COMEMORAÇÃO

Aniversário de 78 anos da FAB é celebrado com cerimônia na capital federal

Durante solenidade também foi comemorado o dia da criação da Consultoria Jurídica-Adjunta do Comando da Aeronáutica
Publicado: 21/01/2019 18:15
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Carlos Balbino
Edição: Agência Força Aérea - Revisão: Major Alle

O aniversário de 78 anos de criação do Ministério da Aeronáutica e da Força Aérea Brasileira, comemorado no dia 20 de janeiro, foi celebrado, nesta segunda-feira (21), com cerimônia realizada na sede do Comando da Aeronáutica, em Brasília (DF). A data marcou, ainda, o aniversário de ativação do Gabinete do Comandante da Aeronáutica (GABAER) e da Consultoria Jurídica-Adjunta do Comando da Aeronáutica (COJAER) – órgãos também criados em 1941.

Na Ordem do Dia, o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, que presidiu a solenidade militar, relembrou o início da história construída pela FAB há mais de sete décadas. Ao falar sobre a trajetória trilhada, marcada por desafios e vitórias, o oficial-general deu destaque ao legado conquistado ao longo dos anos.

“Nós assistimos ao vertiginoso crescimento da estrutura, da indústria e das atividades ligadas à aviação transmutarem-se num respeitado Poder Aeroespacial. O Comando da Aeronáutica cresceu e se modernizou. Criou um ambiente institucional de transparência e de entrega de resultados. Hoje, somos a Força dos 22 milhões de quilômetros quadrados”, afirmou.

Ao falar sobre o futuro, o Comandante da Aeronáutica reafirmou o compromisso de manter a qualidade das instituições de ensino, reconhecidas nacional e internacionalmente. “Precisamos de homens e mulheres que estejam aptos a operar o moderno sistema de controle do espaço aéreo do Brasil, que sejam capazes de implementar o Programa Estratégico de Sistemas Espaciais (PESE), que permitirá aplicações para a sociedade brasileira nas áreas de comunicações, meteorologia, navegação e monitoramento do espaço”, ressaltou.

Ele também falou sobre a expectativa em torno dos benefícios advindos da parceria entre as Forças Armadas. “Precisamos consolidar o processo de integração e interoperabilidade com a Marinha do Brasil e com o Exército Brasileiro, sob a coordenação do Ministério da Defesa, para avançarmos em projetos estratégicos para o país, tais como: o Plano de Articulação de Equipamento de Defesa (PAEED), Plano de Mobilização Nacional, Projeto de Geoinformação de Defesa, que tem a finalidade de preencher a lacuna existente, no nível estratégico, com relação à interoperabilidade entre as Forças Armadas, dentre outros”, exemplificou.

O Comandante finalizou propondo uma reflexão sobre o significado do domínio dos céus e sobre a responsabilidade de todo o efetivo para o cumprimento dos desafios. “Concito-os a tornar os exemplos dos que nos antecederam uma determinação para vencermos os óbices naturais na idealização de uma Força Aérea forte, coesa e vibrante, devotada ao futuro do Brasil”, reforçou.

A solenidade foi encerrada com a exibição do vídeo institucional da Força Aérea Brasileira, alusivo aos 78 anos de criação do Ministério da Aeronáutica.

O evento contou com as presenças do Ministro do Superior Tribunal Militar, Tenente-Brigadeiro do Ar Francisco Joseli Parente Camelo, do Comandante de Preparo, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Egito do Amaral, do Comandante de Operações Aeroespaciais, Tenente-Brigadeiro do Ar José Magno Resende de Araujo e do Secretário de Economia, Finanças e Administração da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno. Além dos oficiais-generais, participaram do evento comandantes, chefes e diretores de organizações militares.

Medalha Militar

Na oportunidade, também foi realizada a imposição da medalha militar, criada pelo Decreto nº 4.238, de 15 de novembro de 1901, em reconhecimento aos bons serviços prestados pelos oficiais e praças da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, em serviço ativo.

A imposição das medalhas foi feita pelo Comandante da Aeronáutica e pelo Chefe do Gabinete do Comandante da Aeronáutica, Major-Brigadeiro do Ar Pedro Luís Farcic.

Doze militares foram condecorados. Três receberam a medalha militar de ouro pelos serviços prestados por mais de 30 anos. Cinco foram agraciados com a medalha militar de prata pelos 20 anos de serviço. E quatro ganharam a medalha militar de bronze por terem completado mais de 10 anos de carreira.

O Tenente-Coronel Aviador Jorge Marcelo Martins da Silva foi um dos condecorados. “Para mim é uma grande honra. Eu fiz um juramento há 30 anos atrás. Então, é um reconhecimento muito significativo dos serviços que foram prestados, principalmente em uma data como essa que marca os 78 anos da Força Aérea. É o senso do dever cumprido”, declarou.

Fotos: Sgt Bruno Batista/CECOMSAER