INSTRUÇÃO

Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos promove curso a distância

Cerca de 800 alunos participam do curso sobre segurança operacional da aviação
Publicado: 28/04/2014 15:05
Imprimir
Fonte: CENIPA

  Começa nesta segunda-feira (28/04) o curso Básico de Prevenção pelo ensino a distância (EAD). A modalidade online, promovida pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV), reúne 800 alunos com o objetivo de capacitar profissionais interessados em elevar conhecimentos de segurança operacional da aviação.

Os internautas, que acessam o ensino a distância, podem administrar seus estudos da forma que considerar mais conveniente, dentro de uma programação e horários planejados, conforme o tempo disponível. Com a duração de seis meses, o curso foi estruturado para que o aluno dedique pelo menos uma hora por dia aos estudos. A avaliação leva em conta o interesse, a disciplina de estudos, a participação e a construção do conhecimento pela interatividade.

Cerca de 50 investigadores, técnicos e especialistas em aviação civil e militar, atuam como tutores treinados para acompanhar os alunos e esclarecer dúvidas, bem como explicações sobre temas mais complexos. O conteúdo das aulas tem por base a legislação do Sistema de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SIPAER), programas e ferramentas de prevenção, em quase 60 horas de conteúdo.

Educação a distância – O curso Básico de Prevenção é destinado ao público interessado nos conhecimentos de segurança de voo, e tem como pré-requisito, no mínimo, formação em nível de ensino médio, além do candidato ser indicado pela instituição a que pertence. Embora as vagas sejam limitadas, pode concorrer qualquer pessoa que tenha curiosidade em conhecer aspectos específicos das normas e regras de segurança da aviação brasileira.

O estudo requer disciplina e planejamento por parte do aluno. No ambiente virtual, o desafio é constante para obter êxito e receber o certificado de aprovação. De acordo com a pedagoga Adriana Matos, da Divisão de Formação e Aperfeiçoamento do CENIPA, uma parcela dos alunos desiste, porque não consegue atender a exigência do curso na dedicação aos estudos. Segundo ela, o sucesso na aprendizagem requer alguns procedimentos, como organização do material de estudo, anotações e resumos, visualizações de vídeo, memorização de datas, nomes e termos, participar de grupos de estudos e outros atrativos para a fixação do conhecimento. Superado os desafios, a aprendizagem virtual é simples e pode proporcionar excelentes resultados.