DEMONSTRAÇÃO

Cães do Grupo de Segurança e Defesa do Recife se apresentam em evento temático

Animais demonstraram comandos básicos de disciplina, simulações de abordagem e busca por produtos ilícitos
Publicado: 02/05/2019 18:04
Imprimir
Fonte: CINDACTA III, por Tenente Bianca
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Jonathan Jayme - Revisão: Capitão Monteiro

Cinco cães do Grupo de Segurança e Defesa do Recife (GSD-RF) se apresentaram no “Primeiro Encontro Animal Alegria”, realizado nos dias 27 e 28 de abril, no Parque Dona Lindu, em Boa Viagem. Os animais do Elemento de Cães de Guerra (ECG) demonstraram desde comandos básicos de disciplina a simulações de abordagem e busca por produtos ilícitos.

Na simulação de abordagem, é feita uma revista, a pessoa suspeita emprega fuga e o cão espera o momento certo para imobilizar o fugitivo. Durante a demonstração também é testada a habilidade do animal em encontrar substâncias ilícitas.

De acordo com o ECG, o treinamento dos cachorros os submete apenas ao odor dos produtos, portanto, eles não são colocados em contato com substâncias entorpecentes. Para o animal, a busca por esses ilícitos é uma brincadeira, uma vez que ele é estimulado a realizar a procura e ainda recebe recompensa ao indicar o material.

Para Ricardo Cruz, idealizador do Projeto Socorro Animal e organizador do evento, a FAB demonstra um trabalho grandioso no adestramento de cães. “Temos vários apoiadores que se interessaram por esse trabalho e a nossa causa animal não pode parar”, ressaltou.

Aline de Assis, de apenas 10 anos, disse que nunca tinha visto uma apresentação como essa. “Os animais da FAB são os mais lindos e inteligentes que conheci”, afirmou a pequena.

Treinamento

O Elemento de Cães de Guerra do GSD-RF, atualmente comandado pelo Tenente de Infantaria Lucas Nascimento dos Santos, tem como objetivo apoiar as atividades de Infantaria da Aeronáutica por meio do emprego do cão em missões de interesse da FAB. Os animais são treinados para atuar em missões como Garantia da Lei e da Ordem, patrulhamento ostensivo nas vilas militares e interior das organizações da Guarnição de Aeronáutica do Recife e, ainda, no combate ao narcotráfico com cães farejadores. Hoje, o GSD-RF conta com 13 cachorros da raça Pastor Belga de Malinois.

O GSD-RF já foi sede do I Simpósio sobre o emprego do cão militar no Comando da Aeronáutica, evento que reuniu profissionais especializados nas áreas de medicina veterinária, operações com cães e treinamentos de cães utilizados na FAB. O evento contou com a participação de órgãos públicos sediados em Pernambuco, como Polícia Federal, Exército Brasileiro, Polícia Rodoviária Federal e Guarda Municipal do Recife.

“Com o passar dos anos, o emprego do cão na atividade militar tem se mostrado fundamental, evitando, na maioria dos casos, a utilização de arma de fogo e reduzindo a possibilidade de pessoas inocentes serem atingidas”, afirma o Tenente Santos.

Fotos: Cabo Alexandrino / CINDACTA III