TRÁFEGO AÉREO

Representantes de companhias aéreas internacionais visitam a Sala Master

Objetivo foi conhecer as ações de gerenciamento do fluxo de tráfego aéreo para o evento que acontece no Brasil
Publicado: 17/06/2019 18:34
Imprimir
Fonte: DECEA, por Denise Fontes
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Adauto Fraga - Revisão: Tenente-Coronel Santana

Representantes da International Air Transport Association (IATA) e das companhias aéreas Latam e Delta Airlines visitaram, na sexta-feira (14), a Sala Master de Comando e Controle, no Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA), no Rio de Janeiro (RJ). O objetivo foi conhecer as ações de gerenciamento do fluxo de tráfego aéreo durante a Copa América 2019.

Após recepcionar a comitiva, o Diretor-Geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), Tenente-Brigadeiro do Ar Jeferson Domingues de Freitas, apresentou as atividades realizadas pela organização e exibiu um vídeo institucional, destacando a estrutura de controle que abrange a área de 22 milhões de quilômetros quadrados de espaço aéreo sob responsabilidade do Brasil.

O Tenente-Brigadeiro Domingues detalhou, também, o trabalho de integração realizado na Sala Master, envolvendo órgãos governamentais e entidades do setor aéreo. “Esse modelo já foi empregado com grande êxito em outros grandes eventos, como a Copa do Mundo da FIFA 2014 e os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, sendo um fator primordial do sucesso na coordenação do tráfego aéreo na Copa América”, pontuou.

O Chefe da Divisão de Operações do CGNA, Tenente-Coronel Aviador Maurício Maia Ramos Neto, destacou as principais atividades do CGNA, ressaltando a harmonização do fluxo de tráfego aéreo com os demais serviços relacionados com a navegação aérea.

O Diretor de Segurança e Operações de Voo da IATA, José Antonio Ruiz, atestou a importância do trabalho realizado pelo Comando da Aeronáutica. “O Brasil presta um serviço de excelência e esse trabalho colaborativo contribui para a eficiência do gerenciamento do tráfego aéreo”, afirmou.

Fotos: Luiz Eduardo Perez / DECEA