ESPORTE

2ª Corrida Brigadeiro Eduardo Gomes é realizada no Recife (PE)

Prova na capital pernambucana foi organizada pelo CINDACTA III e realizado na Orla da Praia de Boa Viagem
Publicado: 08/10/2019 18:50
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Felipe Bueno
Edição: Agência Força Aérea - Revisão: Major Monteiro

Foi realizada neste domingo (06/10) a segunda edição da Corrida Brigadeiro Eduardo Gomes, evento ocorrido na Zona Sul do Recife (PE) e organizado pelo Terceiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA III), Organização Militar da Força Aérea Brasileira (FAB) sediada na capital pernambucana. O público esgotou as 1,5 mil inscrições colocadas à disposição, e disputou as provas de 5 km e 10 km na Orla da Praia de Boa Viagem. A largada foi dada às 06h30 (horário de Brasília) no Parque Dona Lindu, na Avenida Boa Viagem, principal via da Zona Sul da cidade. O percurso foi totalmente realizado à beira-mar e a chegada da prova foi no mesmo local.

Além de outros Oficiais-Generais das três Forças Armadas, o Comandante da Guarnição de Aeronáutica de Recife (GUARNAE-RF) e do CINDACTA III, Brigadeiro do Ar Cesar Faria Guimarães, participou da prova. Ele citou a importância da prova para a integração da FAB à sociedade recifense. "Passei muitos anos fora do Recife e, agora, volto como Comandante, e é uma satisfação muito grande fazer uma festa grandiosa como essa, buscando a integração com a sociedade pernambucana, que é muito participativa e está sempre presente em todos os eventos. A organização foi muito bem feita e quem ganha somos nós da Força Aérea", disse o Brigadeiro Cesar.

O evento é parte das comemorações alusivas ao Dia do Aviador e ao Dia da Força Aérea Brasileira, celebrados em 23 de outubro. Em sua carreira, o Patrono da FAB, Marechal do Ar Eduardo Gomes teve papel importante no desenvolvimento econômico e social do Nordeste. Como Brigadeiro, na década de 1940, comandou as 1ª e 2ª Zonas Aéreas, localizadas em Belém (PA) e Recife (PE), participando da fundação de Organizações Militares no Norte e Nordeste do país, incluindo a Base Aérea de Recife (BARF), o Hospital de Aeronáutica de Recife (HARF), a Vila da Aeronáutica e as casas da Avenida Boa Viagem.

O Vice-Diretor do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), Major-Brigadeiro do Ar Walcyr Josué de Castilho Araujo, também esteve presente na capital pernambucana no domingo. Ele esteve à frente da GUARNAE-RF quando foi disputada a primeira edição da prova, em 2018, e comentou o crescimento do evento em 2019. "É muito bom voltar e ver que o CINDACTA III e a GUARNAE-RF continuam tão bem entrosados com a sociedade e que continuam fazendo esse evento. É muito importante mostrar que nós valorizamos a saúde, a prática de esportes, a boa disciplina, e assim, foi possível constatar a participação cada vez maior", afirmou.

A prova, disputada por atletas profissionais e amadores, teve a premiação dividida por distância percorrida nas categorias masculina e feminina, geral e militar. A melhor colocação da FAB foi conquistada pela Sargento Ellen Caroline De Souza, primeira entre militares na prova feminina de 5 km - seu tempo foi o melhor entre mulheres militares e do público geral, 21min20s. Ela conta que a competição também serviu de preparação para a 7ª Edição dos Jogos Mundiais Militares, que disputará ainda em outubro, na China. "A prova foi um desafio, eu estava tentando dosar a adrenalina para não puxar muito e reduzir depois, mas quando eu vi que estava na frente, não adianta, a gente sempre se esforça mais. Para mim, foi um treino para os Jogos Militares", comemorou a militar do efetivo do Destacamento de Controle do Espaço Aéreo de Salvador (DTCEA-SV).

Já nos 10 km, a FAB foi representada no pódio pela Tenente Aviadora Amanda de Andrade Melo, do Segundo Esquadrão de Transporte Aéreo (2º ETA) - Esquadrão Pastor, que conquistou a segunda colocação entre militares. "Eu participo de várias corridas e, nessa aqui, a organização estava perfeita, desde a retirada de kits até a organização de apoio durante o percurso. O visual é lindo, sou recifense e amo essa terra, o percurso acaba ficando mais fácil", celebrou.

Além disso, a corrida estimulou a solidariedade dos participantes arrecadando alimentos não perecíveis para o projeto ‘Natal do Sertão’, que distribui doações em municípios no interior do Estado. No Parque Dona Lindu, o público participante também assistiu às apresentações musicais do cantor Cezzinha e do Galo da Madrugada, oficialmente considerado pelo Guinness Book – o livro dos recordes – o maior bloco de carnaval do mundo desde 1995.

Fotos: Cabo Alexandrino/CINDACTA III.
Vídeo: Sargento Marcos Poleto e Soldado Victor Chagas/CECOMSAER.

Assista à matéria em vídeo do evento.