ESPORTE

Atletas militares são premiados esportistas do ano

Do total de 49 vencedores da 17ª edição do Prêmio Brasil Olímpico, 15 foram atletas militares
Publicado: 17/12/2015 09:00
Imprimir
Fonte: Ministério da Defesa

  A noite era de gala, e as fardas dos sargentos da Marinha, do Exército e da Força Aérea Brasileira chamaram a atenção para o número de atletas militares brasileiros durante a cerimônia do Prêmio Brasil Olímpico. Organizada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), a festa do esporte nacional foi realizada no Teatro Bradesco, no Rio de Janeiro, e homenageou os principais destaques esportivos do ano.

Foram 15 atletas militares de um total de 49 vencedores da 17ª edição do Prêmio Brasil Olímpico. A escolha dos melhores em cada modalidade, assim como a definição dos dois atletas (ou duplas) que receberam o Troféu Melhor Atleta do Ano, foi realizada por um júri composto por jornalistas, dirigentes, ex-atletas e personalidades do esporte.

Os premiados por modalidade foram os medalhistas, sargentos das três Forças Armadas, Robson Conceição (boxe), Flávia Paparella (ciclismo estrada), Renzo Agresta (esgrima), Lucas Yu Shin Lee (golfe), João Vistor Oliva (hipismo), Érika Miranda (judô), Aline Silva (lutas associadas), Luisa Borges e Maria Eduarda Miccuci (nado sincronizado), Yane Marques (pentatlo moderno), Fabiana Beltrame (remo), Iris Tang Sing (taekwondo), Cassio Rippel (tiro esportivo), Martine Grael e Kahena Kunze (vela).

Atleta da Torcida -  O público escolheu o nadador Thiago Pereira para o prêmio Atleta da Torcida. Ele superou Isaquias Queiroz (canoagem velocidade), Alison e Bruno (vôlei de praia), Marcelo Melo (tênis), Ana Marcela Cunha (maratona aquática), Erika Miranda (judô), Fabiana Murer (atletismo) e Yane Marques (pentatlo moderno) em votação realizada pela internet. Para concorrer ao “Atleta da Torcida”, o COB selecionou atletas ou duplas que se destacaram durante a temporada, marcando o esporte brasileiro em 2015.

Pan em destaque -  A cerimônia também teve uma homenagem a todos os atletas que ganharam medalhas nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, em julho. No total, o Brasil conquistou 141 pódios na competição, sendo 67 medalhas obtidas por atletas militares.

Além disso, a maratonista sargento do Exército Adriana Aparecida dos Santos recebeu das mãos do treinador Cláudio Castilho o ouro que herdou após a peruana Gladys Teixeira ser flagrada no exame antidoping. A brasileira havia terminando a prova em Toronto na segunda colocação.