ELEIÇÕES 2016

FAB conclui distribuição de urnas em 72 localidades de difícil acesso em RR, AC e AP

Tropas de infantaria da FAB estarão nas ruas do bairro de Irajá, no Rio de Janeiro, e no município de Parnamirim (RN)
Publicado: 30/09/2016 15:15
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Ten Jussara Peccini

A Força Aérea Brasileira (FAB) finaliza nesta sexta-feira (30/09) a distribuição das urnas eletrônicas para o primeiro turno das eleições municipais em 72 localidades de difícil acesso nos estados de Roraima, Acre e Amapá. Os voos dos quatro helicópteros para transportar as equipes dos tribunais regionais eleitorais, que acompanham as urnas, iniciaram na segunda (26/09). Além disso, as tropas de infantaria da FAB estarão nas ruas do bairro de Irajá, no Rio de Janeiro, e no município de Parnamirim (RN)

Para o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, o apoio das Forças Armadas é fundamental para levar as urnas a locais distantes.

“Nós vivemos em um país de dimensões continentais com algumas localidades de difícil acesso. Para superar essas barreiras geográficas, o apoio da Força Aérea Brasileira na distribuição das urnas em regiões afastadas é primordial para garantir que todo eleitor brasileiro possa participar das eleições e exercer seu direito constitucional de escolher seus representantes.”

Na próxima semana (03/10) a FAB fará as mesmas rotas para recolher urnas e equipes.

Roraima – Esta é a primeira missão de distribuição de urnas do Sargento Willi Augusto Teixeira Gaspar. Na tripulação, a função dele é operador de equipamentos do helicóptero H-60 Black Hawk que faz a rota em Roraima. No total, a FAB faz a rota de transporte nestas eleições para 24 localidades da região ribeirinha do Baixo Rio Branco, no sul do Estado, dos municípios de Caracaraí e Rorainópolis, além de comunidades indígenas em Uiramutã, no norte, incluindo a região da Serra do Sol.

“Nossa rotina de voo começa bem cedo, quando o sol ainda nem nasceu. São longas horas de voo para chegar a essas comunidades. Por vezes nossas refeições são feitas sob a pá do nosso helicóptero”, conta o sargento. Em um dos trajetos mais distantes, a tripulação decola da Base Aérea de Boa Vista, na capital, com destino à Pacaraima, a cerca de 350km. A cidade mais ao norte do Estado, próxima a fronteira com a Venezuela serve como ponto de reabastecimento. A partir dali o helicóptero transporta as equipes e urnas. Outro ponto distante é a cidade de Uiramutã, próximo a fronteira com a Guiana.

“Fiquei muito impressionado com o isolamento dessas comunidades”, completa. Como cidadão brasileiro, o militar relata que seu sentimento é de orgulho por participar deste trabalho. “Sinto-me orgulhoso por poder prestar apoio a minha pátria levando aos lugares mais inóspitos o compromisso da democracia”, afirma.

Tropas de segurança – Militares de infantaria da Aeronáutica estarão nas ruas nos Estados do Rio de Janeiro e no Rio Grande do Norte em missão de garantia da votação e apuração com o objetivo de evitar crimes eleitorais. Cerca de 200 militares farão policiamento e segurança nas ruas próximas as seções eleitorais no bairro de Irajá, município do Rio de Janeiro. Outros cem militares farão o mesmo no município de Parnamirim. O patrulhamento ostensivo será no domingo (02/10), dia das eleições, das 8h às 18h. No sábado, os militares farão operação de presença nessas regiões.