PÁGINA INICIAL > NOTICIAS > IMPRIME > 36727 > CELEBRA����O ALA 1 REALIZA CELEBRA����O �� PADROEIRA DA AVIA����O

CELEBRAÇÃO

Ala 1 realiza celebração à Padroeira da Aviação

Publicado: 2020-12-16 11:20:29
A cerimônia, realizada em Brasília (DF), contou com a participação do Comandante da Aeronáutica

Foi realizada no dia 10 de dezembro, na Capela da Ala 1, em Brasília (DF) a celebração eucarística em honra à Nossa Senhora de Loreto, conhecida como a Padroeira dos Aviadores, da Aviação e dos Aeroviários.

A cerimônia foi celebrada pelo Arcebispo Ordinário Militar do Brasil, Dom Fernando José Monteiro Guimarães, e contou com a presença do Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, acompanhado pelo Comandante da Ala 1, Brigadeiro do Ar José Ricardo de Meneses Rocha.

Dom Fernando, em momento de reflexão, explicou sobre a história da Padroeira da Aviação. “Por acreditarem que a casa da Sagrada Família foi transportada de Nazaré até Loreto pelos ares, sendo levada pelas mãos dos anjos, a Igreja atribuiu à Nossa Senhora de Loreto a proteção aos aviadores, que transportam pessoas, materiais e progresso também pelos ares”, disse.

Em seu discurso, o Comandante da Aeronáutica falou sobre a importância da padroeira para a Força Aérea Brasileira. “Nesse ano jubilar em que comemoramos seu centenário, a Nossa Senhora de Loreto, nossa padroeira, merece ainda mais nosso respeito e consideração. Temos gratidão por ela sempre olhar e fortalecer, frente às diversidades da vida, àqueles que voam e os que fazem voar”, finalizou o Tenente-Brigadeiro Bermudez.

Durante a celebração, houve, ainda, cânticos e leitura de versículos bíblicos.

História
O título Nossa Senhora de Loreto tem como referencial a Casa Santa de Nazaré, onde viveu a Santíssima Virgem e que foi, durante treze séculos, local de peregrinação.

Por um misterioso prodígio, esta Casa atravessou oceanos até se fixar na Itália, num bosque de loureiros, próximo à vila de Recanati. Uma explicação plausível seria a seguinte: a fim de poupar a Santa Casa de Nazaré de invasões, onde templos e monumentos eram violados e destruídos, o Senhor ordenou aos seus anjos que a transportassem pelos ares até à cidade de Tersatz, na Dalmácia, em 10 de Maio de 1291, e daí para um bosque de loureiros, em Loreto, Itália, em 10 de Dezembro de 1294.

Por causa dos constantes assaltos que sofriam os peregrinos, a Casa mudou-se para o alto de uma colina e, como aí houve discórdias entre os irmãos proprietários da terra, esta fixou-se, finalmente, no meio da estrada que liga Recanati ao litoral, onde permanece intacta até hoje, protegida por uma imensa igreja construída ao seu redor.

Rapidamente, Loreto tornou-se local de peregrinação e devoção de muitos Papas. A iconografia tradicional de Nossa Senhora de Loreto apresenta-se revestida de um manto que cobre inclusivamente, quase na totalidade, o Menino Jesus, conferindo-lhe uma forma aerodinâmica, e cuja força propulsora são dos anjos que a suportam.

O inexplicável fenômeno da fé, do milagre da “Casa Voadora”, sensibilizou os profissionais aviadores que se identificaram com a missão cumprida pelos anjos que transportaram, pelos ares, tão preciosa carga, adotando Nossa Senhora de Loreto como sua Protetora.

Em 24 de Março de 1920, na festa do Arcanjo São Gabriel (o mensageiro de Nazaré), o Papa Bento XV, cedendo ao desejo do Clero, declarou a Santíssima Virgem de Loreto, Padroeira Universal da Aviação. Em 12 de Setembro desse mesmo ano, os aviadores reuniram-se em massa na Basílica de Loreto e fizeram, oficialmente, a consagração da sua Padroeira.

Fotos: Soldado Rabêlo / Ala 1