SEMINÁRIO

Missões de Busca e Salvamento são temas de seminário coordenado pela FAB

Militares da Marinha, Exército e Aeronáutica participaram do evento realizado pelo Ministério da Defesa
Publicado: 28/06/2015 13:26
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

  Sgt Batista/CECOMSAERA Base Aérea de Campo Grande (BACG) sediou nos dias 27 e 28 de junho o seminário sobre a atividade de Busca e Salvamento (SAR) e Busca e Salvamento em Combate (CSAR). O objetivo foi manter os militares das Forças Armadas do Brasil integrados nos aspectos doutrinários sobre o assunto para facilitar operações conjuntas. O evento foi uma realização do Ministério da Defesa por intermédio do Estado-Maior das Forças Armadas (EMCFA) e coordenado pela Força Aérea Brasileira.

Foram abordados temas como Sistema de Busca e Salvamento Aeronáutico Brasileiro (SISSAR), coordenado pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), utilização de helicópteros em operação SAR e CSAR, técnicas de salvamento em combate entre outros. “A realização desse seminário dá a capacidade de operação conjunta. A doutrina utilizada em missões CSAR necessitada de uma coordenação bastante grande entre os meios envolvidos. No seminário, nós temos a oportunidade de discutir e buscar sempre melhorar essas ações de resgate”, explica o Comandante da Segunda Força Aérea (II FAE), Brigadeiro do Ar Roberto Ferreira Pitrez.   Sgt Batista/CECOMSAER

O evento contou com a participação dos militares da Marinha, Exército e Aeronáutica envolvidos com atividades de busca e salvamento. “Como parte integrante desse sistema nós temos que estar aptos e em condições de participar seja como um resgatado, seja compondo uma equipe de resgate SAR. É muito importante atualizar as doutrinas e as evoluções de como o Ministério da Defesa esta tratando sobre o assunto”, afirma o Comandante do Terceiro Batalhão de Aviação do Exército, Tenente-Coronel Emerson Alexandre Januário. 

“O compartilhamento de conhecimento é maior ganho de um evento como esse. Quando todo mundo que faz parte desse conjunto de aeronaves que participam de missões CSAR sabem o que outro vai fazer e o que um espera, é muito mais fácil de cumprir a missão”, afirma o Comandante do Esquadrão Poti (2º/8º GAV), Tenente-Coronel Rodrigo Gibin Duarte. O militar explica que em ações de CSAR os helicópteros AH-2 Sabre, operados pelo esquadrão, atuariam como aeronaves de escolta. 

  Palestrantes da Colômbia e Estados Unidos dividiram as experiências que tiveram em missões de combate, em conflitos internos e internacionais, ou em equipamentos que já estão em combate no cenário mundial. Os militares também assistiram à palestra sobre a aeronave multimissão V-22 Osprey, fabricada pela Boeing/Bell, que possui características de decolagem de helicópteros e voo de avião (Tiltrotor). Também foram apresentados equipamentos para salvamento, equipamentos táticos para os homens de resgate e as aeronaves.

Veja o vídeo alusivo a Aviação de Busca e Salvamento: