INTERCÂMBIO

Universitários de Campo Grande conhecem UTI aérea usada no incêndio da boate Kiss

Publicado: 25/11/2013 12:01
Imprimir
Fonte: BACG

Estudantes conheceram as unidades de busca e salvamento da FAB  Sgt Castelo /BACGCerca de 60 universitários do curso de enfermagem conheceram, nesta quinta-feira (21/11), as atividades das unidades de busca e salvamento sediadas na Base Aérea de Campo Grande (MS). Os acadêmicos do 1° e 2° semestres visitaram os esquadrões Onça (1°/15° GAV), Pelicano (2°/10° GAV) e o PARA-SAR (unidade de aeroterreste de salvamento).

Os estudantes conheceram as aeronaves e os equipamentos usados nas missões de transporte aeromédico de feridos e enfermos. Eles também tiveram a oportunidade de conversar com o comandante da aeronave  usada no transporte das vítimas do incêndio da boate Kiss, em  Santa Maria (RS), no dia 27 de janeiro deste ano. O C-105 Amazonas operado pelo Onça foi transformada em UTI aérea e transportou sete pacientes num único voo.  O Capitão-Aviador José Ricardo Schwarz Santos relatou como foi a experiência de comandar a missão que entrou para a história da FAB como a maior UTI aérea realizada no país.

Os alunos assistiram ainda a uma palestra com o Primeiro-Tenente Médico Felipe Domingues Lessa, sobre as atividades desempenhadas pelo Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento.

De acordo com a professora da Uniderp, Suellem Luzia Costa Borges, foi uma ótima experiência. “A enfermagem exige grande dedicação e muito empenho. O trabalho dos militares que fazem o transporte de feridos e os salvamentos demonstra uma grande vocação e a importância do trabalho em equipe, muito semelhante a nossa profissão”, explicou.

imagens/original/19571/visita uniderp .jpg