RIO 2016

Formação de motociclistas batedores reforçam trabalho interagências para Jogos Olímpicos

Militares da FAB e da polícia militar do RJ tiveram instruções tiveram instruções ao longo de dois meses
Publicado: 10/05/2016 14:00
Imprimir
Fonte: III COMAR
Edição: Agência Força Aérea, por Ten Jussara Peccini

  III COMAR   III COMARO Pelotão de Motociclistas do Batalhão de Infantaria da Aeronáutica Especial do Rio de Janeiro (BINFAE-RJ) formou 18 novos motociclistas militares - batedores, em cerimônia realizada na última semana (05/05). O Curso de Motociclista Militar Batedor deste ano faz parte da programação de preparação para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 e reforçou o trabalho interagências, especializando militares da Força Aérea e da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ).

Durante os jogos olímpicos, o trabalho dos motociclistas militares será o de escoltar as delegações e as autoridades para que cheguem a tempo e com segurança aos eventos previstos. “O motociclista militar tem de estar preparado para fazer a escolta de batedores em qualquer situação a que seja designado”, afirmou o coordenador do curso, Tenente Infantaria Emerson Barreto de Azevedo.

  III COMARDurante dois meses, os militares receberam instruções de primeiros socorros, comunicações, mecânica, pilotagem básica, pilotagem avançada, abordagem a pessoas e a viaturas, pilotagem defensiva, armamento, munição e tiro, tiro embarcado, legislação, manobras evasivas, planejamento e técnicas de escolta.

O aluno destaque foi o Soldado PM Pablo Duarte Ferreira, do Batalhão de Polícia de Choque da PMERJ. “Conseguir esse brevê é uma realização pessoal e profissional, porque essa é uma atividade diferenciada na parte operacional. Para chegar a ser o primeiro precisei de muita dedicação, empenho e também contei com o espírito de companheirismo dos meus colegas de curso, o que rege a vida do motociclista”, relatou o soldado PM, que já tem o Curso de Ações Táticas de Moto Patrulhamento do BP Choque PMERJ.

A cerimônia presidida pelo Comandante do III COMAR, o Major-Brigadeiro do Ar José Euclides da Silva Gonçalves contou com a presença de familiares e amigos dos formandos.