SAÚDE

Em Recife, Ala 15 promove evento para incentivar doação de órgãos

Evento celebrou parceria entre a FAB e a Central Estadual de Transplantes de Pernambuco
Publicado: 26/05/2017 13:23
Imprimir
Fonte: Ala 15, por Tenente Cheyla Souza
Edição: Agência Força Aérea, por Aspirante Aline Fuzisaki

Com o objetivo de celebrar a parceria entre a Força Aérea Brasileira (FAB) e a Central Estadual de Transplantes de Pernambuco (CT-PE) foi realizada uma solenidade alusiva à Semana Estadual de Incentivo à Doação de Órgãos. A cerimônia, ocorrida em 23 de maio, foi presidida pelo Comandante da Ala 15, Coronel Aviador Alexandre Hoffmann.

Também estiveram presentes o médico Fernando Figueira, responsável pelos transplantes de coração do Instituto Materno Infantil de Pernambuco (IMIP), a gerente da CT-PE, Noemy Alencar de Carvalho Gomes e o Comandante do Segundo Esquadrão de Transporte Aéreo (2º ETA), Tenente-Coronel Aviador Márcio Henrique Santos da Costa.

Com base no Decreto Presidencial nº 8.783, de 6 de junho de 2016, cabe à FAB realizar o transporte de órgãos em todo o território nacional. Entre junho de 2016 e abril deste ano, 71 órgãos (30 rins, 21 corações, 19 fígados e 1 pâncreas) foram transportados pelos aviões da FAB, por meio do 2º ETA, sediado em Pernambuco. A maior parte dos deslocamentos (73%) partiu de Petrolina, além de Caruaru, e de cidades dos Estados da Bahia, Piauí, Rio Grande do Norte, Maranhão, Sergipe e Alagoas. Em comparação ao ano passado, o número de transplantes realizados no Estado de Pernambuco cresceu 22% e os procedimentos de coração ampliaram 100%.

“As Centrais de Transplantes de todo o Brasil já contam com o apoio das companhias aéreas, que fazem o transporte dos órgãos e tecidos em voos comerciais sem custo algum. A FAB tem somado nesse processo, transportando, principalmente, órgãos que têm uma menor durabilidade após a retirada do corpo do doador, como o coração”, ressaltou a coordenadora da CT-PE, Noemy Gomes.

Durante a solenidade, a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco, por meio da CT-PE, realizou uma homenagem em agradecimento ao 2º ETA pelo apoio prestado à Central. “A gente se sente muito feliz em poder contribuir de alguma maneira para que nosso País seja cada vez mais desenvolvido, para que ações dessa natureza levem mais esperança para algumas famílias, e nos dá muita honra e orgulho poder, de alguma maneira, trazer qualidade de vida para as pessoas”, concluiu o Tenente-Coronel Márcio.

Atualmente, no Estado de Pernambuco, 1.179 pessoas esperam pela doação de um órgão ou tecido.