DIMENSÃO 22

FAB lança selo postal comemorativo à campanha institucional Dimensão 22

Lançamento reuniu oficiais-generais da ativa, reformados e da reserva
Publicado: 04/10/2017 17:15
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Cynthia Fernandes

A Força Aérea Brasileira (FAB), em parceria com os Correios, lançou, nesta quarta-feira (04/10), o selo postal e o carimbo comemorativos à Campanha Dimensão 22. O evento foi realizado no Clube da Aeronáutica, em Brasília (DF), durante o encontro com as “Velhas Águias”, que reuniu cerca de 150 oficiais-generais da ativa, reformados e da reserva.

“A Dimensão 22 é um
desafio para nós para que realmente esse conceito faça parte da nossa vida na FAB. O selo postal é um importante estímulo para memorizar”, explica o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato.

 Segundo o Superintendente dos Correios em Brasília, Rogério Curado, a instituição preza pela filatelia – estudo e colecionismo de selos postais – e pela preservação da memória das instituições parceiras. “A gente prestigia todas as instituições brasileiras que constroem a imagem do País. A filatelia aproxima as instituições, cria memória e registro histórico. É uma satisfação registrar esse momento da Dimensão 22 dentro do Plano Estratégico da Força”, diz.

Velhas Águias

A campanha institucional Dimensão 22, divulgada na última terça-feira (03) em contexto nacional, foi apresentada pelo Chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica (CECOMSAER), Brigadeiro do Ar Antonio Ramirez Lorenzo aos oficiais-generais. “A partir de agora, esse é o conceito que sintetiza as ações da missão da FAB de controlar, defender e integrar”, disse.

O Brigadeiro Lorenzo também apresentou a Campanha Reserva Interativa, onde está sendo construído um canal de fácil acesso entre a FAB e os militares
da reserva e reformados. Ele antecipa que uma página especial será lançada em novembro para facilitar a comunicação.

Em seguida, o Comandante da Aeronáutica comentou sobre as principais mudanças relacionadas ao processo de Reestruturação da Força Aérea Brasileira, como centralizar o serviço administrativo e manter os esquadrões mais operacionais. O Tenente-Brigadeiro Rossato comentou que o processo de mudança teve início em 2015, e que este ano passou pelas principais mudanças, como a criação das Alas e a centralização do serviço administrativo nos Grupamentos de Apoio (GAP). “Nós entendemos que estamos em contínua transformação. É preciso trabalhar juntos e fazer o que for possível para nos adequarmos a estes ajustes e aumentar nossa operacionalidade”, afirma.

“A atual gestão está mais preocupada com o futuro, com a atualização tecnológica e todas as evoluções necessárias. Sem dúvida, a nova Força Aérea vai atender aos anseios da nossa pátria e garantir que o futuro seja muito melhor daquilo que estamos pensando”, disse, durante o evento, o Tenente-Brigadeiro Lélio Viana Lobo, ex-ministro da Aeronáutica.

Fotos: Cabo Feitosa/ CECOMSAER

 

Confira a reportagem