BRUMADINHO

FAB monta estação-rádio para auxiliar aeronaves em operação de resgate

Militares do 1º GCC seguiram do Rio de Janeiro (RJ) para Minas Gerais (MG) com toda a estrutura necessária na noite de sexta-feira (25)
Publicado: 26/01/2019 17:45
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Carlos Balbino
Edição: Agência Força Aérea - Revisão: Major Alle

Em apoio à operação de resgate às vítimas do desastre ambiental em Brumadinho (MG), a Força Aérea Brasileira (FAB) providenciou a instalação de uma unidade de Serviço de Informações Aeronáuticas (AFIS) – também conhecida como estação-rádio - para dar suporte e garantir a segurança das aeronaves envolvidas nas ações de busca e salvamento. A estrutura montada na região, sob a coordenação do Primeiro Grupo de Comunicações e Controle (1º GCC), conta com gerador, antena para enlace via satélite, computadores interligados em rede e sistemas de comunicação VHF, UHF e HF.

Para garantir a prestação do serviço de informação de voo e alerta, todos os equipamentos necessários ao funcionamento da estrutura de comunicações foram transportados, em três veículos, do Rio de Janeiro (RJ) a Minas Gerais (MG), entre a noite de sexta-feira (25) e a manhã de sábado (26). O percurso de 478 quilômetros até o destino final, segundo o Comandante do 1º GCC, Coronel Aviador Cyro André, durou cerca de dez horas.

“O 1º GCC existe exatamente com essa missão: instalar, manter e operar equipamentos de comunicação em lugares onde estes são insuficientes ou naqueles, como em Brumadinho, onde não há nada. Esses meios são importantes para suportar as operações aéreas, principalmente onde há muitas aeronaves voando, de organizações diferentes e com propósitos variados. Um exemplo recente parecido, mas com outro objetivo, foi o Exercício Multinacional CRUZEX Flight 2018. Sem coordenação, fica mais difícil para os pilotos se organizarem e se deslocarem com segurança no espaço aéreo”, disse.

O AFIS foi instalado no terreno de uma igreja no Córrego do Feijão, local mais próximo das aeronaves. Já o Centro de Comando e Controle foi montado na Universidade Asa. Imediatamente após a conclusão da montagem pelo Esquadrão Profeta (1º/1º GCC, sediado na Ala 12 em Santa Cruz-RJ), um dos Esquadrões acionados para a missão, a estação-rádio entrou em operação.

Todo o suporte na comunicação entre as aeronaves é dado por 15 militares: três oficiais, oito graduados (sargentos), três cabos e um soldado. A equipe de coordenação conta ainda com o auxílio de um operador de estações aeronáuticas e um controlador de tráfego aéreo do Primeiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA I), responsável pela navegação na área do local das buscas.

“Por meio da estrutura de comunicações, são repassadas informações sobre os voos realizados na área para os pilotos envolvidos de forma que todos aumentem sua consciência situacional e assumam a responsabilidade pelas decisões ao sobrevoarem a área onde ocorreu o desastre” explicou o Comandante ao falar sobre a importância do apoio prestado por meio da estação-rádio para garantir o cumprimento dos padrões de segurança exigidos na aviação durante as operações aéreas.

Toda a ação para coordenar as aeronaves no espaço aéreo do município mineiro foi programada após articulação com a Presidência da República, Ministério da Defesa e Defesa Civil. Segundo o Comandante do 1º GCC, não há previsão para o fim dos trabalhos na região.

“Houve uma grande integração e se transformou em uma Operação Interagências, com envolvimento de diversos atores, incluindo as Forças Armadas, para minimizar os danos na localidade. Agimos com a pronta-resposta possível e nosso efetivo permanecerá na região durante o tempo que for necessário”, garantiu o Comandante.

Acidente

Militares da FAB foram acionados logo após o desastre ambiental causado pelo rompimento da barragem, em Brumadinho, região metropolitana de Belo Horizonte. O acidente ocorreu no início da tarde de sexta-feira (25). Um mar de lama invadiu a cidade e destruiu casas. Centenas de pessoas estão desaparecidas.

Fotos: 1º GCC