ANIVERSÁRIO

Esquadrão Onça comemora Jubileu de Ouro

Durante a cerimônia realizada em Campo Grande (MS), o 1º/15º GAV homenageou seu efetivo
Publicado: 02/10/2020 16:30
Imprimir
Fonte: 1º/15º GAV. por Capitão Gil
Edição: Agência Força Aérea - Revisão: Major Monteiro

Há cinquenta anos, em um módico barracão de madeira, iniciaram-se as atividades do Primeiro Esquadrão do Décimo Quinto Grupo de Aviação (1º/15º GAV) – Esquadrão Onça, sediado em Campo Grande (MS). As aeronaves C-115 Buffalo, operadas à época, desbravaram com sua robustez os céus do Centro-Oeste, cumprindo o importante papel de integração regional  da Força Aérea Brasileira (FAB). Em cerimônia presidida pelo Comandante da Ala 5, Brigadeiro do Ar Brigadeiro do Ar Luiz Cláudio Macedo Santos, o Esquadrão comemorou o seu cinquentenário, no dia 17 de setembro. 

Durante a Cerimônia, foram entregues os diplomas de Destaque Segurança de Voo ao Capitão Aviador Vitor Graeff Pilotto pelo seu destaque nas atividades de prevenção e de conscientização relativas à segurança de voo, principal foco de qualquer Esquadrão Aéreo; Destaque Operacional, ao Capitão Médico Anderson Ravy Stolf, conferido ao aeronavegante que, por suas qualidades, distinguiram-se por seus elevados níveis operacionais alcançado como piloto ou tripulante; Graduado Destaque Sargento Rômulo Andretto Barreiros e Praça Destaque Cabo Esdras Loura Santos Vital, títulos conferidos ao Graduado e ao Praça que se destacaram em seus ambientes de trabalho, tanto por suas condutas pessoais, como pela correção de suas posturas militares e profissionais.

Foi entregue, também, o Título de Onça Pintada ao Brigadeiro Macedo, título que representa a liderança do Primeiro Esquadrão do Décimo Quinto Grupo de Aviação em seu mais alto nível.

Ao fazer uso da palavra, o Comandante do Esquadrão, Tenente-Coronel Aviador Marcelo Alexandre Browne Issa, parabenizou os agraciados e ressaltou os feitos dos “Onças” de ontem, de hoje e de sempre. "Todos escreveram as belas e vibrantes páginas contendo 50 anos de história, sempre elevando o nome do Esquadrão Onça e da Força Aérea Brasileira”, disse.

História

O Esquadrão Onça foi ativado pela Portaria nº 64/GM7 de 17 de setembro de 1970, diante da necessidade de aumentar a integração da região Centro-Oeste com o restante do País. No início, o Esquadrão era equipado com aviões C-115 Buffalo, permanecendo com essas aeronaves até 1980, quando então, foram substituídas pelos C-95 Bandeirante. Hoje, opera as aeronaves C-98 e o C-105 Amazonas.

Fotos:Soldado Avalhaes e Soldado Azuaga

imagens/original/40958/16469546913_40d6367445_c.jpg
imagens/original/40958/29468089586_9a0875abec_c.jpg
imagens/original/40958/36729025332_2e5c0322ee_c.jpg
imagens/original/40958/36905274870_0ed4f3b044_c.jpg
imagens/original/40958/6390599123_ea66317718_c.jpg
imagens/original/40958/6390600041_b3ac6e865c_c.jpg
imagens/original/40958/6390602709_a02ec93380_c.jpg
imagens/original/40958/6390604031_482a47594f_c.jpg
imagens/original/40958/IMG_4390.jpg
imagens/original/40958/IMG_4415.jpg