ENSINO

Militares da FAB apresentam trabalhos no 40º Fórum Europeu da Aviação de Asas Rotativas

Publicado: 23/09/2014 10:18
Imprimir
Fonte: IPEV

Dois instrutores do Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV) da Força Aérea Brasileira participaram como palestrantes do 40º Fórum Europeu da Aviação de Asas Rotativas (European Rotorcraft Forum - ERF) na cidade de Southampton - Inglaterra, no período de 1º a 5 de setembro de 2014.

O ERF é um dos mais prestigiados eventos da comunidade internacional da aviação de helicópteros, contando com a participação das maiores indústrias aeronáuticas, centros de pesquisas, universidades, agências regulatórias, como a Federal Aviation Administration (EUA) e European Aviation Safety Agency (Europa), operadores e cientistas do mundo todo. Nesse Fórum são discutidos os avanços das pesquisas, o desenvolvimento de novas tecnologias, projetos futuros, técnicas de ensaios em voo, segurança e operação de helicópteros.

O Major José Ricardo Scarpari, Piloto de Provas do IPEV e Mestre em Engenharia Aeronáutica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), apresentou o artigo “Autorotation: is there a live man´s curve?”. O trabalho é fruto de uma pesquisa realizada pelo IPEV e ITA nos últimos dois anos com o objetivo de compreender a carga de trabalho a que o piloto fica submetido durante um voo autorrotativo real e propor métodos para melhoria da segurança no treinamento e nos requisitos das futuras aeronaves a serem adquiridas ou desenvolvidas para as Forças Armadas brasileiras.

O trabalho do Tenente Alex Gomes, Engenheiro de Provas e Mestrando em Engenharia Aeronáutica pelo ITA, foi o artigo “Level flight performance determination using collective pitch”. Essa pesquisa nasceu das diferenças técnicas encontradas nos projetos dos helicópteros russos, recém implantados na FAB, e da necessidade do IPEV e do ITA de adaptar as técnicas de Ensaio em Voo para melhor compreender o desempenho desses helicópteros. O resultado prático desse desenvolvimento é a possibilidade dos pilotos poderem realizar planejamentos de missão mais precisos em relação ao alcance, velocidade e consumo de combustível.

Ambos os trabalhos foram orientados pelo professor Donizete de Andrade, coordenador dos Cursos de Aeronavegabilidade Continuada do ITA. Os resultados serão utilizados no desenvolvimento do futuro simulador de voo que está sendo desenvolvido pelo IPEV.

A participação no ERF foi viabilizada pela Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), por meio dos projetos coordenados pelo IPEV, como o de desenvolvimento de ferramentas de ensaio em voo, das pesquisas relacionadas a simuladores de voo, projetos de instrumentação, controle de aeronaves modernas e efeitos aeroelásticos em rotores de helicópteros.