TÁPIO 2020

Mulheres militares da FAB participaram das atividades operacionais no Exercício Tápio

No EXOP Tápio, a atuação das mulheres foi fundamental para o sucesso das missões
Publicado: 05/09/2020 12:05
Imprimir
Fonte: CECOMSAER, por Tenente Iris
Edição: Agência Força Aérea - Revisão: Coronel Denys

A Força Aérea Brasileira (FAB) possui mais de 12.370 mulheres militares em seu efetivo, atuando nas mais diversas áreas. No Exercício Operacional  (EXOP) Tápio 2020, realizado na Ala 5 – Base Aérea de Campo Grande, entre 17 de agosto e 04 de setembro, esse cenário não foi diferente.

Assista ao vídeo e veja como foi a atuação das mulheres nas atividades do EXOP.

Mulheres na FAB

As mulheres começaram a ingressar na FAB em 1982, quando foram criados os quadros femininos de oficiais e de graduadas. A Academia da Força Aérea (AFA) passou a receber mulheres em 1996, no Quadro de Oficiais Intendentes e, em 2003, no Curso de Formação de Oficiais Aviadores. Já na Escola de Especialistas de Aeronáutica, que abrange os cargos de nível médio e técnico, a primeira vez que a mulheres ingressaram foi em 2002. E, finalmente em 2017, as primeiras alunas ingressaram na Escola Preparatória de Cadetes do Ar, em Barbacena/MG.

Saiba mais sobre as mulheres na FAB

35 anos das mulheres na FAB

Veja as mulheres que atuaram em missões de paz da ONU

Conheça mais sobre as formas de ingresso na FAB

Imagens: Sargento Santiago/CECOMSAER

Foto: Tenente Iris/ CECOMSAER