RIO 2016

Pontualidade de voos é destaque no primeiro balanço de desempenho dos aeroportos

Na primeira semana de operação foram transportados 2,87 milhões de passageiros
Publicado: 08/08/2016 15:51
Imprimir
Fonte: DECEA, por Telma Penteado
Edição: Agência Força Aérea, por Ten Jussara Peccini

A pontualidade dos voos foi o principal destaque do balanço do desempenho dos nove aeroportos na primeira semana dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Os aeroportos do Galeão e Santos Dumont (RJ), Congonhas, Guarulhos e Viracopos (SP), Confins (MG), Salvador (BA), Manaus (AM) e Brasília (DF) concentram as chegadas e saídas de turistas, delegações e atletas. Os dados e as estatísticas operacionais apresentados nesta segunda-feira (08/08) foram apurados pelas autoridades da Sala Master de Comando e Controle ativada no Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA).

“Em cinco anos de realização de eventos de alta demanda, nunca se viu índices tão baixos como este em tão complexo tipo de operação. Chegamos a registrar 0% em alguns aeroportos, o que aproxima a operação da perfeição técnica. Para efeito de comparação, durante a Copa o atraso médio medido foi de 8,8%”, declarou o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella. Até então, o menor índice de atrasos já verificado em operações especiais do setor aéreo brasileiro era de 4,4%.

Entre 31 de julho e 06 de agosto, período de pico de demanda aeroportuária, foram transportados cerca de 2,87 milhões de passageiros. Aproximadamente 595 mil apenas nos dois aeroportos do Rio de Janeiro. Guarulhos, por sua vez, movimentou mais de 715 mil passageiros na primeira semana do evento. Foram ainda registrados 72 voos VIPs e realizado atendimento a 42 chefes de estado, além de chefes de governo e autoridades internacionais.

A previsão é de que os próximos dias com picos de movimentos aéreo serão em 12 de agosto, com as provas de atletismo e ginástica artística, e de 20 a 22, quando serão realizadas as finais e a cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos.

Ampliação de horário do aeroporto Santos Dumont - O Aeroporto Santos Dumont ampliará seu horário de funcionamento a partir desta segunda (08/08). O terminal ficará aberto das 06h às 23:59 para aviação comercial e 24 horas para a aviação executiva.

A medida compensa a restrição de operações entre 12h40 e 17h10 diariamente até o dia 18 de agosto por conta das competições de Vela na Baía de Guanabara. Estima-se que 57 voos diários serão transferidos para o aeroporto do Galeão.

Satisfação dos passageiros - Também foi apresentada uma parcial do índice de satisfação do passageiro, divulgado trimestralmente pela Secretaria de Aviação Civil (SAC). A pesquisa mede o desempenho da infraestrutura, atendimento, serviços e gestão dos aeroportos brasileiros, classificando, de acordo com a opinião do viajante, a excelência de 38 itens relacionados aos serviços aeroportuários. Em uma escala de 1 a 5, a média de satisfação apurada chega a 4,19, o que representa, de acordo com a SAC, “a consolidação de melhorias de infraestrutura e perfeita adequação da atividade dos terminais a picos de demanda”.

“O desafio do Comitê Técnico de Operações Especiais (CTOE) da SAC, é manter o setor de aviação civil do Brasil como referência no mundo em áreas como pontualidade e segurança, postos já reconhecidos por consultorias e entidades internacionais do setor”, ressaltou o ministro.

Embarques mais rigorosos - Outro legado da Rio 2016 está na área de segurança com a medida que preconiza que os passageiros cheguem com duas horas de antecedência para voos domésticos, como já era praticado em voos internacionais. Esta exigência será um padrão estabelecido de agora em diante.

Para o Diretor-Presidente da ANAC, José Ricardo Botelho, a meta desta medida é “trazer o Brasil ao patamar internacional de segurança, como preconizado pelo Plano Nacional de Segurança em consonância com as diretrizes da Organização da Aviação Civil Internacional (OACI)”.
“A participação da sociedade para que esse procedimento funcione é fundamental. É uma questão de conscientização da população visando a fluidez dos procedimentos de check-in”, comentou Botelho.

Participaram do evento o Diretor-Geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Vuyk de Aquino; o Presidente da Infraero, Antônio Claret de Oliveira; o Diretor-Presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), José Ricardo Botelho; e o Diretor do Departamento de Gestão Aeroportuária da Aviação Civil, Paulo Henrique Possas.

Foto: DECEA/Luiz Perez