FORMAÇÃO

Ala 10 inicia Curso de Preparação de Oficiais de Esquadrão para novos aviadores

Ensino tem como foco competências, habilidades e atitudes necessárias para o preparo e o emprego da Força
Publicado: 10/01/2019 17:20
Imprimir
Fonte: Ala 10, por Tenente Juliana Lopes
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Jonathan Jayme - Revisão: Major Alle

Egressos da Academia da Força Aérea (AFA), os 83 Aspirantes a Oficial Aviador da Turma Jaguar iniciaram, na última segunda-feira (07), as aulas da primeira edição do Curso de Preparação de Oficiais de Esquadrão (CPROE), na Ala 10, em Parnamirim, região metropolitana de Natal (RN). Criado para substituir o antigo Curso de Tática Aérea, que até 2018 compunha a primeira etapa do Programa de Especialização Operacional (PESOP), realizado para formar pilotos de combate da Força Aérea Brasileira (FAB), a formação proporciona experiências que habilitem o aluno a discriminar e aplicar normas e procedimentos necessários ao desempenho das atividades operacionais e administrativas previstas na carreira militar.

Com o processo de Reestruturação da Força Aérea, identificou-se a necessidade de tornar a preparação dos Aspirantes Aviadores mais objetiva e moderna, reduzindo a duplicidade de conteúdo e tendo como foco as competências, habilidades e atitudes necessárias para a atividade fim: o preparo e o emprego da Força. "Muitas subunidades e disciplinas que já vinham sendo trabalhadas ao longo dos cursos de formação foram eliminadas. Na prática, isso nos propiciou uma redução de aproximadamente quatro semanas de aula, além de um ganho de conteúdo para atividade fim próximo a 30%", explica o Comandante do Grupo de Instrução Tática e Especializada (GITE) da Ala 10, Tenente-Coronel Aviador Paulo Cursino dos Santos, responsável pela execução do CPROE.

Segundo o Tenente-Coronel, o currículo do Curso de Tática Aérea, que perdurou por 71 anos, já não compreendia a tática aérea, que fica a cargo dos Esquadrões Aéreos componentes do PESOP. "Nos moldes das outras forças aéreas no mundo, o primeiro curso para o Oficial Aviador o prepara para ser oficial de um esquadrão. Então nós adequamos a nossa necessidade ao que já é praticado em outros lugares e modernizamos o curso, dentro do que a Diretoria de Ensino e o Comando de Preparo propõem, com novas metodologias e com a melhoria da parte ativa do processo ensino-aprendizagem", acrescenta.

"Esse marco filosófico nos remete ao legado, à construção de tudo aquilo que foi feito pelos nossos antecessores, mas também marca efetivamente a Reestruturação da Força, que pensa em uma formação continuada, no acompanhamento de todos os cursos de carreira e aponta para o que vai ser a educação no Comando da Aeronáutica para atingir a excelência na implantação da Concepção Estratégica Força Aérea 100", finaliza o Comandante do GITE.

Na abertura oficial das aulas, os aspirantes foram apresentados ao Comandante da Ala 10, Brigadeiro do Ar Luiz Guilherme Silveira de Medeiros. O oficial-general deu as boas vindas aos novos alunos do CPROE e enfatizou o momento histórico para a FAB. "É uma honra recebê-los aqui hoje e iniciar uma nova etapa da Reestruturação da Força Aérea, com o início da primeira turma do CPROE", declarou durante o evento.

Para o Aspirante a Oficial Rodrigo Luís Ivo Moutinho, que escolheu a Aviação de Asas Rotativas, realizar o PESOP depois de passar sete anos se preparando para ser um aviador é o início de um ciclo de decisões que definirão os rumos da carreira dos futuros pilotos de combate da FAB. "Tudo pode mudar, mas o Programa de Especialização tem bastante peso e o que a gente vai viver aqui, com certeza, terá grande influência na definição da nossa trajetória", afirma.

Programa de Especialização Operacional

O PESOP tem como objetivo preparar o piloto militar, oriundo da AFA, para o exercício das atividades operacionais e administrativas dos primeiros postos da carreira de aviador militar. Ao longo de dez meses, os militares são formados nas aviações operadas pela FAB, sendo capacitados a servir nos esquadrões aéreos em todo o Brasil.

Após realizarem o CPROE, os aspirantes a oficial são divididos entre os Esquadrões Aéreos de Instrução da Ala 10, onde darão início ao Curso de Especialização Operacional (CEO). Os alunos estagiários do PESOP 2019 se especializarão nas Aviações de Caça, cujo curso é realizado pelo Esquadrão Joker (2º/5º GAV); de Asas Rotativas, a cargo do Esquadrão Gavião (1º/11º GAV); de Transporte e de Inteligência, Vigilância e Reconhecimento, ministradas pelo Esquadrão Rumba (1º/5º GAV).

Fotos: Tenente Mega/Ala 10 e Tenente Juliana Lopes/Ala 10.