VISITA

IMAE recebe a visita de médicos da Agência Nacional de Aviação Civil

Objetivo foi conhecer as atividades desenvolvidas pela Organização Militar
Publicado: 31/08/2018 17:00
Imprimir
Fonte: IMAE
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente João Elias - Revisão: Major Alle

O Instituto de Medicina Aeroespacial Brigadeiro Médico Roberto Teixeira (IMAE), localizado no Rio de Janeiro (RJ), recebeu, no dia 15 de agosto, a visita dos alunos do Curso Básico de Perícia Médica na Aviação Civil (CBPM) da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). O objetivo foi conhecer as atividades desenvolvidas pela Organização Militar, bem como as instalações e a estrutura de treinamento fisiológico para os aeronavegantes da Força Aérea Brasileira (FAB).

Os alunos foram recebidos pela Diretora do IMAE, Coronel Médica Ana Paola Brasil Medeiros, que comentou sobre a importância da interação entre agentes civis e militares no campo da Medicina Aeroespacial. “O desenvolvimento de novas aeronaves com plataformas cada vez mais modernas e o crescimento da atividade aeronáutica com número maior de pessoas se deslocando por meio de vetores aéreos ao redor do mundo, nos impele, civis e militares, a buscar esse conhecimento das alterações sofridas pelo corpo humano em um ambiente para o qual não evoluiu, algo que não estudamos na grade curricular das faculdades de medicina”, destacou.

Durante a visita, foi realizada uma explanação sobre as diversas missões desempenhadas pelos múltiplos setores do Instituto, os desafios e projetos de modernização do Estágio de Adaptação Fisiológica (EAF) com a aquisição de novos vetores pela FAB e as possibilidades de estabelecimento de parcerias de conhecimentos aplicados em Medicina Aeroespacial. Logo após, os alunos foram divididos em grupos e puderam verificar in loco os laboratórios de hipóxia, de desorientação, de acelerações e de visão, os quais compõem a rotina do EAF para o treinamento das tripulações. 

“Gostaria de registrar o agradecimento pelas excelentes instruções ministradas pela equipe do IMAE, bem como pelo profissionalismo, competência e receptividade demonstrados. Como coordenador do curso, recebi essa impressão unânime da turma. Parabéns pelo relevante e brilhante trabalho desenvolvido, ratificando o Instituto como referência em Medicina Aeroespacial na América Latina”, ressaltou o Coordenador Médico da Gerência Técnica de Fatores Humanos da ANAC, Albert Costa Rebello.

CBPM

O curso capacita médicos para realizarem exames de saúde periciais com finalidade de emissão de Certificados Médicos Aeronáuticos (CMA) e cumpre o previsto no Anexo I da Convenção da Organização de Aviação Civil Internacional, que estabelece que os examinadores médicos devem ser capacitados e demonstrarem adequada competência em Medicina de Aviação. Esses examinadores atestarão a aptidão psicofísica de pilotos e demais aeronavegantes para o exercício seguro da atividade aérea na aviação civil. Na edição deste ano, 35 médicos participam do CBPM, incluindo dois médicos estrangeiros, pertencentes à autoridade de aviação civil de São Tomé e Príncipe.

Fotos:Soldado R. Azevedo