MODERNIZAçãO

FAB recebe última unidade do caça F-5M modernizado

FAB 4810 será alocado o Esquadrão Pampa (1º/14º GAV), situado na Ala 3, em Canoas (RS)
Publicado: 16/10/2020 16:09
Imprimir
Fonte: DCTA, por Coronel Aviador Fontes
Edição: Agência Força Aérea - Revisão: Major Monteiro

Na tarde desta quarta-feira (14), uma comitiva do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) da Força Aérea Brasileira (FAB) se deslocou para Gavião Peixoto (SP) para receber a última aeronave de caça F-5M modernizada pela Embraer. O FAB 4810 será alocado no Esquadrão Pampa (1º/14º GAV), situado na Ala 3, em Canoas (RS).

Participaram do evento o Diretor-Geral do DCTA, Major-Brigadeiro do Ar Hudson Costa Potiguara, o Vice-Diretor do DCTA, Major-Brigadeiro do Ar Ricardo José Freire de Campos, o Presidente da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), Major-Brigadeiro do Ar Valter Borges Malta, além de outras autoridades da FAB.

Para o recebimento da aeronave, foram realizados voos com pilotos e engenheiros de ensaio do Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV) e certificados os instrumentos por técnicos do Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI), ambos ligados ao DCTA, completando a entrega de 49 aeronaves modernizadas deste modelo de caça.

O Vice-Presidente de Contratos da EMBRAER Defesa & Segurança, Márcio Monteiro, abriu a cerimônia de entrega e ressaltou a importância que esse programa gerou, afirmando que o desenvolvimento de softwares embarcados e a engenharia envolvida neste processo ampliaram os conhecimentos da empresa.

A modernização dos caças F-5M foi iniciada em 2005 e ao longo deste período proporcionou uma evolução tecnológica significativa à defesa aérea brasileira, com a implementação de novos armamentos e da introdução doutrinária do combate BVR (sigla em ingês para Além do Alcance Visual). “Estamos encerrando um ciclo muito bem concluído pela EMBRAER, com tudo aquilo que nosso Comando de Preparo deseja. Estão de parabéns EMBRAER, o COMGAP, o COMPREP, o COMAE e o próprio DCTA pelo esforço para a operacionalidade deste vetor”, ressaltou o Diretor-Geral do DCTA, Major-Brigadeiro Potiguara. Também foram apresentadas à comitiva, composta por Oficiais dos Institutos do DCTA responsáveis pelo processo de modernização do F-5M, a linha de produção da aeronave KC-390 Millennium e o quarto cargueiro de série, prestes a ser entregue à Força Aérea.

F-39 E Gripen

Na ocasião, a comitiva também foi apresentada ao novo caça multimissão F-39E Gripen, que chegou recentemente da Suécia e fez seu primeiro voo no Brasil no dia 24 de setembro. O Centro de Projetos e Desenvolvimento do Gripen (GDDN, do inglês, Gripen Design and Development Network) e o Centro de Ensaios em Voo do Gripen (GFTC, do inglês Gripen Flight Test Centre) realizaram a apresentação.

A aeronave está realizando uma série de ensaios no interior paulista e deverá fazer sua apresentação oficial em Brasília no próximo dia 23 de outubro, data que é comemorado o Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira. O Brasil encomendou da empresa Saab 36 caças de última geração, no chamado programa FX-2, cuja principal característica é a transferência tecnológica ao parque industrial brasileiro. Baseada neste aspecto, o projeto inclui o Centro de Projetos e Desenvolvimento do Gripen e o Centro de Ensaios em Voo do Gripen. Nestes locais são reunidos os engenheiros suecos com os brasileiros para, juntos, desenvolverem soluções que a nova plataforma de armas exigirá na sua implantação. De acordo com Marcus Wandt, piloto de testes da Saab, todas as avaliações são necessárias para que a aeronave cumpra sua capacidade plena e possa atender aos requisitos do sistema.

Fotos:EMBRAER