SEGURANÇA OPERACIONAL

SERIPA VI realiza evento com palestra do astronauta Marcos Pontes

Seminário de Segurança Operacional discutiu temas relacionados à aviação civil e militar
Publicado: 20/11/2018 18:55
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Felipe Bueno
Edição: Agência Força Aérea - Revisão: Capitão Landenberger

O Sexto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA VI) promoveu, nesta terça-feira (20), o Seminário de Segurança Operacional 2018. O evento, realizado em Brasília (DF), contou com a presença de profissionais civis e militares da área da aviação e debateu temas relacionados à segurança de voo.

O Chefe do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), Brigadeiro do Ar Frederico Alberto Marcondes Felipe, falou da importância da participação de representantes de diferentes âmbitos da aviação para debater assuntos do setor.

“Um evento como esse permite reunir segmentos diferentes da aviação para tratar de um tema que é comum a todos, que é a prevenção de acidentes. Essa transmissão de informações e a troca de conhecimento entre os participantes contribuem para uma mobilização maior em torno da necessidade de se prevenir acidentes e também para a reflexão acerca do desempenho de cada um dentro de suas atividades e o quanto isso beneficia toda a comunidade aeronáutica”, disse o Brigadeiro Felipe.

O seminário contou com apresentações sobre o panorama da aviação, aspectos jurídicos, fadiga humana e manutenção na área da aviação. Um dos palestrantes foi o Tenente-Coronel da Reserva Marcos Pontes, o primeiro astronauta brasileiro a integrar uma missão ao espaço. Ele falou sobre sua experiência na área da aviação e da importância da segurança operacional e do profissionalismo dos envolvidos nas atividades aéreas.

“Comecei a falar de segurança desde 1987 e não parei mais. É um daqueles assuntos essenciais dentro de qualquer atividade que envolva risco. Na NASA, trabalhei na investigação do acidente da Columbia, quando perdi sete amigos. Falar de segurança é importante no dia a dia de operação, seja de um esquadrão ou de uma plataforma de petróleo, por exemplo. Como gerenciar esses riscos, como cada envolvido participa? Não é um só grupo responsável por isso, todos são responsáveis pela segurança. Por isso, falo da participação humana dentro disso”, afirmou.

O Chefe do SERIPA VI, Tenente-Coronel Aviador Régis Vinícius Silva Barreto, lecionou uma palestra sobre o panorama da aviação na área de responsabilidade da unidade (o Distrito Federal e os estados de Mato Grosso, Goiás e Tocantins) e destacou a importância da integração entre os diversos atores da comunidade aeronáutica.

“O objetivo é reunir essa comunidade e discutir aspectos pertinentes à parte jurídica, aos índices de ocorrência aeronáutica, fadiga humana e manutenção. Tudo isso contribui para que a nossa consciência situacional seja melhorada e, consequentemente, para que os índices de ocorrências aeronáuticas sejam mitigados”, concluiu.

Fotos: Soldado Wilhan Campos/CECOMSAER.

Confira a reportagem em vídeo sobre o evento.