HOMENAGEM

Ex-Ministro da Aeronáutica é velado no Rio de Janeiro

Durante o velório, foi realizada uma missa e prestadas as honras fúnebres com a salva de tiros e o toque da corneta
Publicado: 26/12/2018 21:15
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente João Elias
Edição: Agência Força Aérea - Revisão: Capitão Landenberger

O corpo do ex-Ministro da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Mauro José Miranda Gandra, foi velado nesta quarta-feira (26) no Rio de Janeiro (RJ). A cerimônia contou com a presença de familiares, amigos e diversas autoridades militares. O Tenente-Brigadeiro Gandra faleceu segunda-feira (24), em sua residência, na cidade.

Durante o velório, foi realizada uma missa e prestadas as honras fúnebres com a salva de tiros e o toque da corneta. "A perda é enorme não só para a Força Aérea Brasileira, instituição para a qual ele dedicou sua vida, mas, acima de tudo, para a família e os amigos. Nós todos estamos sentindo muito, porém, fica seu legado, não só como homem público, mas, principalmente, como pai, avô e bisavô", ressaltou a neta, Ana Carolina Gandra, que discursou durante a cerimônia.

O Tenente-Brigadeiro Gandra iniciou sua carreira na Aeronáutica em 1949, como Cadete. Entre os cargos que ocupou, foi Oficial do 1° Grupo de Aviação Embarcada, serviu no Gabinete Militar da Presidência da República e comandou o Grupo de Transporte Especial. Como Oficial-General esteve à frente da Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica, da Diretoria de Material Aeronáutico e Bélico, da Secretaria de Economia e Finanças da Aeronáutica e foi, também, Chefe do então Departamento de Aviação Civil.

Como Ministro da Aeronáutica, no período de janeiro a novembro de 1995, durante o governo do Presidente Fernando Henrique Cardoso, o Tenente-Brigadeiro Gandra foi o responsável por abrir as portas da Aeronáutica às mulheres; ajudou a arquitetar importantes projetos, como a modernização dos caças F-5, e incentivou o desenvolvimento da aeronave Super Tucano. Também foi um dos responsáveis pela implantação do Sistema de Vigilância da Amazônia (SIVAM).

O Comandante da FAB, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, transmitiu suas condolências. "Esse Oficial Aviador que ao longo de sua carreira acumulou, junto com tantas outras grandes realizações, mais de seis mil horas de voo, faz a sua derradeira decolagem para alçar um voo muito mais alto. Nós, da Força Aérea, nos juntamos aos seus familiares e amigos para nos despedir desse ilustre brasileiro que marcou a história da nossa Força e também do nosso Brasil. Ressaltamos o sentimento de eterna gratidão por sermos produto de sua dedicação e herdeiros de um futuro que ele tão notavelmente construiu", destacou, em sua mensagem.

Assista ao vídeo.

Fotos: Soldado Wilhan Campos / CECOMSAER

imagens/original/37830/181226wil-wilhan_campos-9.jpg
imagens/original/37830/181226wil-wilhan_campos-27.jpg
imagens/original/37830/181226wil-wilhan_campos-44.jpg
imagens/original/37830/181226wil-wilhan_campos.jpg
imagens/original/37830/gandra (1).jpg