HISTÓRIA

Evento na Itália relembra os 75 anos da chegada da FAB à Segunda Guerra

Cerimônia na cidade de Tarquinia, de onde iniciaram-se as operações aéreas do 1º Grupo de Aviação de Caça, homenageou jovens pilotos brasileiros que lutaram nos campos de batalha
Publicado: 07/10/2019 09:29
Imprimir
Fonte: Adidância na Itália
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Jonathan Jayme - Revisão: Major Monteiro

Em 6 de outubro de 1944, a Força Aérea Brasileira (FAB) chegava à cidade de Tarquinia, na região central da Itália, para combater na Segunda Guerra Mundial. Jovens pilotos brasileiros, todos voluntários, movidos pelo ideal de lutar pela democracia e pela liberdade, deixaram o Brasil dispostos a enfrentar dificuldades e desafios.

Estabeleceram-se no Aeroporto Militar de Tarquinia, onde iniciaram as operações aéreas do 1º Grupo de Aviação de Caça. Passados exatos 75 anos desse dia, a FAB retorna à cidade para relembrar a história escrita pelos heróis brasileiros.

Em uma parceria entre a cidade de Tarquinia e a Adidância de Defesa e Aeronáutica do Brasil na Itália, foi realizada uma cerimônia cívico-militar, às 11 horas deste domingo (6). O evento contou com a presença do Embaixador do Brasil na Itália, Helio Vitor Ramos Filho; do Prefeito de Tarquinia, Alessandro Giulivi; do Adido de Defesa e Aeronáutico do Brasil na Itália, Coronel Aviador Reginaldo Pontirolli; além de representantes de associações de veteranos, autoridades civis e militares italianas.

O Prefeito de Tarquinia falou de sua satisfação em poder realizar o evento e destacou a parceria antiga que Tarquinia nutre com o Brasil, particularmente com a aviação militar e com o Primeiro Grupo de Aviação de Caça da FAB. “Creio que essa parceria deve ser incrementada cada vez mais, pois temos a nossa história ligada diretamente com a história da Força Aérea Brasileira e do Brasil”, disse Alessandro Giulivi, que também é piloto.

O Embaixador do Brasil na Itália ressaltou que o trabalho desenvolvido pela FAB à época da Segunda Guerra contribuiu efetivamente para a vitória aliada contra as forças do totalitarismo, cuja atuação foi de fundamental importância para o avanço da Força Expedicionária Brasileira e para que os pracinhas cumprissem com honra e valor a missão que lhes foi confiada.

Ao final da cerimônia, a Embaixatriz Milma de Azevedo Bezerra Vitor Ramos descerrou uma placa comemorativa aos 75 anos da chegada da FAB na Itália.

Fotos: Coronel Pontirolli

imagens/original/39282/italia.jpg
imagens/original/39282/italia1.jpg
imagens/original/39282/italia2.jpg