ÁGATA 6

FAB encontra indícios de comércio ilegal de gado na fronteira com a Bolívia

Publicado: 18/10/2012 14:28
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

Nesta Segunda-feira (15/10), um helicóptero H-60L Blackhawk da Força Aérea Brasileira localizou o que deve ser uma estrutura montada para o comércio ilegal de gado na fronteira do Brasil com a Bolívia. O curral instalado na margem do Rio Paraguai, na divisa entre os dois países, foi construído para facilitar o acesso direto a embarcações. No entanto, não foram avistadas pessoas nem animais no momento do sobrevoo.

"Tem toda a possibilidade de que ali ocorra o trânsito irregular de animais. É crime, não só pela situação sanitária, como também o próprio comércio ilegal", afirmou José Mario Pinese, da Agência Estadual de Defesa e Inspeção Animal e Vegetal do Mato Grosso do Sul (IAGRO). Essa missão da FAB, realizada com o apoio do Exército Brasileiro, faz parte das ações da Operação Ágata 6 e foi lançada em apoio à solicitação da IAGRO para fiscalizar áreas de difícil acesso na região.

De acordo com Pinese, é preciso intensificar a fiscalização desse comércio ilegal para evitar o ingresso no Brasil de gado com febre aftosa, por exemplo. Segundo o veterinário, os rebanhos da Bolívia e do Paraguai têm piores condições de que o brasileiro e há focos de febre aftosa no cone sul.

A partir da identificação desse curral clandestino, a IAGRO deverá realizar uma vistoria na área. Para Pinese, ações assim são facilitadas com o apoio das Forças Armadas, como acontece na Ágata. "Com todos participando em uma só proposta, em um só projeto, os resultados positivos são fantásticos", finalizou.