FORÇAS NO ESPORTE

Unidades da FAB encerram as atividades de 2015

Programa visa a inclusão social de crianças e adolescentes por meio do esporte
Publicado: 22/12/2015 08:00
Imprimir
Fonte: SCS da BASV/ BAFL

Cobertura da TV Bahia no Natal do PROFESPAs bases aéreas de Salvador (BASV) e Florianópolis (BAFL) encerraram as atividades de 2015 do Programa Segundo Tempo - Forças no Esporte (PROFESP), que prevê a inclusão social de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social por meio do esporte. O PROFESP, criado em 2003, é uma iniciativa do Ministério da Defesa (MD), em parceria com os Ministérios do Esporte, Desenvolvimento Social e Combate à Fome, realizado em diversas unidades militares da Marinha, Exército e Aeronáutica por todo o Brasil.

A Base Aérea de Salvador desenvolveu, durante todo o ano, atividades culturais e esportivas que beneficiam estudantes em situação de vulnerabilidade social do município de Lauro de Freitas (BA). Atualmente, o Projeto sediado na BASV atende 110 crianças. Elas participam de diversas atividades e aulas gratuitas de música, arte marcial, esportes e reforço escolar.

Este ano, os alunos começaram a aprender a modalidade esportiva conhecida por corrida de orientação e, com apenas quatro meses de treino, trouxeram muitas medalhas e troféus das competições que participaram em diversas cidades, como Maceió (AL) e Subaúma (BA).

Na ultima quarta- feira, 16 de dezembro, as crianças participaram de uma confraternização de Natal com muitas brincadeiras, presentes e com a visita do Papai Noel. O evento contou com a cobertura da TV Bahia, regional da Rede Globo. Veja aqui.

BAFL 
Já os alunos do Programa Forças no Esporte (PROFESP) desenvolvido na Base Aérea de Florianópolis (BAFL) concluíram as atividades de 2015 na quinta-feira (17/12). As crianças da Escola Tenente Almáchio, do bairro Tapera, receberam kits com lanche, brinquedos, participaram do sorteio de duas bicicletas e se divertiram com a presença do Papai Noel, representado pelo Capitão Reformado Carlos Alberto.

Durante o sorteio, a primeira bicicleta foi cedida pela criança ganhadora para ser novamente sorteada. Ela relatou que preferia que a bicicleta fosse entregue para um de seus colegas, em novo sorteio, pois já possuia uma.

“Não são apenas as crianças que estão crescendo com o projeto, toda a comunidade militar da Base Aérea de Florianópolis também cresce com o progresso delas”, afirmou o Subcomandante da Base Aérea de Florianópolis, Tenente-Coronel Eduardo de Carvalho Guimarães.