REESTRUTURAÇÃO

Concentração de atividades administrativas na FAB permite otimização de recursos

Grupamento de Apoio do Galeão gerencia estoque de 23 unidades e comemora a redução de custos e a oferta de serviço de alto nível
Publicado: 09/03/2017 17:20
Imprimir
Fonte: COMGAP
Edição: Agência Força Aérea, por Ten Raquel Sigaud

Capitão Priscila afirma que a unificação dos estoques otimiza recursos materiaisUnificar os estoques de 23 unidades da Força Aérea Brasileira pode não parecer fácil, mas foi realizado pelo Grupamento de Apoio do Galeão (GAP-GL) em 2016. O plano fez parte da Reestruturação da FAB, que tem como premissa a centralização das atividades administrativas, visando à redução de custos, otimização de pessoal e eficiência da gestão.

A responsável pelo planejamento da gestão de estoque foi a Capitão Intendente Priscila Suzano da Silva Ferreira. Depois de delinear e iniciar as ações necessárias para a unificação, ela fez do assunto seu tema de pesquisa no Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais da Aeronáutica (CAP), concluído em dezembro de 2016.

“A questão básica foi como estruturar o estoque para que ele fosse capaz de atender de forma econômica as organizações militares distribuídas na guarnição do Galeão, oferecendo níveis de serviço cada vez mais altos em termos de disponibilidade de materiais e tempo de atendimento”, explica a militar.

SILOMS

Segundo a Capitão Priscila, para realizar a unificação física dos estoques administrativos de uso comum era necessário que os materiais estivessem regularizados e fossem incluídos no mesmo programa: o SILOMS (Sistema Integrado de Logística de Material e Serviços).

Para isso, ela destaca a participação do Centro de Computação da Aeronáutica do Rio de Janeiro (CCA-RJ) na criação das ferramentas para extração de banco de dados e atendimento das unidades na confecção dos pedidos. Com a inclusão dos dados no sistema, o cronograma foi divulgado em março de 2016, dando início à migração física dos materiais.

A partir daí, a atenção da militar intendente se voltou para as instalações de armazenagem que o GAP-GL iria empregar e como poderiam contribuir com a otimização do processo. Ela fez visitas às organizações, entrevistou gestores e conferiu as condições dos almoxarifados.

Através do SILOMS é feito o gerenciamento dos materiais.Resultados

A Capitão Priscila enfatiza que a centralização da gestão de materiais e a implementação de técnicas adequadas de gestão de estoques trazem benefícios, como redução de gastos no ciclo do pedido e do ressuprimento, redução dos custos de manutenção de armazenagem, redução das perdas por perecibilidade, diminuição de itens parados no estoque e mais eficiência na contabilidade patrimonial.

As 23 unidades da área do Galeão são atendidas em dois depósitos, um no Centro de Medicina Aeroespacial (CEMAL), que guarda os materiais das unidades de saúde, e outro na Ala 11, relativo às demais unidades.

“O desafio para 2017 é consolidar o conceito de garantir a alta disponibilidade de materiais, por intermédio de enxuta padronização que atenda as organizações de forma imediata, empregando o SILOMS como plataforma de compartilhamento das informações entre os ´clientes´ e a gestão de estoques. O nosso objetivo permanente é reduzir os custos totais em estoques e aumentar o nível de serviço”, finaliza a Capitão Priscila.