LAAD 2017

Veículo suborbital VSB-30 terá modelo modernizado

Processo prevê novos dispositivos de segurança e de ordens pirotécnicas
Publicado: 30/03/2017 08:30
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Ten Jussara Peccini

Maquete em tamanho reduzido do veículo suborbital VSB-30Com mais de 20 lançamentos de sucesso, sendo a maior parte no exterior, o veículo suborbital VBS-30, desenvolvido pelo Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), terá a terceira versão do modelo modernizado. O veículo contará com outro dispositivo mecânico de segurança e novo equipamento de ordens pirotécnicas, que comanda os eventos, como ignição, separação de estágio e separação de carga útil, durante o voo.

“Estamos estudando uma proposta de desenvolvimento em conjunto com a Agência Espacial Alemã para a modernização do projeto”, afirma o gerente do projeto do VSB-30, Eduardo Dore.

As principais mudanças para a próxima geração do VSB-30 seriam a retirada do amianto da composição da proteção térmica dos motores e a qualificação do Dispositivo Mecânico de Segurança Remoto (DMS-R). O objetivo é diminuir o número de pessoas e o tempo de exposição ao risco na armação dos veículos. O projeto também prevê a otimização e a modernização do sistema de ignição e o desenvolvimento do sistema de terminação de voo.

Desenvolvido há mais de 30 anos para atender aos requisitos da Agência Espacial Europeia (ESA), o VSB-30 é certificado, qualificado, e considerado seguro, confiável e estável. A plataforma serve para testes de experimentos científicos e tecnológicos com aplicação em satélites, veículos espaciais e indústria farmacêutica, por exemplo, em ambiente de microgravidade. “Este ambiente proporciona a realização de experimentos científicos e tecnológicos sem ação de forças externas, somente com a força da gravidade”, afirma o engenheiro.

O veículo tem capacidade de levar cargas úteis em torno de 400kg a uma altitude de 240km, proporcionando ambiente de microgravidade por até seis minutos. O apogeu do veículo ocorre acima de 240 km (ápice da parábola) e o ponto de dispersão (queda) a cerca de 20km do local do lançamento. A precisão do local da queda é um item importante. Devido a isso, a maior parte dos 22 lançamentos foi realizada em Esrange, na Suécia, já que o local possui fronteiras com demais países nórdicos.

Ainda neste semestre, a Austrália deve efetuar o segundo lançamento do VSB-30 em seu território com a carga útil HiFire 4. O primeiro lançamento ocorreu em 2016.

Amanhã você vai conhecer o motor de propulsão líquida L-75.