, o medalhista olímpico Arthur Zanetti ficou em segundo lugar nas argolas e em terceiro na prova de solo; e o Sargento Franciso Barreto ficou com o bronze na prova de cavalo com alças.

Finalizando a semana de competições foram disputadas as últimas provas do Pentatlo Aeronáutico e a FAB sagrou-se vice-campeã mundial militar com as duas equipes, masculina e feminina. As equipes que conquistaram a prata são formadas pelos seguintes militares: Major Andre Kuroswiski, Major Joel Belo, Capitão Frederico Brito e Tenente Kackzmark; Tenente Mayara Silva, Sargento Ellen Souza e Sargento Mariana Laporte.

Por fim, no Taekwondo, a Sargento Caroline Santos ficou com a prata na categoria até 62 quilos.

Os 7º Jogos Mundiais Militares seguem sendo disputados até domingo (27/10), e os atletas da FAB ainda disputam medalhas nas modalidades de Atletismo, Basquetebol, Ginástica Artística, Vôlei de Praia e Triatlo. O Brasil encerra a semana na terceira colocação no quadro geral com 74 medalhas (19 ouro, 24 prata e 31 bronze), ficando atrás de China, com 193 medalhas, e da Rússia, com 136.

Fotos: Sargento Manfrim / www.news.cn / Pedro Ramos