HISTÓRIA

Comandante da Aeronáutica inaugura monumento no Rio de Janeiro (RJ)

Monumento da aeronave A-1 está localizado na Guarnição de Aeronáutica de Santa Cruz (GUARNAE-SC)
Publicado: 21/11/2020 20:47
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Letícia Faria
Edição: Agência Força Aérea - Revisão: Major Monteiro

O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, presidiu, nesta sexta-feira (20), duas cerimônias na Guarnição de Aeronáutica de Santa Cruz (GUARNAE-SC), no Rio de Janeiro (RJ). Na oportunidade, ocorreram a inauguração do monumento da Aeronave A-1 e, o XXXII Raduno dos Adelphis.

O evento contou, ainda, com a presença do Chefe do Gabinete do Comandante da Aeronáutica, Major-Brigadeiro do Ar Pedro Luís Farcic; do Comandante do III COMAR - Comando Aéreo Leste, Major-Brigadeiro do Ar Luiz Guilherme Silveira de Medeiros; do Chefe do Estado-Maior do Comando de Preparo, Major-Brigadeiro do Ar Raimundo Nogueira Lopes Neto; do Presidente da Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo e Ex-Comandante do Esquadrão Adelphi, Brigadeiro do Ar Sérgio Rodrigues Pereira Bastos Júnior; do Ex-Comandante do Esquadrão Adelphi, Brigadeiro do Ar Reformado Teomar Fonseca Quirico; e do Comandante da Guarnição de Aeronáutica de Santa Cruz, Coronel Aviador Marcelo da Costa Antunes, além de demais autoridades e ex-integrantes (oficiais e graduados) do Esquadrão Adelphi.

A aeronave, que tornou-se monumento, ficou internacionalmente conhecida como AM-X na Força Aérea Brasileira (FAB) e assumiu a denominação de A-1. Em 1987, um grupo de Oficiais e Sargentos voluntariam-se para compor a primeira Unidade de A-1 na Força Aérea. Em 1988, criou-se o primeiro núcleo da Primeira Unidade Aérea para emprego da aeronave A-1. Em 1989, foi desativado o núcleo do Primeiro Esquadrão do Décimo Sexto Grupo de Aviação (1º/16º GAV) - Esquadrão Adelphi e ativando o 1º/16º GAV, assim, finalizando a implantação do A-1 na FAB.

Para o Comandante, Tenente-Brigadeiro Bermudez, o momento é de homenagem e reconhecimento. "É um preito este monumento a todos aqueles que aqui serviram e tiveram a honra de poder fazer parte desta Unidade que sempre foi uma referência na Aviação de Caça”, destacou o Oficial-General.

O Comandante da GUARNAE-SC, Coronel Aviador Antunes, disse ser um privilégio ter o monumento em exposição na Organização Militar. “Não inauguramos um simples monumento, mas eternizamos em solo sagrado os valores forjados por uma equipe, uma verdadeira família composta por 93 Adelphis, 33 Capos e centenas de Cardinales, que conferiram vida a essa exuberante máquina”, disse.

XXXII Raduno dos Adelphis

O Comandante participou, também, do XXXII Raduno dos Adelphis, encontro que reúne ex-integrantes do Esquadrão Adelphi (1º/16º GAV). A palavra Raduno, de origem italiana, significa reunião e foi escolhida pelos pioneiros da Unidade Aérea como designação oficial da celebração anual alusiva ao aniversário de criação do Primeiro Esquadrão do Décimo Sexto Grupo de Aviação.

O Adelphi 01, Brigadeiro do Ar Reformado Teomar Fonseca Quirico, comentou sobre a realização de mais um encontro. “Tenho uma honra muito grande de ter iniciado este Esquadrão e essa história. Por tão breve período de tempo, o Esquadrão foi capaz, de efetivamente, marcar sua presença na história da Força Aérea”, finaliza.

Assista aqui ao vídeo das cerimônias.

Fotos: Soldado T. Amorim/CECOMSAER

Vídeo: Soldado Chagas/CECOMSAER

imagens/original/41195/201120TAM68896_Thallys_Amorim.jpg
imagens/original/41195/201120TAM68956_Thallys_Amorima.png
imagens/original/41195/201120TAM68985_Thallys_Amorim.jpg
imagens/original/41195/201120TAM69098_Thallys_Amorim.jpg
imagens/original/41195/201120TAM69337_Thallys_Amorim.jpg
imagens/original/41195/201120TAM69340_Thallys_Amorim.jpg
imagens/original/41195/201120TAM69400_Thallys_Amorim.jpg