AMAZONLOG 2017

FAB e EB realizam desmobilização de operação multinacional

Operação envolveu o Brasil e outros 23 países
Publicado: 14/11/2017 21:00h
Imprimir
Fonte: Ala 8, por Ten Lorena Molter
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Cristiane dos Santos

Esquadrão Corsário participou da desmobilização da AMAZONLOG 2017No início da tarde desta terça-feira (14/11), aconteceu o embarque de 126 militares da Força Aérea Brasileira (FAB) e do Exército Brasileiro, que atuaram na AMAZONLOG 2017, inédito Exercício Logístico Multinacional Interagências na América do Sul. A bordo do Boeing 767, do Esquadrão Corsário (2°/2° GT), uma parte do grupo seguiu para Brasília e outra parte para o Rio de Janeiro. A missão, que faz parte das ações de desmobilização da Operação, ocorreu no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, localizado na Zona Oeste de Manaus.

A Operação AMAZONLOG 2017 aconteceu em Tabatinga, na tríplice fronteira entre o Brasil, a Colômbia e o Peru, no período de 06 a 13 de novembro, reunindo 23 países, mais o Brasil. O objetivo da Operação foi realizar ações humanitárias e de preservação do meio ambiente, baseadas na cooperação internacional.

De acordo com o Chefe da Célula de Operações Aéreas, Tenente-Coronel Aviador Silvestre Luiz Almeida Cerqueira, a Força Aérea utilizou diferentes modelos de aeronaves na Operação. “Usamos o C-130, o C-105 Casa, o C-97, o VC-99 e, por fim, o 767 [Boeing] para desmobilizar o pessoal”, explicou. O oficial ainda destacou as grandes distâncias que o Esquadrão Corsário percorreu. “Para ter uma ideia, só de distância, se fosse em linha reta, de Tabatinga até o Galeão, que a gente está fazendo, a distância é equivalente a cerca de 3.300 km. A mesma distância de Madri a Moscou”, disse.

Com a utilização dos cinco tipos de aeronaves, a Força Aérea transportou pessoal e carga, tanto para a mobilização quanto para a desmobilização. Ao todo, os aviões somaram 120 horas de voo pela AMAZONLOG.

Esquadrão Corsário participou da desmobilização da AMAZONLOG 2017O comandante do Boeing 767, durante a missão de desmobilização, Tenente-Coronel Aviador Elton David França, falou sobre os benefícios desse avião nas grandes operações. “Essa aeronave trouxe uma outra dimensão em termos de mobilidade para a Força Aérea. Uma aeronave que tem alta capacidade de transporte de cargas e que transporta 250 passageiros. Então, a gente consegue fazer mobilização e desmobilização de operações de grande porte, como esta, com muito mais velocidade, mais conforto para os passageiros. Logo, realmente é um diferencial para a Força Aérea”, disse.

O Chefe da Célula de Comunicação da AMAZONLOG 2017, Coronel EB Evandro Itamar Lupchinski, falou sobre os desafios e sobre os resultados positivos da iniciativa. “O balanço é extremamente positivo. Quem esteve lá pôde constatar a dificuldade que é montar uma base para prestar a assistência humanitária, o foco do exercício. Isso não é fácil. Em um grande centro que já representa dificuldade. Uma região com pouca infraestrutura e distante como é Tabatinga isso é amplificado. Foi essencial a participação desses 24 países, incluso o Brasil, além da participação de 22 agências do meio acadêmico”, concluiu.

imagens/original/35494/img_1299.jpg