FORMAÇÃO

Brigada de Defesa Antiaérea orienta cadetes de Infantaria na AFA

Alunos do 4º ano confeccionaram Plano de Defesa Antiaérea
Publicado: 03/04/2017 12:08
Imprimir
Fonte: AFA
Edição: Agência Força Aérea, por Ten Cynthia Fernandes

Buscando o aprimoramento dos futuros oficiais de Infantaria da Aeronáutica, a Primeira Brigada de Defesa Antiaérea (1ª BDAAE) esteve, na última semana, na Academia da Força Aérea (AFA). Na oportunidade, foram ministradas instruções relativas à defesa antiaérea aos cadetes do 4º ano deste quadro.

As aulas foram divididas em parte teórica e prática, utilizando como referência o Manual do Comando da Aeronáutica referente à Defesa Antiaérea na Força Aérea Brasileira (FAB), o qual descreve características, estrutura organizacional, fases de planejamento e defesa passiva e logística.

A instrução contou com parte teórica e prática“Após a fase teórica, os cadetes iniciaram a etapa de planejamento, dividida doutrinariamente em três fases: o planejamento tático, o reconhecimento de posição e, por fim, a produção do Plano de Defesa Antiaérea – PLANDAAE”, comenta o Capitão de Infantaria Lucas Rodrigues Nogueira Lemos, responsável pela instrução. “Este tipo de planejamento foi utilizado pela FAB em ações como Copa das Confederações, Copa do Mundo e Jogos Olímpicos. É importante que eles saibam como opera o sistema de defesa aeroespacial brasileiro", acrescenta. Segundo ele, a formação proporciona aos cadetes os conhecimentos básicos para operações antiaéreas no terreno.

Pela primeira vez, os cadetes confeccionaram um Plano de Defesa Antiaérea. “As instruções trouxeram à nossa realidade as atividades de controle do ar desempenhadas pela Infantaria da Aeronáutica”, afirma o Cadete de Infantaria Aron Taier. “Podemos perceber que os Grupos de Defesa Antiaérea (GDAAE) hoje são capazes de realizar com elevada eficiência a defesa antiaérea de pontos sensíveis de valor tático e estratégico para o Comando da Aeronáutica, contribuindo para o cumprimento das missões de Força Aérea”, conclui.