CRUZEX

Ministros da Defesa brasileiro e chileno visitam exercício

Ministro Silva e Luna fez um voo de caça A-29 Super Tucano
Publicado: 21/11/2018 18:40
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Emília
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Gabrielli - Revisão: Coronel Fontes

Autoridades brasileiras e chilenas estiveram na Ala 10, em Natal (RN), na terça e na quarta-feira (20 e 21), para acompanhar as atividades do Cruzeiro do Sul Exercise – CRUZEX 2018.

Na terça-feira, o Ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, esteve na área do treinamento acompanhado pelo Comandante da Força Aérea Brasileira, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, e pelo Comandante de Preparo (COMPREP), Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Egito do Amaral. Assista ao vídeo sobre a visita das autoridades brasileiras e o voo do Ministro da Defesa em um caça.

O Diretor do exercício, Brigadeiro do Ar Luiz Guilherme Silveira de Medeiros, fez uma apresentação sobre o treinamento, na quarta-feira, às autoridades brasileiras e chilenas.

O Ministro da Defesa do Chile, Alberto Espina, e o Comandante da Força Aérea chilena, General del Aire Arturo Bernardo Merino Núñez, entre outros integrantes da comitiva, receberam informações sobre edições anteriores da CRUZEX, participantes, objetivos e cronologia. O Brigadeiro Medeiros ressaltou a participação da Força Aérea do Chile nos exercícios de outros anos.

O oficial-general falou, ainda, sobre a participação, pela primeira vez, da Marinha e do Exército brasileiros no treinamento. Ele também destacou outra novidade: as ações que envolvem a guerra não convencional, ou seja, um combate das Forças Armadas contra forças insurgentes ou paramilitares e não entre dois Estados constituídos. Este é o perfil encontrado em missões de paz da ONU.

Após a apresentação, as autoridades visitaram as instalações do exercício e acompanharam algumas das atividades aéreas realizada pelos militares dos 13 países participantes. 

Foto: Sargento Marcella Perez / Ala 10