ESPORTE

Futuros oficiais das Forças Armadas competem entre si

Abertura oficial da competição contou com a presença do Comandante da Aeronáutica
Publicado: 08/07/2016 23:14
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Raquel Sigaud

Apresentação da tropaA 50ª NAVAMAER começou nesta sexta-feira (08/07), na Academia da Fora Aérea (AFA), em Pirassununga (SP). A competição esportiva envolve os alunos das escolas de formação de oficiais das Forças Armadas: cadetes da Aeronáutica e do Exército, e aspirantes da Escola Naval da Marinha.

Até o dia 15 de julho, cerca de 600 atletas participam da competição que tem o objetivo de estimular o futuro oficial a superar limites, manter o condicionamento físico e se integrar entre as diferentes Forças. Haverá competições em 12 modalidades: vôlei, futebol, basquete, polo aquático, natação, atletismo, esgrima, orientação, tiro esportivo, judô, pentatlo militar e triatlo.

Autoridades presentes na abertura da NAVAMAEREm seu discurso, o Comandante da Aeronáutica ressaltou o contexto olímpico e a “importância das Forças Armadas na incorporação de atletas de alto rendimento”. Já o Presidente da Comissão Desportiva Militar do Brasil, Vice-Almirante Paulo Martino Zuccaro, destacou que a “interoperabilidade entre as Forças Armadas é o que garantirá o sucesso na defesa da pátria”.

Os pontos altos da solenidade, que contou com a presença de diversas autoridades, foram o acendimento da pira – símbolo que acompanhará toda a competição –, o desfile de uma réplica da tocha olímpica que percorre o Brasil, o juramento dos atletas e a apresentação personalizada da Esquadrilha da Fumaça.

 

Homenagem a um campeão

 

Coronel Silva Júnior, ex-atleta, é homenageadoNa solenidade, o Coronel Aviador da reserva Francisco da Costa e Silva Júnior foi homenageado por ter conquistado inúmeros títulos nas competições da NAVAMAER quando era cadete. Ele afirma que a família e a formação que recebeu na AFA o ajudaram a se tornar um atleta de sucesso. Campeão e recordista em diversas modalidades, com destaque para natação, pentatlo militar e polo aquático, ele serve de inspiração para os novos atletas.

Felipe Alvarez dos Santos Alves, Cadete da Academia Militar da Agulhas Negras (AMAN) e atleta do Judô, afirma que, mesmo sendo difícil conciliar os treinos com as aulas regulares, compensa competir. “Vale muito a pena para ter a sensação de entrar no tatame e ouvir os colegas gritando seu nome. Isso motiva muito”, declara.

Já a Cadete Maíra Nunes Costa da AFA, atleta de Pentatlo Militar, já competiu em três edições da NAVAMAER. No ano passado conquistou sete medalhas. “O esporte é a melhor forma de treinamento em tempo de paz”, resume.

 

Futebol para começar

 

Uma partida de futebol entre Academia Militar das Agulhas Negras e a Escola Naval marcou o início das competições. O encerramento será na próxima sexta-feira (15/07).

Assista ao vídeo da abertura da 50ª NAVAMAER na Academia da Força Aérea: