COMANDO

Tenente-Brigadeiro Aquino assume Comando de Operações Aeroespaciais

Na mesma cerimônia, o Tenente-Brigadeiro Machado, que deixou o cargo, despediu-se do serviço ativo
Publicado: 11/08/2017 16:33h
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Ten Gabrielli Dala Vechia

Tenente-Brigadeiro Aquino é o novo Comandante do COMAEEm uma cerimônia na Ala 1, em Brasília (DF), o Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Vuyk de Aquino assumiu o cargo de Comandante de Operações Aeroespaciais (COMAE). Na mesma ocasião, o Tenente-Brigadeiro do Ar Gerson Nogueira Machado de Oliveira, além de passar o cargo, despediu-se do serviço ativo.

O Tenente-Brigadeiro Aquino retorna à organização após ter sido Chefe do Estado-Maior do então Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro (COMDABRA), em 2006. Ele afirma que a sociedade e a Força Aérea Brasileira podem esperar dele comprometimento com a missão.

Passagem de Comando do COMAEO oficial-general será o segundo comandante do COMAE e destaca a importância do processo de reestruturação. “A tecnologia avançou muito e nossos modelos operacionais também precisam acompanhar essa evolução”, disse. O novo comandante ingressou na Força Aérea em 1973 e possui mais de três mil horas de voo.

O substituído no cargo, Tenente-Brigadeiro Machado, despediu-se do serviço ativo, após mais de 43 anos. Ele destacou seus 18 anos na aviação de caça, seu período como instrutor na Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais da Aeronáutica e como assessor aerotático no Paraguai como momentos mais importantes da carreira.

Tenente-Brigadeiro Machado esteve na ativa por 43 anosTambém destacou que, como oficial-general, comandou nove organizações diferentes. Outro destaque dado pelo Tenente-Brigadeiro Machado em sua despedida foi em relação à transformação por que tem passado a Força Aérea.

“Sem soberania, o Estado não passa de uma referência geográfica. Sem força militar, não há soberania”, disse ele, que tem mais de 4.500 horas de voo em 12 tipos diferentes de aeronaves. Como é de praxe, o oficial-general recebeu, das mãos de um cadete aviador, um espadim, e, das mãos de seu ajudante de ordens, uma insígnia de tenente-brigadeiro pela despedida do serviço ativo.

O
Discurso do Comandante da Aeronáutica Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, destacou o profissionalismo do Tenente-Brigadeiro Machado, lembrando sua atuação na Operação Ostium e no Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas, além de dar as boas-vindas ao Tenente-Brigadeiro Aquino. “Tenho a convicção de que o novo desafio será suplantado pelas suas qualidades técnicas e gerenciais”, declarou.

Fotos: Sargento Johnson Barros

Assista às entrevistas concedidas pelos oficiais-generais: