FORMATURA

Após curso de formação, FAB receberá novos oficiais

Tradicional evento de entrega de espadas marca nomeação de 91 novos militares
Publicado: 23/05/2017 09:30h
Imprimir
Fonte: CIAAR
Edição: Agência Força Aérea, por Aspirante Aline Fuzisaki

O Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR) realizou na sexta-feira (19/05) a Cerimônia Militar de Entrega de Espadas, que marca a nomeação de 91 oficiais, após concluírem o Curso de Adaptação Militar da Força Aérea Brasileira (FAB).

Dentre os formandos, 42 eram integrantes do Curso de Adaptação de Médicos da Aeronáutica (CAMAR), 11 do Curso de Adaptação de Dentistas da Aeronáutica (CADAR), 4 do Curso de Adaptação de Farmacêuticos da Aeronáutica (CAFAR), 18 do Estágio de Adaptação de Engenheiros da Aeronáutica (EAOEAR) e 16 do Estágio de Adaptação de Oficiais de Apoio (EAOAP). Este último reuniu profissionais de diversas especialidades de nível superior.

Entrega de prêmio - Maj Brig MesquitaA solenidade aconteceu em Belo Horizonte (MG) e foi presidida pelo Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, Comandante-Geral do Pessoal. Diversas autoridades civis e militares da capital mineira estiveram presentes na formatura.

Em seu discurso, o Tenente-Brigadeiro Bermudez alertou sobre a responsabilidade de um Oficial da Força Aérea. “Sejam probos, leais, retos, dedicados ao trabalho e, acima de tudo, sejam devotados à sua Pátria, mesmo que com o sacrifício da própria vida”, ressaltou o Oficial-General.

Primeiro colocado da turma, o 1º Tenente Médico Gustavo Pessôa de Sant’Anna recebeu o Prêmio Força Aérea Brasileira e o Prêmio Honra ao Mérito do Ministério da Defesa, concedidos aos alunos que se destacam nas escolas de formação das Forças Armadas. “Para mim, foi uma experiência muito boa o curso do CIAAR, superou as minhas expectativas. Fiz amigos para toda a vida. Ter sido o primeiro colocado dessa turma recheada de talentos só me enche de orgulho”, disse o Tenente Pessôa.

Desfile em continência à BandeiraCom duração de 17 semanas, o Curso de Adaptação Militar compreende instruções de armamento, munição e tiro, atividades de campanha, conceitos de chefia e liderança, comunicação oral, elaboração de documentos oficiais e treinamento físico.

Os novos oficiais foram designados para servir nas localidades escolhidas no ato da inscrição do concurso, obedecendo à classificação final obtida durante o curso de formação.