DIA DA BANDEIRA

Brasília abriga maior bandeira do Brasil

Ela está a 100 metros de altura, e são 286 m² tremulando na Praça dos Três Poderes, na capital do País
Publicado: 19/11/2020 10:43
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Letícia Faria
Edição: Agência Força Aérea

Fixada em local de destaque, na Praça dos Três Poderes, em Brasília, no Distrito Federal – está o símbolo mais importante da Nação, a representação do patriotismo. O Dia da Bandeira foi instituído há 131 anos, em 19 de novembro de 1889, quatro dias após a Proclamação da República, datada em 15 de novembro daquele mesmo ano.

São 286 metros quadrados de bandeira – com 20 metros de comprimento e 14 de altura. Além disso, pesa mais de 90 quilos. Uma vez por mês, normalmente na manhã do primeiro domingo, acontece uma cerimônia para a troca da bandeira. A Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira, além da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, realizam a troca do Pavilhão.

O fiel depositário das bandeiras, bem como sua manutenção e incineração, é o Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, que conta com apoio de demais órgãos do Governo do DF. O Major Francisco das Chagas Pontes Rodrigues, do Corpo de Bombeiros, explica que o evento do Bandeirão tem o objetivo de resgatar o civismo do povo brasileiro. “Além disso, a cerimônia é assistida por turistas que prestigiam as apresentações, bem como o desfile militar e outras ações que são programadas para atrair o público”, comenta.

A FAB participa do Bandeirão três vezes ao ano: nos meses de março, julho e, de forma especial, outubro, quando é comemorado o Dia do Aviador e Dia da Força Aérea Brasileira. Tradicionalmente, a Força Aérea apresenta o desfile militar na Praça dos Três Poderes. A tropa é composta pela Banda de Música da Ala 1, Grupamento de Bandeiras Históricas e de Especialistas da Aeronáutica, entre outros. Por conta da pandemia, neste ano, os atos ocorreram sem público, apenas com a presença dos militares.

Clique aqui para acessar esta e outras matérias do Notaer de novembro. 

Fotos: Sargento Jhonson, Sargento Bianca Viol e Soldado Wilhan Campos / CECOMSAER

imagens/original/41190/WhatsApp_Image_2020_11_18_at_18.53.47.jpeg
imagens/original/41190/WhatsApp_Image_2020_11_18_at_18.53.47_(1).jpeg