ENCONTRO

Comandante da Aeronáutica participa do 44º Bródio dos Jaguares

O evento aconteceu na Ala 2, em Anápolis (GO), no dia 15 de agosto
Publicado: 17/08/2020 14:11
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Letícia Faria
Edição: Agência Força Aérea - Revisão: Major Monteiro

O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez participou, no dia 15 de agosto, do 44º Bródio dos Jaguares, realizado na Ala 2, em Anápolis (GO). O evento acontece anualmente e reúne os Jaguares, código dos pilotos do 1º Grupo de Defesa Aérea (1º GDA), além de Jaguares Honorários, que são militares ou civis que tenham contribuído com seu trabalho para que a missão da Unidade fosse cumprida com êxito. Neste ano, a cerimônia seguiu todos os cuidados recomendados para enfrentamento ao novo Coronavírus, além de ter sido transmitida online.

Participaram do evento o Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Augusto Amaral Oliveira; o Comandante-Geral de Apoio da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior; o Comandante de Preparo, Tenente-Brigadeiro do Ar Luiz Fernando de Aguiar; o Diretor-Geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo, Tenente-Brigadeiro do Ar Heraldo Luiz Rodrigues; o Comandante Interino da Ala 2, Coronel Aviador Gustavo Pestana Garcez; além de Comandantes das Organizações Militares que compõem a Guarnição de Aeronáutica de Anápolis.

Para o Tenente-Brigadeiro Bermudez, é uma honra participar deste momento, por representar grande parte da história da Força Aérea Brasileira (FAB). “Estar em Anápolis, estar na Ala 2, é sempre motivo de imensa satisfação por podermos desfrutar desta atmosfera operacional, a verdadeira essência de nossa Instituição. Desde sempre, esta Base desatacou-se por seu elevado valor estratégico na defesa de nossos céus. Como Jaguar 117, e integrante deste seleto grupo, honra-me ter voado naquele que durante mais de 30 anos foi o escudo e a espada de nossa Defesa Aérea, o saudoso F-103 Mirage. E, como Comandante da Aeronáutica, sinto-me privilegiado por participar do 44º Bródio dos Jaguares, ocasião em que, envoltos pelo ambiente de amizade e união, congregam-se os Jaguares de hoje e os de ontem”, destaca.

O Comandante Interino da Ala 2, Coronel Aviador Pestana, salientou a importância do evento. “O Bródio não é só uma reunião de pilotos. Ele marca um salto operacional que a Força Aérea deu na década de 70, quando houve a implantação do robusto Sistema de Defesa Aérea. Temos uma tradição muito forte neste lugar, que vem desde os Dijon Boys que trouxeram toda a doutrina especial de Defesa Aérea. Hoje, com a mesma cultura organizacional de vanguarda, estamos implementando a aeronave Gripen na Força Aérea Brasileira”, disse.

Já o Comandante do Primeiro Grupo de Defesa (1º GDA) – Esquadrão Jaguar, Tenente-Coronel Aviador Leandro Vinicius Coelho, comentou sobre o encontro. “O Bródio dos Jaguares é o encontro anual dos pilotos de caça que serviram e servem com muita honra. Hoje realizamos o evento respeitando todos os protocolos de combate à COVID-19, fizemos a primeira transmissão ao vivo de forma a levar o evento a todos os ex-integrantes”, salienta.

Homenagens

Nesta 44ª edição do Bródio dos Jaguares, o Capitão Aviador Luca Centurione Scotto foi homenageado por ser o piloto que mais se destacou nas atividades operacionais do 1º GDA. Por isso, recebeu o Troféu George Guynemer – jovem piloto de caça francês que se destacou pelas habilidades, tornando-se um ás da aviação, com 54 vitórias em combate durante a 1º Guerra Mundial. O Cap Centurione seguirá para a Suécia, no próximo ano, para realizar a formação operacional como Piloto de Gripen, o novo supersônico da FAB.  

Para homenagear o trabalho dos mecânicos de aviação, sem os quais os pilotos jamais cumpririam as missões atribuídas aos Esquadrões Aéreos, o 1º GDA entregou ao Sargento Especialista em Eletricidade e Instrumentos Vilmar Alves Magalhães, do efetivo do Grupo Logístico da Ala 2, o Troféu Virgílio Prediliano de Andrade. Conforme a história, ele foi um dos mecânicos que liderou com destreza uma turma de mecânicos de diferentes especialidades na campanha realizada pelo 1º Grupo de Aviação de Caça em solo italiano.

Foram entregues, também, a Taça e o Diploma ao mais novo Jaguar, o Capitão Aviador Gabriel Souza Dixini. O piloto, que é Líder de Esquadrilha da Aviação de Caça e Piloto Operacional de Defesa Aérea, recebeu o código vitalício de Jaguar 273. O Oficial também seguirá para a Suécia onde fará sua formação operacional como Piloto de Gripen.

Ainda durante a noite, aconteceu a Declaração dos Novos Jaguares Honorários. Esta é uma homenagem prestada pelo 1º GDA àqueles que contribuíram para o desempenho das atividades do Esquadrão. Para tanto, o título foi entregue ao Tenente-Brigadeiro do Ar Amaral, que recebeu o código Jaguar Honorário 168.

“Nesta fase da minha carreira, onde trabalhei com diversos projetos que hoje vão dar frutos em Anápolis, como o Gripen, sinto-me honrado pelo alto grau de conceito que esta organização goza da minha parte e da carreira que desenvolvi”, destaca o Oficial-General.

Foi outorgado, ainda, o título de Jaguar Honorário ao Coronel Aviador Pestana e ao Sargento Especialista em Administração Marney de Souza Ferreira.

Confira aqui o vídeo do evento

 

Fotos: Sargento Bianca Viol /CECOMSAER

Vídeo: Soldado Chagas/CECOMSAER

imagens/original/40745/200815BIA1178_Bianca_Viol.jpg
imagens/original/40745/200815BIA1179_Bianca_Viol.jpg
imagens/original/40745/200815BIA1180_Bianca_Viol.jpg
imagens/original/40745/200815BIA1332_Bianca_Viol.jpg
imagens/original/40745/200815BIA62864_Bianca_Viol.jpg