CARREIRA

Estagiários de reconhecimento, patrulha e transporte escolhem unidade operacional

Durante o evento são apresentadas as unidades aéreas com vagas a serem preenchidas
Publicado: 28/11/2016 10:10
Imprimir
Fonte: BANT, por Ten Juliana Carneiro Lopes
Edição: Agência Força Aérea, por Ten Emília Maria

O Esquadrão Rumba promoveu, no dia 17 de novembro, o Simpósio das Unidades Aéreas da Aviação de Transporte. Durante o evento, os estagiários do Curso de Especialização Operacional da Aviação de Transporte (CEOAT) puderam escolher a primeira unidade operacional em que servirão como pilotos de combate da Força Aérea Brasileira (FAB).

Após as apresentações dos comandantes dos esquadrões, teve início a escolha dos estagiários entre as unidades de reconhecimento, patrulha e transporte. “Ser piloto de transporte é um sonho que tenho desde a Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR). Esse objetivo foi transformado em realidade através do CEOAT, que me habilitou a cumprir as missões dessa aviação”, afirmou o Tenente Leonel de Azevedo Neto, que servirá no 7º ETA, em Manaus (AM).

Para o Comandante da Primeira Força Aérea, Brigadeiro do Ar Pedro Luís Farcic, a presença dos futuros comandantes no momento da escolha é de extrema importância para os estagiários. Segundo ele, a primeira unidade operacional tem um papel fundamental na vida do oficial, para sua carreira e crescimento pessoal e profissional.

O Comandante do Esquadrão Rumba (1º/5º GAV), Tenente-Coronel Claudio Teixeira Barros, ressaltou que essa escolha é o início da vida operacional. "É nessa fase que todos alimentam grandes expectativas sobre o futuro e sobre a evolução na sua aviação, para ter uma carreira bem sucedida”, finalizou.