OPERACIONAL

FAB completa 1.000 horas de voo com caças A-1M

A aeronave modernizada tem equipamentos como “iscas” para mísseis inimigos
Publicado: 17/03/2015 10:20
Imprimir
Fonte: 1º/16º GAV

Caça modernizado utiliza bombas inteligentes  Cb Vinícius Santos / Agência Força AéreaO Esquadrão Adelphi completou 1.000 horas de voo com suas aeronaves de caça A-1M. A unidade da Força Aérea Brasileira é a única que opera essas aeronaves. O marco foi alcançado com uma missão de apoio aéreo aproximado, realizada na última semana durante o Exercício Boca do Monte, na Base Aérea de Santa Maria (RS).

Desenvolvido pelo Brasil em parceria com a Itália, o caça A-1 entrou em operação na FAB em 1989. Em setembro de 2013, o Esquadrão Adelphi recebeu o primeiro A-1M, versão modernizada com radar multimodo, novos sistemas de navegação e mira, novos equipamentos para enganar os sistemas Cabine do A-1M  Sgt Bruno Batista / Agência Força Aéreade guiagem de mísseis inimigos e uma cabine mais moderna, entre outras modificações.

A modernização é realizada na fábrica da Embraer em Gavião Peixoto (SP). Até agora, o Esquadrão Adelphi, sediado na Base Aérea de Santa Cruz, no Rio de Janeiro, recebeu três A-1M. Os Esquadrões Poker e Centauro, ambos da Base Aérea de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, operam as versões A-1A e A-1B.

Leia mais sobre a modernização dos caças A-1 na revista Aerovisão: