BANDEIRÃO

Especialistas de Aeronáutica são homenageados durante troca da Bandeira Nacional

Cerimônia da troca do Pavilhão Nacional contou com salva de tiros de canhão e desfile de tropa
Publicado: 24/02/2019 15:20
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Ten Cristiane dos Santos
Edição: Agência Força Aérea - Revisão: Capitão Landenberger

FAB realizou a troca do Pavilhão NacionalNeste domingo (24/02), a Força Aérea Brasileira (FAB) realizou a troca do Pavilhão Nacional. A cerimônia ocorreu na Praça dos Três Poderes, em Brasília (DF), e marcou o início das comemorações do Dia do Especialista de Aeronáutica, que será celebrado no mês de março.

Como tradicionalmente ocorre, o Pavilhão Nacional foi substituído ao som do Hino Nacional e de uma salva de 21 tiros de canhão, realizada pela Bateria do 32º Grupo de Artilharia de Campanha do Exército Brasileiro.

Tenente-Brigadeiro Bermudez presidiu a cerimôniaA cerimônia foi presidida pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez. Organizado pela Ala 1, o evento cívico também contou com a presença de militares da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro e de forças auxiliares.

"Esta cerimônia de troca da Bandeira tem um significado bastante importante. Primeiro porque é o culto aos nossos símbolos nacionais, em especial, ao nosso símbolo maior que é a Bandeira Nacional, segundo, a Força Aérea participa já iniciando, no mês de março, as homenagens aos nossos Especialistas, nossos homens e mulheres que fazem voar e que têm um trabalho importantíssimo dentro da Força Aérea Brasileira”, afirmou o Comandante da Aeronáutica.

Civis acompanharam a troca da Bandeira NacionalCrianças e adultos acompanharam atentos ao hasteamento. Juliana Keiti de Lima levou o filho de quatro anos para assistir a troca do Pavilhão. “Ele ficou encantado com o desfile dos cães e também com os tiros de canhão. Quando eu era criança, eu vinha com meus pais e sempre quis trazer meu filho. Acho que devemos incentivar o patriotismo desde cedo”, afirmou.

Grupamento de Especialistas da AeronáuticaDurante a cerimônia, ocorreu o desfile da Tropa, composta pelos Grupamentos de Batedores, de Bandeiras Históricas, de Sargentos Especialistas de Aeronáutica, além dos Cães de Guerra do Grupo de Segurança e Defesa, e da Banda de Música da Ala 1, entre outros militares.

Bandeira - Com 186 metros quadrados e 90 quilos, a Bandeira Nacional foi hasteada até o topo do mastro de 110 metros de altura. O Pavilhão fica próximo ao Palácio do Planalto, ao Congresso Nacional e ao Supremo Tribunal Federal; permanece hasteado 24 horas por dia e pode ser visto de vários pontos da capital federal. A troca ocorre mensalmente, em um rodízio que envolve as Forças Armadas, a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros do Distrito Federal.

"O objetivo desta cerimônia é enaltecer os nossos simbolos nacionais. Aproveitamos também para enaltecer os nossos Especialistas da Aeronáutica, cujo o dia é comemorado no dia 25 de março”, concluiu o Comandante da Ala 1, Brigadeiro do Ar Vicent Dang.

Confira como foi a cerimônia.

 Fotos: Sargento Bruno Batista

Vídeo: Sargento Keyla dos Santos