SOLENIDADE

FAB forma segunda turma do Curso de Graduado-Master

Programa curricular passou por mudanças inspiradas em experiências de Forças Armadas de outros países
Publicado: 02/12/2019 13:00
Imprimir
Fonte: UNIFA
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Elias - Revisão: Tenente-Coronel Santana

A Universidade da Força Aérea (UNIFA), sediada no Rio de Janeiro (RJ), realizou, nessa quinta-feira (28), a solenidade  de encerramento da segunda turma do Curso de Graduado-Master (CGM). Onze Suboficiais da Força Aérea Brasileira (FAB) e um da Marinha do Brasil (MB) concluíram o curso. Estiveram presentes na cerimônia o Comandante da UNIFA, Major-Brigadeiro do Ar José Isaias Augusto de Carvalho Neto; o Chefe da Primeira Subchefia do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER), Major-Brigadeiro do Ar Arnaldo Augusto do Amaral Neto; entre outros Oficiais Superiores, Comandantes de Unidades, instrutores e convidados.

O curso teve início em 26 de agosto, na modalidade Ensino a Distância (EaD), e, em 30 de setembro, na forma presencial. A carga horária foi de 402 horas, sendo 70 horas em EaD. O  plano pedagógico contemplou as disciplinas de Liderança, Comunicação, Gestão de Pessoas e Gestão em Organização Militar. O programa curricular foi desenvolvido por meio de metodologias ativas de aprendizagem, com estudos de caso, sala de aula invertida, júri simulado, situação-problema e técnicas de plataforma. Além de realizarem trabalhos individuais e em grupo, os alunos apresentaram um Ensaio Acadêmico como Trabalho de Conclusão de Curso.

A proposta consistiu em oferecer aos discentes a aquisição de competências para o exercício das atribuições como elementos de ligação entre o comando e as praças, nas Organizações Militares de destino, de modo a promoverem ações e iniciativas de fortalecimento da disciplina, do moral, da carreira, de motivação, de bem-estar, de satisfação profissional e de apoio à família militar.

O Chefe da Primeira Subchefia do EMAER explicou as mudanças que o CGM recebeu. “Tudo foi fruto de estudo e fundamentação. Buscou-se identificar como acontecia em outros países, as experiências de outras Forças. Algumas melhorias, principalmente nessa segunda turma, já são observadas, como a implementação da modalidade EaD”, ressaltou. 

O Orador da turma, Suboficial Adriano Ferreira Gazzo, agradeceu o empenho, profissionalismo e o suporte de toda equipe envolvida no curso, e destacou a importância e o amor à profissão. "Jogamos nossos quepes aos céus de Guaratinguetá há mais de duas décadas. Aquela chama e aquele brilho no olhar que nunca se apagaram, agora estão somados a experiência, caráter, conduta e conhecimento de qualidade, pois o sonho de servir à Pátria sendo um Sargento e se consagrando um Suboficial foi um pouco mais além”, concluiu.

Fotos: Soldado Mascarenhas