EVENTO

Forças Armadas celebram Dia Internacional dos Peacekeepers

Conhecidos pelos característicos capacetes e boinas azuis, os militares atuam em Missões de Paz da ONU
Publicado: 29/05/2014 15:00
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

  Sgt Rezende/Agência Força AéreaNo dia 29 de maio é celebrado o Dia Internacional dos mantenedores da paz, os peacekeepers. Conhecidos pelos característicos capacetes e boinas azuis, sob a liderança da Organização das Nações Unidas (ONU), esses militares desembarcam em países dominados por crises internas e procuram a resolução de conflitos e situações de instabilidade social por vias pacíficas. Para homenagear esses heróis, as Forças Armadas realizaram nessa quinta-feira (29/05), em Brasília, um evento em comemoração a data.

Em mensagem enviada especialmente para a solenidade, o Ministro da Defesa Celso Amorim, ressaltou a importância dos peacekeepers. “Ao longo das últimas décadas, nossos militares atuaram em missões sob o mandato da ONU com dignidade, destemor, humanismo e grande comprometimento. O Brasil tem interesse claro na paz mundial e deve continuar colaborando para preservá-la", destacou. Militares das Três Forças Armadas participaram da cerimônia presidida pelo Ministro da Defesa Interino e Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Juniti Saito, e contou com a participação de autoridades civis e militares. 

“Ser um peacekeeper é ser um soldado da paz, é poder cumprir sua missão ajudando o próximo. Nós atuamos no patrulhamento ostensivo para a manutenção de um ambiente seguro e estável. No tempo que estive no Haiti, tive muito contato com a população e a cultura de lá, isso para mim foi um ganho pessoal e profissional de grande valia”, revela o Capitão de Infantaria Samuel Frank da Silva Gonçalves, que integrou o contingente da FAB enviado ao Haiti em 2012. Além de enviar militares para compor as tropas de Missões de Paz, a FAB também faz o transporte aéreo dos peacekeepers e dos materiais necessários a manutenção das tropas como equipamentos e alimentação.

O Brasil participa de missões da ONU desde 1956. Hoje são cerca de dois mil militares da Marinha, do Exército e da Força Aérea Brasileira (FAB) que atuam em Missões de Paz em doze países, de cinco continentes. Já são 30 missões brasileiras, 27 mil militares enviados ao exterior e 10 anos sob a coordenação e comando militar da Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (MINUSTAH) e o braço marítimo do comando da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (UNIFIL), operações que representam psomente no texto  rojeção e reconhecimento da política externa efetuada pelo país.

O Coronel de Infantaria Maurício Rocha de Paiva, integrou as tropas de Paz no Haiti na época em que um terremoto atingiu o país. “O maior desafio dos peacekeepers naquele momento foi socorrer as pessoas, o batalhão se transformou num grande hospital a céu aberto. Apesar da tragédia, foi muito gratificante poder ajudar quem necessitava”.

Além da MINUSTAH, atualmente há militares da Força Aérea envolvidos também em missões de Paz em Guiné Bissau (UNIOGBIS), Libéria (UNMIL), Costa do Marfim (UNOCI), Sudão (UNISFA), Sudão do Sul (UNMISS) e Saara Ocidental (MINURSO).

O 20º Contingente de militares brasileiros segue para a Missão no Haiti no início de junho. O grupo é composto por representantes das três Forças Armadas, sendo 27 homens da Aeronáutica, entre militares do Batalhão de Infantaria de Aeronáutica Especial de Belém (BINFAE-BE) e do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA). O contingente segue no país até dezembro atuando em missões de escolta, guarda, segurança e manutenção da lei e da ordem.

Peacekeepers
O Dia Internacional dos Mantenedores da Paz (peacekeepers) faz uma referência a 29 de maio de 1948, quando o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas autorizou, pela primeira vez, uma operação de Manutenção da Paz. A mobilização aconteceu na Palestina, após o cessar-fogo da guerra árabe-israelense.

imagens/original/21403/peacekeepears agenciaweb.jpg
imagens/original/21403/290514rez0002(c)paulo_rezende.jpg
imagens/original/21403/290514rez0057(c)paulo_rezende.jpg
imagens/original/21403/290514rez0062(c)paulo_rezende.jpg
imagens/original/21403/290514rez9973(c)paulo_rezende.jpg